conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: 105 mil idosos do Rio não tomaram dose de reforço da vacina

Publicados

em


Ao menos 105 mil idosos a partir de 75 anos que completaram o esquema vacinal contra a covid-19 ainda não retornaram aos postos de saúde para receber a dose de reforço, que começou a ser aplicada no dia 13 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com o painel da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na faixa etária a partir de 80 anos, um total de 8.941 não se vacinaram e 9.622 tomaram apenas a primeira dose. O esquema completo com as duas doses foi aplicada em 55.394 pessoas e 146.309 receberam a dose de reforço.

Entre as pessoas de 75 a 79 anos, a estimativa é que 100% do público-alvo tenha tomado ao menos a primeira dose, sendo que 13.725 tomaram apenas a primeira dose, 49.954 receberam as duas doses regulares e 96.414 tomaram a dose de reforço.

Na faixa de 70 a 74 anos, a estimativa é que 8.721 pessoas não se vacinaram contra a covid-19, 4.971 receberam apenas a primeira dose, 117.125 estão com as duas doses do imunizante e 99.340 tomaram a dose de reforço.

Veja Também:  Fecomércio-MT e Sesc-MT doam equipamentos de proteção para Hospital Universitário Júlio Müller

Calendário

Pelo escalonamento por idade, podem voltar hoje (13) aos postos para receber a dose de reforço as pessoas com 70 anos ou mais. Até sábado (16), a SMS conclui o reforço nos idosos de 67 anos.

Os trabalhadores da saúde que tomaram a segunda dose em fevereiro também podem se vacinar a partir de hoje, assim como as pessoas com alto grau de imunossupressão que tomaram a segunda dose na cidade do Rio de Janeiro até 31 de março.

O painel da SMS indica que 85,8% da população total do município receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 e 58,5% estão com o esquema completo. Dentro do público-alvo, a partir dos 12 anos, 99,2% receberam a primeira dose e 68,3% tomaram as duas doses ou a dose única.

Hoje, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) entrega 308.880 doses da vacina da Pfizer aos 92 municípios do estado, destinadas à segunda aplicação do esquema vacinal.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Veja Também:  Sexta-feira (21): Mato Grosso registra 80.876 casos e 2.540 óbitos por Covid-19

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer

Publicados

em


Chegou hoje (16) ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), mais um lote de 4,5 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer. Os imunizantes do laboratório norte-americano chegaram em dois voos no início da manhã. Mais um carregamento com 1,3 milhão de doses está previsto para chegar amanhã (17).

Os lotes fazem parte do contrato assinado com o Ministério da Saúde para fornecimento de 100 milhões de doses da vacina até dezembro. A farmacêutica já fez a entrega de 100 milhões de doses previstas no primeiro termo assinado com o governo brasileiro.

O Ministério da Saúde já distribuiu 310,5 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus de quatro laboratórios para serem aplicadas em todo o país. Até o momento, 101,3 milhões de pessoas foram completamente imunizadas contra a doença com duas doses ou vacina de dose única.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Veja Também:  Sexta-feira (21): Mato Grosso registra 80.876 casos e 2.540 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Saúde

Covid-19: Rio conclui hoje segunda dose da vacinação em massa da Maré

Publicados

em


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Secretaria Municipal de Saúde do Rio concluem hoje (16) o projeto de imunização de todos os adultos do Complexo da Maré, com a segunda dose da vacina contra covid-19. O conjunto de favelas fica na zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

Na primeira fase, realizada no início de agosto, 37 mil pessoas foram vacinadas com a primeira dose, ou cerca de 96% da população com mais de 18 anos na comunidade.

O mutirão, aos moldes do que foi feito em outros locais como as ilhas Grande e de Paquetá, no Rio de Janeiro, busca estudar os efeitos da vacinação em massa na comunidade. Segundo a Fiocruz, cerca de 8 mil pessoas das 37 mil imunizadas estão sendo monitoradas para que se conheça os efeitos da vacina.

O estudo da Fiocruz na Maré medirá a efetividade da vacina AstraZeneca, monitorará a circulação de variantes da covid-19 entre os moradores, a ocorrência de casos entre pessoas vacinadas, possíveis efeitos adversos da vacina e o nível de proteção de crianças e adolescentes não vacinados.

Veja Também:  Covid-19: Distrito Federal vacinará adolescentes de 14 e 15 anos

Além de completar o ciclo de vacinação nos adultos, o mutirão, iniciado na última quinta-feira e que será concluído hoje, também prevê imunizar, com a primeira dose, os adolescentes com 12 anos ou mais que ainda não foram vacinados.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana