conecte-se conosco


Esportes

Cruzeiro perde para Grêmio e fica próximo do rebaixamento à Série B

Publicado

O drama do Cruzeiro na zona do rebaixamento ficou ainda pior. A equipe mineira visitou o Grêmio nesta quinta-feira e perdeu por 2 a 0, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O novo revés afundou ainda mais a Raposa, que precisará de uma combinação de resultados no domingo para evitar o rebaixamento para a Série B.

Após primeiro tempo favorável aos visitantes, os mineiros ficaram com um a menos na segunda etapa. O Tricolor aproveitou a vantagem numérica e balançou as redes com dois jovens formados no clube, Ferreira e Pepê.

Com a derrota, o Cruzeiro seguiu na Z4, com 36 pontos na 17ª colocação, dois atrás do Ceará. Como o time nordestino soma três vitórias a mais que os mineiros, a Raposa precisará vencer na última rodada e torcer para derrota dos alvinegros.

Por outro lado, o Grêmio retomou a 4ª posição da tabela, com 65 pontos, ultrapassando o Athletico-PR, que tem 63. Os gaúchos precisarão vencer o Goiás na última rodada para garantir um lugar entre os quatro melhores do campeonato.

Veja Também:  Desde 2016 no Cruzeiro, Mano Menezes recebe homenagem pelos 200 jogos no time

O jogo – Aos 29 minutos o Cruzeiro teve a única grande chance do 1º tempo. Henrique fez belo lançamento longo e Ederson saiu na cara do gol. O meia tentou encobrir o goleiro, mas a bola ficou curta e Paulo Victor conseguiu se esticar para fazer a defesa e tirar para escanteio.

A segunda grande chance do jogo chegou aos 13 minutos da segunda etapa, novamente para a Raposa. Ezequiel colocou para a ultrapassagem de Egídio. O lateral rolou para trás e encontrou Robinho, que bateu de primeira. A bola foi bloqueada em carrinho de Michel. No rebote, Paulo Victor afastou.

Durante o lance, Robinho sentiu lesão e teve que sair de campo. Como Adilson Batista já havia feito as três substituições, a Raposa passou a jogar com um a menos.

Jogando com superioridade numérica, o Grêmio abriu o placar aos 21 minutos. Após jogada de Pepê na esquerda, o meia cruzou, Everton fez o corta-luz, e a bola chegou em Ferreira. O jovem atacante bateu, a bola ainda desviou em Egídio e entrou no canto esquerdo da meta.

Veja Também:  Venda de Militão para o Real Madrid renderá um bom dinheiro para o São Paulo

Aos 39 minutos, o Grêmio fechou o placar com Pepê. O meio-campista saiu fazendo fila na defesa; já dentro da área, o gremista sofreu rasteira de Cacá. Pênalti. O próprio jovem foi para a cobrança e bateu firme no canto alto esquerdo, sem chances para Fábio.

Já nos acréscimos, Egídio fez falta em Ferreira, levou o segundo cartão amarelo e deixou o Cruzeiro com nove em campo.

Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel/assessoria/arquivo)

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

São Paulo empata com o River Plate no Morumbi com dois gols contra

Publicado

Nesta quinta-feira, o São Paulo empatou por 2 a 2 com o River Plate em partida muito movimentada no Morumbi, válida pela terceira rodada do grupo D da Libertadores. Mesmo sem jogar há seis meses, os argentinos conseguiram um bom resultado no Morumbi. Os dois gols do Tricolor foram marcados por jogadores adversários, já que Enzo Pérez e Angileri mandaram contra a própria meta, enquanto Borré e Álvarez fizeram para o River.

O Tricolor iniciou melhor em campo e, após Hernanes levar perigo em chute de fora da área, conseguiu abrir o placar após bela jogada coletiva. Reinaldo finalizou, a bola desviou em Enzo Pérez e morreu nas redes. Com a desvantagem, o River Plate acordou e passou a pressionar o Tricolor. O gol de empate saiu aos 18 minutos, com os argentinos envolvendo facilmente a defesa do São Paulo.

Mesmo cansado no segundo tempo, o River Plate conseguiu chegar ao seu segundo gol, com Álvarez finalizando com liberdade dentro da área. No entanto, logo em seguida, Reinaldo foi a linha de fundo, cruzou para área e contou com desvio de Angileri contra o próprio patrimônio.

Com o empate, o São Paulo chegou aos quatro pontos, na terceira colocação do grupo D. Na próxima rodada, o time visita a LDU, no Equador, na terça-feira que vem, às 21h30. Enquanto isso, o River Plate foi aos mesmos quatro pontos, na segunda posição da chave, com um maior saldo de gols. O próximo compromisso da equipe é contra o Binacional, no Peru, na terça-feira, às 21h30.

Veja Também:  Venda de Militão para o Real Madrid renderá um bom dinheiro para o São Paulo

O jogo – Depois de cinco minutos com poucas emoções, o São Paulo foi o primeiro a assustar no Morumbi, com Hernanes. O camisa 15 recebeu passe de Pablo e arriscou chute de esquerda de fora da área, exigindo defesa de Armani no canto. O Tricolor permaneceu no ataque e conseguiu abrir o placar aos nove minutos. Após boa jogada trabalhada, Igor Vinícius cruzou para dentro da área e Reinaldo finalizou de primeira. A bola desviou em Enzo Pérez e morreu na rede.

Depois de sofrer o gol, o River Plate partiu para o ataque e Volpi fez sua primeira intervenção no jogo. Álvarez recebeu pela direita e, de fora da área, arriscou forte, parando em defesa do goleiro do São Paulo. Na sequência, os argentinos chegaram ao gol de empate. Em bela troca de passes, os visitantes chegaram com facilidade dentro da área do Tricolor. Álvarez recebeu de Matías Suárez e cruzou rasteiro para Borré, que finalizou e deixou tudo igual.

Antes do intervalo, o São Paulo ainda conseguiu levar perigo em finalização de Hernanes. O meia aproveitou sobra na entrada da área, engatilhou o chute de esquerda e a bola passou rente à trave.

Veja Também:  Confira o que de mais importante aconteceu na pré-temporada da Fórmula 1

Na etapa final, a bola rolou com menor intensidade do que nos 45 minutos iniciais. A primeira chance veio com Igor Gomes, que recebeu cruzamento rasteiro de Igor Vinícius e, de fora da área, chutou colocado à esquerda do gol. Com o River Plate cansado pela falta de ritmo de jogo, o Tricolor passou a ter mais posse, mas sem conseguir machucar o adversário. Em uma grande oportunidade, Pablo fez o pivô para Igor Vinícius que, de frente para Armani, optou por um passe ao invés de finalizar.

Na primeira chegada do River Plate no segundo tempo, o time chegou à virada. Após sobra de bola dentro da área, Quarta serviu Álvarez dentro da área e finalizou forte, por cima de Volpi para marcar. No entanto, três minutos depois, o São Paulo conseguiu igualar o placar. Reinaldo invadiu a área pela esquerda e cruzou rasteiro. Angileri tentou fazer o corte e mandou contra a sua própria meta.

Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Botafogo vence o Vasco e abre vantagem na Copa do Brasil

Publicado

Diferente do fim de semana, o clássico entre Botafogo e Vasco foi menos emocionante nesta quinta-feira. Os alvinegros foram melhores e venceram por 1 a 0, no Nilton Santos, pela Copa do Brasil.

Após um primeiro tempo sem muita emoção, o Botafogo marcou o gol da vitória com Matheus Babi. Com o resultado, os alvinegros vão jogar pelo empate na próxima quarta-feira, no duelo da volta, em São Januário

O jogo – O Botafogo começou a partida pressionando o Vasco. Os alvinegros buscavam criar bons lances, mas paravam na zaga cruzmaltina. O Vasco tinha dificuldade em avançar, mas criaram a primeira boa chance, aos 16 minutos. Martín Benítez achou Germán Cano na área. O atacante finalizou de primeira para grande defesa de Gatito Fernández.

O lance fez o Vasco crescer na partida. Com isso, o clássico ficou equilibrado, sem muita emoção. O Botafogo conseguiu criar boa jogada aos 28 minutos. Bruno Nazário aproveitou cruzamento, mas chutou pela linha de fundo.

A partida ficou mais movimentada nos minutos finais, com as duas equipes chegando próximos a área. O Vasco foi mais perigoso, mas Germán Cano foi bloqueado em duas oportunidades. Assim, o duelo seguiu empatado até o intervalo.

Veja Também:  Confira a agenda do futebol desta segunda-feira, 01 de abril de 2019

No segundo tempo, assim como aconteceu no primeiro, o Botafogo iniciou com mais posse de bola. No entanto, os alvinegros só conseguiram chegar com perigo aos 16 minutos. Bruno Nazário recebeu passe na área e chutou cruzado para boa defesa de Fernando Miguel.

Só que o susto fez o Vasco melhorar e responder aos 18 minutos. Marcos Júnior arriscou de longe e acertou a trave. O Botafogo não se intimidou e abriu o placar quatro minutos depois. Matheus Babi aproveitou cruzamento e cabeceou para o gol. O goleiro Fernando Miguel ainda tentou espalmar, mas viu a bola ir para a rede.

Mesmo depois do revés, o Vasco não pressionava em busca do empate. O Botafogo teve nova chance, com Matheus Babi, mas o atacante mandou sobre o travessão.

Nos minutos finais, os cruzmaltinos viram o Botafogo cansar e foram para cima. No entanto, o Vasco mostrou nervosismo e não levou perigo ao gol alvinegro. Assim, os donos da casa seguraram a vantagem para o duelo da volta, em São Januário.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Veja Também:  Copa do Brasil terá Santos x Vasco e Corinthians x Chape na 4ª fase; veja jogos

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana