conecte-se conosco


Mato Grosso

Desembargadora Nilza elogia desempenho de digitalizadores surdos que atuam no Tribunal

Publicados

em

Debater políticas públicas voltadas para a construção de um Estado adequado no acolhimento e desenvolvimento de pessoas surdas foi o objetivo principal do “I Congresso Estadual Sobre a Lei de Libras: nestes 20 anos, o que realmente mudou?”. O evento promovido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, no Plenário das Deliberações Renê Barbour, contou com a participação da desembargadora Nilza Maria Pôssas de Carvalho, coordenadora da Comissão de Acessibilidade e Inclusão no âmbito do Poder Judiciário de Mato Grosso.
 
“Tenho muito orgulho do trabalho de inclusão de pessoas surdas que o Tribunal de Justiça, através do Departamento Judiciário Auxiliar (Dejaux) e da secretaria auxiliar da Vice-Presidência, decidiu, por meio de convênio, contratar 40 colaboradoras e colaboradores surdas e surdos para digitalização de processos físicos. Eles vem fazendo um trabalho brilhante, concentrado e com muita eficiência”, elogiou a desembargadora. “Queremos dar exemplo para que a sociedade, não só o setor público, mas o setor privado também, olhe para os surdos como pessoas capazes de desenvolver excelentes trabalhos”, completou.
 
A desembargadora lembrou que o Tribunal tem ofertado cursos de Libras para servidores e servidoras tanto do Segundo Grau quanto das Comarcas do interior para ampliar a inclusão desse público. “Também oferecemos curso de segurança para que os surdos evitem situações em que possam ser importunados por infratores da lei”, citou.
 
Os palestrantes foram: Paulo André Martins Bulhões, diretor geral do Instituto Nacional de Educação de Surdos; Tiago Codogno Bezerra, professor de libras para surdos; Carlos Junior, professor de surdocego; Tais Paula, superintendência estadual de Promoção e Articulação das Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência – Casa Civil/MT; Pe. Wilson Czaia, padre surdo; Crisiane Nunes Bez Batti, ex-diretora de Políticas de Educação Bilíngue de Surdos do MEC, e Carlina Jacob, Ex-secretária de Cultura, Esporte e Turismo de Cuiabá.
O evento ocorreu dia 03 de junho.
 
 
Leia no link abaixo matéria sobre o assunto
 
Esta matéria possui recursos de texto alternativo para promover a inclusão das pessoas com deficiência visual. Descrição das imagens: Foto horizontal colorida da mesa de autoridades. O deputado Wilson Santos está sentado no centro e usa microfone para falar com os participantes do Congresso e a desembargadora Nilza está sentada ao lado. Ela usa máscara facial branca e terno rosa. Na frente do dispositivo há um banner com o nome do congresso.
 
Alcione dos Anjos/ Fotos ALMT
Coordenadoria de Comunicação da Presidência TJMT
 
 

Comentários Facebook
Veja Também:  Terça-feira (22): Mato Grosso registra 698.159 casos e 14.682 óbitos por Covid-19
Propaganda

Mato Grosso

Justiça Comunitária: Jaciara fecha junho com 1.500 atendimentos e entrega de cestas em Dom Aquino

Publicados

em

Por

A Justiça Comunitária da Comarca de Jaciara (a 144 km ao sul de Cuiabá) encerrou o mês de junho com 1.500 atendimentos realizados, contemplando cerca de 900 pessoas com diversos serviços sociais, entre os quais consultas oftalmológicas em parceria com o município. No último domingo (03), os agentes da JC entregaram cestas básicas às famílias carentes da cidade vizinha, Dom Aquino, extrapolando as fronteiras de Jaciara.
 
“Minha equipe não mede esforços para ir ao encontro das pessoas que necessitam de ajuda, seja entregando cestas básicas e cobertores ou os ouvindo, realizando o efetivo encaminhamento aos setores competentes de cada caso em ações de cidadania”, comentou o juiz coordenador da Justiça Comunitária de Jaciara, Ednei Ferreira dos Santos.
 
Para o magistrado, os serviços sociais demonstram a face humana da justiça, com maior aproximação e dignidade aos cidadãos, contribuindo para o bem-estar da sociedade jaciarenses e dos municípios próximos.
 
A gestora que acompanha os trabalhos da JC em Jaciara, Dionaire Vitor, explica que durante todo ano a equipe está em ação e atende os cidadãos com dignidade e respeito, cumprindo o objetivo da Justiça Comunitária, criada para atender aos anseios dos menos favorecidos.
 
Justiça Comunitária – Em Mato Grosso, a Justiça Comunitária foi criada por meio da Lei Estadual nº 8.161/04, com objetivo de informar o cidadão sobre os direitos e aproximá-lo da solução dos problemas. O agente de Justiça e Cidadania realiza o atendimento, por meio de uma conversa informal, sem palavras técnicas complicadas e depois orienta e encaminha o cidadão para os órgãos competentes.
 
É um serviço do Poder Judiciário, totalmente gratuito e sem burocracia. A coordenação estadual é feita pelo juiz José Antônio Bezerra Filho. No Estado todo 100 agentes de Justiça e Cidadania atuam distribuídos em 20 Comarcas: Alto Araguaia, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Chapada dos Guimarães, Diamantino, Jaciara, Lucas do Rio Verde, Mirassol D’oeste, Paranatinga, Poconé, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sorriso, Tangará da Serra, Várzea Grande, Vila Bela da Santíssima Trindade e Cuiabá.
 
Para outras informações entre em contato da Justiça Comunitária de Jaciara pelo telefone (66) 3461- 2464 ramal 219.
 
Alcione dos Anjos
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Veja Também:  Mato Grosso recebe mais 104 mil doses da vacina contra Influenza

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil prende em flagrante homem por tentativa de feminicídio em Mirassol D’Oeste

Publicados

em

Por

Um homem que desferiu pauladas na mulher, no município de Mirassol D’Oeste, região Oste do Estado, foi preso pela Polícia Civil, nesta terça-feira (05.07), logo após a vítima dar entrada na unidade hospitalar da cidade.

O suspeito de 34 anos e com várias passagens por violência doméstica, foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio). Ele é acusado de atingir e lesionar a região da cabeça da vítima.

As diligências iniciaram assim que a Delegacia de Polícia tomou conhecimento sobre uma mulher, levada para o hospital com ferimento na cabeça e lesão no crânio, causados por arma contundente

A vítima de 45 anos relatou que estava com o suspeito e alguns amigos na praça central, bebendo, quando o namorado a agrediu usando um pedaço de pau. Segundo apurado, o casal possui histórico de violência doméstica.

Diante dos fatos os policiais civis realizaram diligências e localizaram o agressor. Na abordagem, o mesmo negou as agressões, bem como apresentava visível estado de embriaguez.

O suspeito foi conduzido até a Delegacia de Polícia, interrogado e autuado em flagrante por tentativa de feminicídio. O delegado Matheus Prates, representou pela conversão do flagrante em prisão preventiva, ficando o preso à disposição da Justiça.

Veja Também:  Rede de Ouvidorias atende mais de 70 mil demandas em três anos

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana