conecte-se conosco


Policial

Delegado Gianmarco ministra aula sobre meio ambiente para novos delegados

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

Os novos delegados da Polícia Judiciária Civil em curso de formação técnico profissional participaram no começo do mês de aula integrada promovida pela Academia de Polícia (Acadepol) em parceira com o Ministério Público Estadual.

Os alunos acompanhados do delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, foram recebidos pelo promotor de justiça, Gerson Natalício Barbosa, da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá.

Durante o encontro foi falado sobre ações cometidas contra o meio ambiente, em especial, sobre crimes em áreas urbanas que prejudicam as nascentes, poluição e loteamento clandestino.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer o projeto “Água para o futuro”, desenvolvido pelo Ministério Público. O trabalho busca a proteção das nascentes da área urbana de Cuiabá, visando garantir a segurança hídrica e o abastecimento de água potável para a presente e as futuras gerações.

Esse projeto apresentado para os delegados recém-empossados foi ganhador do prêmio fornecido pelo Conselho Nacional do Ministério Publico (CNMP), e está ligado diretamente as investigações ambientais na zona urbana, envolvendo principalmente construtoras e prefeituras.

Veja Também:  Diretores da PJC recebem deputado estadual João Batista

De acordo com o delegado geral adjunto da PJC, Gianmarco Paccola Capoani, o objetivo da aula foi transmitir conhecimentos e informações para os novos colegas que poderão ser multiplicadores, na defesa do meio ambiente em suas respectivas unidades de atuação no interior do Estado.

“É muito importante destacar a preocupação com os problemas ambientais nas áreas urbanas, principalmente aqueles que prejudicam diretamente as nascentes, como, por exemplo,  os loteamentos clandestinos ou determinados empreendimentos poluidor, os quais acabam gerando danos irreversíveis e que podem ocasionar crises hídricas crônicas ou de difícil reversibilidade”, destacou Gianmarco Paccola Capoani.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres e Região

Forças de segurança apreendem 450 kg de droga e aeronave utilizada para tráfico em Arenápolis 

Publicados

em

O entorpecente estava escondido em um canavial; ninguém foi preso

Hérica Teixeira | Sesp-MT – Foto por: Gefron-MT

Ação conjunta das forças de segurança estadual e federal apreenderam, neste domingo (14.03), no município de Arenápolis (234 km de Cuiabá), uma aeronave carregada com 450 quilos de cloridato de cocaína. O prejuízo estimado ao crime com esta apreensão é de R$ 15 milhões. Ninguém foi preso. 

Conforme a ocorrência, a Polícia Militar de Denise (206 km de Cuiabá) recebeu uma denúncia e, então, se deslocou até a pista de voo de uma fazenda no município vizinho, Arenápolis, onde se deparou com um veículo. Com a chegada da polícia, no entanto, os ocupantes conseguiram fugir, abandonando o carro na região de um canavial.

Também no local, a polícia encontrou a aeronave, que estava vazia. Contudo, durante buscas pelo canavial, foram localizados 11 sacos grandes carregados de drogas.

Participaram da ação o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT), a Polícia Militar de Tangará da Serra e a Polícia Federal. As equipes continuam as buscas para localizar os suspeitos.

Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Delegado Rogério Gualda se aposenta com a sensação de dever cumprido
Continue lendo

Policial

Jovem é sequestrado, torturado e morto em Nova Olímpia

Publicados

em

Crime aconteceu em Nova Olímpia

O adolescente, Kawan Bruno Oliveira Silva, de 17 anos, foi encontrado morto após ser sequestrado junto com um amigo, de 19. Os dois foram torturados, na madrugada de domingo, 07, em Nova Olímpia. Horas depois, corpo de Kawan foi encontrado com marcas de tiros no Campo do Epitácio. Já a outra vítima conseguiu fugir e um dos suspeitos de praticar o crime foi preso.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sobrevivente contou que o amigo recebeu a ligação de uma pessoa com nome de sogrinha ou T2, o convidando para consumir droga. Os dois foram até o local combinado e, quando chegaram, encontraram uma motocicleta e um veículo os esperando.

Quatro pessoas estavam no local. Eles foram rendidos, colocados no porta malas do carro e levados para um barracão abandonado. Lá, foram amarrados, torturados e agredidos com pedaços de madeira, fios e cordas.

Já na madrugada, foram levados para o campo. No local, ficaram de joelhos e um dos suspeitos efetuou vários disparos contra Kawan. Já ele, aproveitou da distração dos criminosos e conseguiu fugir, pedindo ajuda logo em seguida.

A vítima deu a entrada em uma unidade de saúde. E, por volta das 4h, a Polícia Militar foi acionada por populares relatando que o corpo de Kawan foi encontrado abandonado no campo. Enquanto o local era isolado, eles foram informados que um rapaz deu entrada no hospital da cidade, vítima do mesmo caso.

Com Barbara Sá/RD News

 

Veja Também:  Diretores da PJC recebem deputado estadual João Batista

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana