conecte-se conosco


Política MT

Deputado João Batista entrega resfriador de leite para assentamento de Campo Verde

Publicados

em

Foto: LUCIENE LINS

Os produtores rurais do assentamento 14 de Agosto, localizado no município de Campo Verde, foram beneficiados com um tanque de resfriamento de leite – adquirido através de emenda parlamentar do deputado estadual João Batista do Sindspen (PP). De acordo com o deputado, a destinação do maquinário realizada nessa quinta-feira (19), atendeu um pedido do vereador Miguel de Paula.

João Batista destaca que este benefício é importante para os pequenos produtores rurais, uma vez que vai ajudar inúmeras famílias da região, além de fomentar a produção do leite.

“Esse suporte aos pequenos produtores é de extrema importância porque conheço de perto as dificuldades que eles enfrentam. Com o resfriador, o produtor vai poder negociar o leite diretamente com o laticínio, tendo em vista que a conservação do produto se torna mais durável dentro dos resfriadores, fator que irá permitir maior lucro na venda do leite. Na ocasião, parabenizo a atuação do vereador Miguel de Paula, que nos trouxe essa demanda e está sempre atento às necessidades da população do município de Campo Verde”, disse o parlamentar. 

Veja Também:  Paulo Araújo apresenta indicações que vão beneficiar Apiacás e Lambari D’Oeste

Para o vereador Miguel de Paula, o objetivo da ação é aumentar a produtividade e a qualidade do leite fornecido pelos pequenos produtores em Campo Verde.

“Eu, juntamente com os moradores do assentamento 14 de Agosto, agradecemos ao deputado João Batista que não mediu esforços para nos auxiliar na conquista desse importante equipamento para nosso município. A atividade leiteira tem papel importante na vida de muitas pessoas e na geração da receita mensal que contribui para a manutenção das famílias do nosso município”, concluiu.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Propaganda

Política MT

Audiência pública debate impactos de projeto que afrouxa proteção do Pantanal

Publicados

em

Por

Foto: Karen Malagoli / Secretaria de Comunicação Social

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realiza, nesta quinta-feira (30), a partir das 9 horas, uma audiência pública para debater os impactos que os Projetos de Lei 03/22 e 561/22 terão sobre o Pantanal. A audiência foi requerida pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT) e deve reunir moradores de comunidades tradicionais pantaneiras, ribeirinhos, quilombolas, indígenas, organizações ambientalistas, pesquisadores e cientistas.

“O Pantanal precisa ser protegido e as populações pantaneiras precisam, de forma sustentável, ter o direito de desenvolver atividades econômicas. Nós temos que encontrar essa equação. E o projeto, da forma que foi feito, não atinge esse objetivo, pois acaba abrindo a porteira para atividades que podem destruir o Pantanal, como o garimpo e a mineração”, alertou Lúdio.

O PL 561, que afrouxa a proteção da Bacia do Alto Paraguai e do Pantanal e libera exploração de áreas que deveriam ser preservadas, foi proposto pela Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais e apensado ao PL 03, que já tramitava na Assembleia. O projeto foi colocado em pauta na sessão da semana passada, mas a votação foi adiada depois de Lúdio pedir vista. O deputado observou que o estudo encomendado pela Assembleia para subsidiar a proposta acabou sendo desconsiderado na redação do projeto.

Veja Também:  Ouvidoria da ALMT passa a contar com assistente social

“Os defensores do projeto estão utilizando os pantaneiros e a Embrapa como escudo para justificar essa proposta que é muito perigosa para o Pantanal. A Assembleia contratou a Embrapa Pantanal para realizar um estudo sobre a sustentabilidade de atividades econômicas no bioma. Ao analisar o conteúdo do projeto, identifiquei artigos que não seguiram as limitações recomendadas pela Embrapa, e acabam autorizando a pecuária extensiva em área de preservação permanente (APP) e de reserva legal sem restrições”, citou.

Lúdio destacou a necessidade de fazer uma discussão aprofundada sobre o conteúdo e as consequências do projeto. Ele citou que a audiência pública dará oportunidade para que as populações pantaneiras que foram excluídas da discussão do projeto participem do debate, além de estudiosos, cientistas e pesquisadores que possam avaliar os impactos da proposta sobre o bioma.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Botelho destina emenda para torneio em Santo Antônio do Leste

Publicados

em

Por

Foto: MAURÍCIO BARBANT

Foto: MAURÍCIO BARBANT

Defensor ferrenho de ações que promovam o esporte, para uma vida saudável, o deputado Eduardo Botelho (União Brasil) destinou R$ 100 mil para ajudar na realização do torneio 1º CircuitoSal Esportivo, de Santo Antônio do Leste, na região Sul de Mato Grosso. O presidente da Assembleia Legislativa fez questão de prestigiar o evento que leva entretenimento à população e fomenta a economia local, na noite deste sábado (25).

Outros setores também têm prioridade. À Infraestrutura, Botelho indicou uma máquina rolo compactador pé de carneiro vibratório, no valor de R$ 484 mil; mais ônibus escolar através de indicação de R$ 360 mil.

“Em minha passagem por Santo Antônio do Leste, tive a oportunidade de participar do 1° CircuitoSal Esportivo, o maior evento esportivo do município em dois dias de competição. Antes, o vereador Lucas [Nogueira] me procurou com o projeto desse evento. E, analisando, não tive dúvida que seria uma grande ação em benefício da população, como momento de lazer e confraternização entre atletas do estado de Mato Grosso”, destacou Botelho, ao acrescentar que pode constatar o quanto é positivo o evento à cidade e que ficará marcado no calendário municipal.

Veja Também:  Novo projeto de poesia em um minuto valoriza produção regional

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana