conecte-se conosco


Entretenimento

Cerimonialista dá detalhes sobre o casamento de Eduardo Bolsonaro

Publicados

em

Não é de hoje que a família de Jair Bolsonaro vem ganhando destaque entre as personalidades públicas do País. Longe do planalto ou do congresso, o deputado federal Eduardo Bolsonaro se prepara para dar um novo passo em sua vida: casar-se com a psicóloga Heloísa Wolf. 

Leia também: Promessa de campanha, Bolsonaro reduz apoio à Cultura nos 100 primeiros dias


Eduardo Bolsonaro e Heloísa Wolf
Davi Nascimento

Preparativos para casamento de Eduardo Bolsonaro estão a todo vapor

Marcada para acontecer em maio, mais especificamente no dia 25, no Rio de Janeiro, a cerimônia de  casamento
de Eduardo Bolsonaro
com Heloísa Wolf está sob o comando de Márcia Santiago. 

Leia também: Com choro e atos contra Bolsonaro, Duda Beat e Liniker abrem 2º dia de Lolla

Seguindo uma linha mais intimista, a cerimônia contará apenas com 150 convidados e oito casais de padrinhos.  Jair Bolsonaro
, pai do noivo, é presença confirmada, ao lado da primeira dama, Michelle Bolsonaro.

Segundo Márcia, os noivos estão animados com os preparativos para o grande dia. No último final de semana (08), o casal realizou um ensaio de fotos pré-casamento na Praia da Reserva, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio. Alguns dos cliques feitos durante o pôr-do-sol já podem ser vistos nas redes sociais.

Márcia, que acompanhou tudo, conta um pouco de como foi a sessão de fotos: “A Helô e o Duda se saíram super bem. Chegaram um pouco tímidos, dizendo que não levavam jeito para a coisa, mas o resultado das fotos mostra que eles deram conta do recado”.  

Veja Também:  Claudete Troiano testa positivo para Covid-19

A noiva, Heloísa, aprovou o resultado. “Fiquei pensando ‘somos nós mesmo?’ Incrível, sem palavras! Eu e Duda não temos nenhum jeito para modelos, quem acompanhou o ensaio viu que foi algo completamente divertido”, disse a prometida de Eduardo. (continua no último parágrafo).

  • Cinema animado


Entre as gravações do “Zorra” e os compromissos comerciais, Dani Calabresa conseguiu empalacar um papel nos cinemas. Cedendo sua voz para um personagem do filme animado “Pets: A Vida Secreta dos Bichos 2”, a artista colocará todos seus trejeitos e talentos à disposição da obra. Na produção, ela viverá Daisy, personagem que se aventurará com o protagonista, Bola de Neve (Luís Miranda). Marcado para chegar às telonas em junho, o trailer do longa aumenta a expectativa de contemplar muitas pitadas de humor. 

  • MECAInhotim

Cantora Pitty sentada, usando roupa preta e sapato rosa
Divulgação/Jorge Bispo

Pitty é confirmada em festival de música underground

Praticamente após cinco meses após a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, a divulgação do MECAInhotim – que acontece nos dias 17, 18 e 19 de maio -, festival de música underground, continua a todo vapor. Faltando pouco para o evento, mais três atrações foram confirmadas: Tulipa Ruiz, Pitty e a banda Lamparina e a Primavera.

Veja Também:  Rafael Ilha posa com Casagrande e Fábio Assunção: “Dependentes químicos, sim”

Desde 2015 no mercado, o festival atrai cerca de nove mil espectadores por edição e, por consequência, movimenta a economia local de Brumadinho.

  • Máquina de sucesso?

Cacau Oliver
Divulgação

Cacau Oliver lançará novo livro

Organizador de concursos que deram fama a personalidades como Rosie Oliveira, Andressa Urach e outras, Cacau Oliver já tem novos planos traçados para seu futuro. Recentemente, a assessoria do headhunter divulgou que, no segundo semestre de 2019, ele lançará mais um livro.

Batizado de “Tudo Pela Fama”, a obra segue a premissa da primeira, divulgar estratégias de como alcançar o sucesso. Vivendo na Europa, ele comentou seu novo paço:”Portugal vive seu melhor momento. No Brasil ou em outros países existem pessoas que querem aparecer e eu posso proporcionar isso à elas”. 

  • + Sobre o casamento de Eduardo Bolsonaro

Com a agenda recheada de compromissos, os noivos contrataram Márcia para auxiliá-los neste grande dia. Sobre a experiência de lidar com duas personalidades conhecidas, a assessora diz que tem muitas funções, mas que o casal ajuda sendo participativo.

Leia também: Danilo Gentili recebe apoio de Bolsonaro após ser condenado a prisão

“Como os noivos são muito ocupados, eu seleciono uma gama de fornecedores dentro do perfil deles e apresento. Eles analisam e definem juntos. Apesar do Eduardo Bolsonaro
ter uma agenda muito corrida, ele é bem participativo e opina em cada detalhe. Eles formam um casal lindo, que está curtindo muito esses preparativos que antecedem o grande dia”, contou.

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Entenda tatuagem de Paolla Oliveira em foto que viralizou na internet

Publicados

em


source
Tatuagem da Paolla Oliveira
Reprodução Instagram

Tatuagem da Paolla Oliveira

Ao assumir publicamente o namoro com Diogo Nogueira , a  atriz Paolla Oliveira postou uma fotografia em que é possível ver sua mão sobre o peito do sambistaNas redes sociais, internautas passaram a questionar o significado da tatuagem com o número cinco num dos dedos da artista. O desenho com o algarismo foi feito em 2017 e não possui qualquer ligação com o relacionamento do casal : é simplesmente uma referência ao número de sorte da atriz.

Paolla Oliveira , aliás, possui uma dezena de tatuagens pelo corpo, mas todas são discretas, em tamanho reduzido. A atriz acredita em misticismos e simbologias, algo que ela diz que faz questão de levar para a sua pele. “Eu me vejo bastante em busca desses elementos, principalmente por sabedoria e espiritualidade”, afirmou ela, em entrevista à revista Estilo.

Veja Também:  Paul McCartney lança o remix de "Long Tailed Winter Bird" com Idris Elba

Há nove anos, ela tatuou um sol no pé esquerdo, ressaltando que a imagem é sinal de algo que “energiza e revigora”. Recentemente, a atriz inscreveu o desenho de uma perna na região da costela (“Está ligada ao poder, à liderança, às escritas antigas e, como consequência, à sabedoria”, justifica).

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Felipe Franco é denunciado por lesão corporal culposa e embriaguez ao volante

Publicados

em


source
Felipe Franco
Reprodução

Felipe Franco

A Justiça de São Paulo aceitou uma denúncia do Ministério Público contra o atleta Felipe Franco , que agora é réu em uma ação penal por dois crimes de trânsito. De acordo a denúncia, oferecida em agosto de 2019 e assinada pelo promotor Eduardo Augusto Velloso Roos Neto, da 2ª Promotoria Criminal de Justiça Criminal de São Paulo, o empresário fisiculturista teria praticado crime de lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, previsto no art. 303 do Código Nacional de Trânsito. O promotor também afirma na denúncia que “segundo restou apurado, o denunciado ingeriu bebida alcoólica e assumiu a direção do veículo Mercedes Benz”.

Em outro trecho do documento, o promotor afirma: “Ocorre que, de forma imprudente, estando em velocidade incompatível com a via, o denunciado ignorou o sinal semafórico existente no local e colidiu com a traseira de um veículo Vw/Voyage, que era conduzido pela vítima Carlos”. A juíza Maria Paula Cassone Rossi, da 9ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, aceitou a denúncia: “Presentes, nos autos do inquérito policial, indícios suficientes de autoria e materialidade, recebo a denúncia”.

Segundo consta no depoimento da vítima de 7 de outubro de 2018, o ex-marido de Juju Salimeni dirigia um veículo Mercedes e teria colidido na traseira do carro um taxista, que dirigia de forma reduzida se aproximando do sinal amarelo. O taxista diz ter ouvido um barulho de derrapada de um carro vermelho e, olhando pelo retrovisor, avistou um veículo em alta velocidade vindo na sua direção, que com o impacto da colisão, o arremessou até um poste do outro lado da via, o fazendo parar sobre a calçada.

Veja Também:  Depois de um mês, Isis Valverde assiste homenagem de aniversário e cai no choro

À polícia, prestaram esclarecimentos e foram ouvidos dois policiais militares que estiveram no local do acidente de trânsito e um amigo de Franco, que o acompanhava. Ao delegado Fábio Guedes Rosa, da 96ª DP de Monções, em São Paulo, os policiais contaram que Franco exalava odor etílico e tinha dificuldade de equilíbrio. O relatório final da polícia incluiu lesão corporal culposa na direção de veículo e embriaguez ao volante. Já a versão apresentada por Felipe Franco no relatório final da Polícia Civil dizia o seguinte: “Felipe Souza Murakami de Franco, investigado, alegou que conduzia seu veículo Mercedes pela via dos fatos, em velocidade compatível, quando colidiu a parte dianteira de seu auto com a traseira do veículo Voyage dirigido por Carlos Ferreira, o qual parou num sinal que ficara amarelo. Relatou que, após o acidente, permaneceu no local, sendo questionado por policiais sobre a ingestão de álcool, sendo certo que hesitou em realizar o exame etílico, vez que toma medicação homeopática, o qual entende que pode alterar o resultado do teste. Frisou que concordou em se submeter aos exames clínicos no IML. Por fim, mencionou que tentou fazer um acordo sobre valores cabíveis com Carlos, contudo, não houve sucesso”.

O amigo do empresário, por sua vez “informou que esteve na companhia de Felipe antes do acidente, podendo afirmar que esse não ingeriu bebidas alcoólicas. Narrou que se encontrava no interior do veículo conduzido por Felipe, quando esse não conseguiu frear seu auto e colidiu com a traseira do veículo Voyage, o qual parou repentinamente no sinal amarelo. Esclareceu o depoente que ele próprio portava um copo na ocasião e havia bebido, contudo, Felipe não. Acresceu que Felipe não se submeteu ao teste etílico por ser atleta e ingerir substâncias que poderiam alterar o exame, porém realizou o teste clínico”.

Veja Também:  Matheus, dupla de Kauan, é operado às pressas

O laudo pericial da vítima (taxista) constatou que houve lesão corporal de natureza leve. Já o laudo pericial de verificação de embriaguez de Felipe Franco apontou que ele não estava na condição de embriagado, mas apresentava sinais indicativos de estar sob o efeito de álcool etílico e/ou substâncias psicoativas.

Felipe Franco impetrou habeas corpus, pedindo, em sede de liminar, a suspensão da ação penal e, ao final, ainda pede a confirmação da liminar para trancamento da demanda. Entretanto, o pedido liminar foi indeferido. Recentemente, outro promotor se manifestou favoravelmente a continuidade do processo, e foi contra travar a ação penal contra o atleta. “A resposta escrita pela Ilustre Defesa do acusado Felipe não elide os indícios de autoria e materialidade do (s) crime (s) descrito (s) na denúncia, os quais autorizam o regular processamento da ação penal, para que se alcance, após a necessária dilação probatória, um pronunciamento definitivo sobre a questão”, afirmou o promotor Claudio Cavallini, em dezembro do ano passado. Ele ainda concluiu requerendo audiência de instrução e julgamento, que ainda não foi marcada por causa da pandemia de Covid-19.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana