conecte-se conosco


Barra do Bugres

Deputado Ulysses Moraes fiscaliza obras públicas paradas em Barra do Bugres

Publicados

em

O deputado Ulysses Moraes (PSL) realizou, na última sexta-feira (6), fiscalizações no município de Barra do Bugres. O parlamentar conferiu a situação da reforma do Hospital Regional do município, que até o momento não teve a obra iniciada. E, além disso, visitou um conjunto habitacional do governo federal que foi iniciado em 2012 e até hoje está abandonado.

“Em relação ao Hospital de Barra do Bugres, o cenário está triste, porque estamos em novembro e ainda não tem nada e ninguém trabalhando lá. Esse hospital é muito importante para a população dessa região, atende as cidades de Sapezal, Campo Novo de Parecis, Porto Estrela e outros municípios. E até agora nada foi feito. Isso é lamentável”, disse Moraes.

O parlamentar conferiu a situação da reforma do Hospital Regional do município e visitou um conjunto habitacional do governo federal que está abandonado desde 2015. (Crédito: Assessoria)

No dia 27 de julho deste ano, o hospital foi fechado pelo governador Mauro Mendes sob a justificativa de que a unidade hospitalar passaria por uma reforma estrutural. A promessa do Governo do Estado de Mato Grosso era ainda de adquirir equipamentos mais modernos para atender a população, mas, de acordo com o deputado, nada foi feito até o momento.

Veja Também:  Projetos de escolas valorizam diferenças culturais regionais do país

“Sendo assim, deixo um desafio ao governador: será que se eu destinar partes das minhas emendas, o senhor pelo menos começa essa obra? Porque até agora o que foi falado não está sendo cumprido. São apenas falatórios. Mauro Mendes fez um monte de propagandas, soltou um monte de matérias e a população até agora está sem hospital. Estamos em pandemia, em uma época que o cidadão precisa da saúde e nada ainda foi feito. Quero ver se ele aceita esse desafio”, ressaltou o parlamentar.

No mesmo dia, Moraes ainda averiguou a condição de mais 50 casas construídas pelo governo federal que estão abandonadas em Barra do Bugres. As casas começaram a ser construídas em 2012 e estão paralisadas desde 2015, na era do governo do PT.

“Esse foi um grande descaso com o dinheiro público, já deveriam ter famílias morando ali. Vamos fazer uma indicação ao governo federal para que retome ou veja uma outra solução para esse conjunto habitacional. Essa obra é importante para o município e não pode ficar assim”, pontuou o deputado.

Veja Também:  Jornalista foi estuprado por traficante antes de ser morto a pedradas; Suspeito é preso

Ulysses Moraes está atendo as demandas de fiscalizações dos cidadãos mato-grossenses que cobram por soluções dessas obras paradas. “Então, se você tiver denúncias de descaso com dinheiro público fale com a gente. Estamos de olho e vamos fiscalizar tudo”, finalizou o parlamentar.

Com informações da Assessoria AL-MT

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Boletim informativo do Covid-19 em Barra do Bugres em 12 de abril 2021

Publicados

em

O Comitê de enfrentamento ao Coronavírus informa que em Barra do Bugres ate o momento são:

4.332 – Suspeitos

2.220 – Já foram descartados

38 – Aguardando o resultado    

2.074 – Foram confirmados

Evolução dos casos confirmados em Barra do Bugres – MT

1.981 – Recuperados – “já foram curados”

33 – Ativos com a doença

06 – Internado em enfermarias

06 – Internado em UTI

48 – Pessoas foram já morreram por causa da doença

A conscientização da população neste momento é fundamental para que esse cenário mude, faça a sua parte, a pandemia não acabou muito pelo contrário, ela se agravou nos últimos dias.

Evite aglomerações, use a máscara corretamente, lave as mãos com frequência e se puder fique em casa.

Para denúncias ligue 190

Fonte: Comitê de enfrentamento ao Coronavírus

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Casa ocupada por usuários de drogas pega fogo duas vezes seguidas em Tangará da Serra
Continue lendo

Barra do Bugres

Kit Tecnológico para os Professores e Profissionais da Rede Municipal de Educação de Barra do Bugres JÁ!!!

Publicados

em

DINHEIRO DA EDUCAÇÃO NA EDUCAÇÃO:

Os 224 Professores, 29 profissionais Técnicos de Desenvolvimento Infantil, 27 Diretores e Coordenadores das escolas da Rede Municipal de Educação de Barra do Bugres que estão atuando durante a pandemia ao longo de 2021, deveriam receber incentivos do Poder Público para a compra de um Kit Tecnológico com o objetivo de aprimorar o processo de ensino e aprendizagem.

Compactuamos com a proposição dos nobres vereadores: Prof. Lennon Corezomaé e Profa. Cleide Rodrigues de Oliveira, na qual destacam ser preciso valorizar os profissionais da Educação. “Para isso é necessário que os professores tenham aparelhos tecnológicos atuais para que possam produzir vídeo aulas, pesquisar por conteúdos didáticos, baixar programas para elaboração das aulas, entre outros benefícios que vão resultar na qualidade de ensino e de aprendizagem dos alunos”. Vereador Prof. Lennon Corezomaé.

EXEMPLOS A SEREM SEGUIDOS

O governo do Estado de Mato Grosso repassou no dia 31/03/2021, o dinheiro para a compra de computadores portáteis para 15.935 professores efetivos e contratados da rede estadual de ensino. O valor de R$ 3.500 foi depositado diretamente na conta dos servidores, que ficarão responsáveis pela aquisição dos notebooks. http://www.mt.gov.br/-/16790853-governo-de-mato-grosso-deposita-recurso-na-conta-de-professores-para-compra-de-notebooks

Diversas outras Secretarias Municipais de Educação (como é o caso de Matupá/MT) seguiram o exemplo da SEDUC e elaboraram os projetos para aprovação da Câmara Municipal, (é necessário criar uma lei de incentivo pelos vereadores) com o intuito de destinar recursos da Educação para comprar notebooks e distribuir aos professores da rede municipal para ministrar aulas online nesse momento crítico de Pandemia.

VALOR DO INVESTIMENTO

Sugerimos que o Kit Tecnológico contemple os 280 Profissionais da Educação do município de Barra do Bugres, com os seguintes equipamentos:

1 notebook no valor de R$ 3.5000,00

1 Webcam no valor de R$500,00

1 pacote de internet banda larga no valor de R$100,00 durante 12 meses;

Valor total do Kit Tecnológico para cada um dos 280 Profissionais da Educação do município de Barra do Bugres no valor de R$5.200,00

Valor Total do Investimento pela SMEC: R$5.200,00 x 280 = R$1.456.000,00 (Um milhão, quatrocentos e cinquenta e seis mil reais)

Agora a questão principal é: A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Barra do Bugres tem condições financeiras para esse investimento?

ORIGEM DOS RECURSOS

Conforme Relatório Bimestral (janeiro e fevereiro de 2021) da Tesouraria da Prefeitura Municipal de Barra do Bugres disponibilizado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso do dia 31 de Marco de 2021 • ANO XVI | N° 3.698. Páginas 89 – 91. Disponível em:  https://diariomunicipal.org/mt/amm/edicoes/ foi possível percebermos que a SMEC não está aplicando o percentual mínimo de 25% (vinte e cinco por cento) em despesas obrigatórias com a educação.

Nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, a Prefeitura Municipal de Barra do Bugres arrecadou (RECEITAS) R$15.358.080,50 (Quinze milhões, trezentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos) e teve despesas (Pagamentos) R$11.001.133,94, (onze milhões, um mil cento e trinta e três reais e noventa centavos) resultando em um SUPERÁVIT de R$4.356.946,56.

Como a RECEITA no Bimestre (janeiro e fevereiro de 2021) foi de R$15.358.080,50 (Quinze milhões, trezentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos) e considerando que destes 25% devem ser investidos na Educação Municipal, o que equivale a R$ 3.839.520,12 (três milhões, oitocentos e trinta e nove mil quinhentos e vinte reais e doze centavos), constatamos que:

  • Foram gastos nesse período somente: R$2.323.478,45 (Dois milhões, trezentos e vinte e três mil quatrocentos e setenta e oito reais e quarenta e cinco centavos) o que equivale um percentual de 15,12% (um pouco mais de 15%). Uma diferença de R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil, quarenta e um reais e sessenta e sete centavos), que equivale a 9,88% que não foram investidos na EDUCAÇÃO.
  • Agora, considerando somente as despesas (PAGAMENTOS) da gestão no bimestre (meses de janeiro e fevereiro de 2021), que foi de R$11.001.133,94 (onze milhões, um mil cento e trinta e três reais e noventa centavos) constatamos um SUPERÁVIT de R$4.356.946,56 (Quatro milhões, trezentos e cinquenta e seis mil, novecentos e quarenta e seis reais e cinquenta e seis centavos). Além disso, percebemos que de todas as despesas públicas, apenas 21% foram destinadas a EDUCAÇÃO, o que comprova mais uma vez que existem, sim, recursos para a atual administração atender o pedido dos profissionais da Educação municipal.

Como foi constatado que o Município de Barra do Bugres deixou de empregar R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil e quarenta e um reais e sessenta e sete centavos), na Educação, notadamente a receita determinada no artigo 212, da Constituição Federal, bem como no artigo 149º, inciso II, da Lei Orgânica Municipal de Barra do Bugres “O Município aplicará no mínimo 25% (vinte e cinco por cento) de sua receita resultante do imposto, inclusive a proveniente da transferência na manutenção e desenvolvimento da educação facultando ao Conselho Deliberativo Escolar, autonomia para verificação destes recursos”.

Considerando a arrecadação do município de Barra do Bugres nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, e a obrigação constitucional de aplicação dos 25% em Educação (como complemento de investimento em educação), será inexplicável o não atendimento à presente reinvindicação dos profissionais da Educação.

CONSIDERAÇÕES

Como a SMEC deixou de investir nos meses de janeiro e fevereiro de 2021 um montante de R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil e quarenta e um reais e sessenta e sete centavos) e como os 280 Kits Tecnológicos para os profissionais da educação municipal daria um montante de R$1.456.000,00 (Um milhão quatrocentos e cinquenta e seis mil reais) concluímos que: É POSSÍVEL ADQUIRIR OS 280 KITS TECNOLÓGICOS e utilizar os 25% dos recursos da EDUCAÇÃO na EDUCAÇÃO para melhorar as condições de trabalhos dos seus profissionais, bem como de aprendizagem dos nossos alunos.

Autores: Professores Márcio Urel Rodrigues e Andréia Urel Rodrigues

 

Veja Também:  Tarifa de água será reajustada em 3,22% a partir de fevereiro em Tangará da Serra

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana