conecte-se conosco


Geral

Deputado Neri Geller afirma que proposta de retirar Mato Grosso da Amazônia Legal não incentiva o desmatamento

Publicados

em

Primeira audiência pública foi realizada para debater o Projeto de Lei 337/2022 na Assembleia Legislativa, em Cuiabá

Da Assessoria

O deputado federal Neri Geller (PP) sustentou nesta segunda-feira (23) que o Projeto de Lei n. 337/2022, que propõe retirar Mato Grosso da área da Amazônia Legal, não visa incentivar o desmatamento ilegal na região, mas ao contrário, visa combater a degradação.

“Nosso objetivo não é tirar Mato Grosso da Amazônia para que haja mais desmatamento. O desmatamento ilegal deve ser combatido. Queremos sim rediscutir esse tema para que quem produz seja compensado e não prejudicado”, destacou Neri Geller, durante a primeira audiência pública sobre o PL, realizado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em Cuiabá, por iniciativa do deputado estadual Carlos Avalone (PSDB), presidente da Comissão de Meio Ambiente da ALMT.

Relator do PL na Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados (CMADS) na Câmara Federal, Neri Geller disse durante a audiência que seu relatório será uma construção conjunta com toda a sociedade mato-grossense e brasileira. 

Veja Também:  Inscrições para 200 mil vagas em cursos de agentes de saúde iniciam na segunda-feira 

“Meu relatório tem início hoje. O que queremos é trazer esse tema para o debate. Quero um relatório que tenha a contribuição de todos da sociedade mato-grossense e brasileira, assim como fizemos no Código Florestal”, afirmou Neri. O deputado afirmou, contudo, que vai esgotar o debate antes de apresentar seu relatório. Não temos pressa, não faremos esse debate a toque de caixa”, frisou.

De acordo com o parlamentar, em seu radar estão questões como incentivos fiscais, compensação e regularização de áreas já abertas antes da legislação e o desmate ilegal que prejudica o meio ambiente.

Projeto

O Projeto de Lei, de autoria do deputado federal Juarez Costa (MDB-MT), propõe redefinir o percentual destinado à reserva legal. Atualmente, proprietários de terras situadas em região de floresta Amazônica só podem utilizar 20% para produção agrícola. Os 80% devem obrigatoriamente ser de vegetação nativa. 

No mapeamento da Amazônia Legal, os proprietários de imóveis rurais são obrigados a preservar 80% de cobertura nativa se situado em área de florestas; 35%, em área de cerrado; e 20% em área de campos gerais.  Enquanto fora da Amazônia Legal, o percentual da reserva legal é de 20%. No Brasil há pouco mais de 11 milhões de hectares de déficit de reserva legal, desses 21,7% está em Mato Grosso.  

Veja Também:  Saiba como é o processo de adoção no país

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Grupo Barralcool desenvolve programa primeira oportunidade

Publicados

em

Percebendo a dificuldade de muitos candidatos para ingressar no mercado de trabalho, pois as vagas de emprego exigem experiência e conhecimento, o Grupo Barralcool desenvolveu o programa: Primeira Oportunidade, onde oferece 06 meses de treinamento e capacitação para determinada atividade.

 

O programa foi desenvolvido pela área de DHO (Desenvolvimento Humano Organizacional), para levar oportunidade para candidatos acima de 18 anos, cursando o ensino médio ou já completo, que por falta de experiência ainda não conseguiu o seu lugar no mercado de trabalho. O objetivo é oferecer 06 meses de treinamento em determinada área/setor.

 

Foram disponibilizadas 06 vagas para Treinando em Operador de Envase e Empacotamento, onde os candidatos passariam por 04 fases até a contratação, tendo salário e benefícios condizentes com a vaga. Tivemos 217 candidatos inscritos, sendo 161 aptos para a prova de conhecimentos gerais, onde somente 28 passaram para a etapa de entrevista individual e posteriormente 11 candidatos chegaram até a fase de entrevista técnica, “tivemos uma procura muito superior ao esperado e pudemos constatar que esse programa será muito importante principalmente para os moradores da nossa região, que estão em busca de uma oportunidade para entrar no mercado de trabalho”, apontou Larissa Petroni, coordenadora de DHO.

Veja Também:  Reflexão de Boa Vontade

 

Essa primeira turma iniciará no dia 11 de Julho e a empresa tem a pretensão de proporcionar para a comunidade, diversas outras oportunidades.

 

Fonte: assessoria. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Vereador Nei da Saúde prestigia Prova de Laço Comprido em Barra do Bugres

Publicados

em

O vereador Nei da Saúde esteve no último sábado prestigiando um importante evento realizado em nosso município, a Prova de Laço Comprido, boi mecânico, que aconteceu no Rancho “Pai e Filhos”, localizado ao lado do Parque de Exposição “Rene Barbour.

Neste evento marcaram presença cavaleiros (as) de vários municípios,  atraído pelo amor a prova e a premiação bastante atrativa para os competidores, das categorias adulto e infantil.

Este evento que aconteceu nos dia 24, 25 e 26 de junho,  contou com diversos patrocinadores, entre eles o vereador Nei da Saúde, que enxerga no esporte um caminho muito importante para vida e a saúde de quem pratica. “Conheço o trabalho do Goiano e da Regiane Kely, e de outros amantes desta modalidade esportiva, sei que muitas crianças treinam ali com o objetivo de um dia serem consagrados em uma competição”.

Nei aproveitou para parabenizar os organizadores do evento, sei que isso sempre atrai visitantes para nossa cidade, isso gera lucro para o comércio e é claro para os competidores que conseguem concluírem seus objetivos de serem campeões nas suas modalidades.

Veja Também:  Professores da Unemat publicam artigo sobre emissões de gases de efeito estufa na Revista Nature

Fonte: Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana