conecte-se conosco


Saúde

DF registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

Publicados

em

O Distrito Federal registrou o primeiro caso suspeito do vírus monkeybox, também conhecido como varíola dos macacos, confirmou hoje (21) a Secretaria de Saúde do DF (SES-DF). Em nota, o órgão informou que o paciente é do sexo masculino entre 20 e 29 anos.

A SES-DF também informou que investiga um caso de hepatite de origem desconhecida em uma criança na faixa etária de 5 a 9 anos. Segundo a nota, a criança está em bom estado de saúde e fazendo acompanhamento ambulatorial.

Os dois casos foram notificados ao Ministério da Saúde. De acordo com a Secretaria de Saúde, os pacientes estão sendo monitorados até que saiam os resultados dos exames de laboratório.

De acordo com a nota da SES-DF, a rede de saúde do Distrito Federal está preparada para lidar com a varíola dos macacos. Assim que os primeiros casos foram registrados no Brasil, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) do DF emitiu um alerta epidemiológico às unidades de atenção primária e hospitalar das redes públicas e privada da capital federal.

Veja Também:  “Precisamos salvar vidas sem arruinar vidas”, afirma Mendes

Casos confirmados

Até agora, existem nove casos do vírus monkeypox confirmados no país. O mais recente foi a infecção de um homem de 27 anos que está no estado de São Paulo.

Do total de casos confirmados no Brasil, cinco foram em São Paulo, dois no Rio Grande do Sul e dois no Rio de Janeiro. 

Endemia

No sábado (18), a Organização Mundial de Saúde (OMS) informou que deixaria de tratar de forma diferenciada os casos em países onde a doença é considerada endêmica, ou seja, com circulação o ano inteiro, e os demais países.

A varíola dos macacos era considerada endêmica em países da África Central e da África Ocidental, mas nos últimos meses houve relatos da doença em diversos outros países não endêmicos, especialmente na Europa, que já responde por 84% dos casos notificados, segundo a OMS.

Entre 1º de janeiro e 15 de junho deste ano, a OMS foi notificada sobre 2.103 casos confirmados da varíola do macaco, em 42 países, assim como um caso provável e uma morte.

Veja Também:  Vacinação é prioridade para o controle da pandemia, diz Fiocruz

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Casos suspeitos de varíola dos macacos sobem para 49 no estado do Rio

Publicados

em

Por

A Secretaria de Saúde do Rio informou há pouco que, até este domingo (3), o número de casos suspeitos de varíola dos macacos (monkeypox) notificados no estado subiu para 49. Até a última sexta-feira (1º), eram 39 casos notificados da doença.

Dos 49 casos, 16 foram confirmados, sendo dez pacientes no município do Rio, incluindo o que veio de Londres, Inglaterra, para a capital; três em Maricá, na Região dos Lagos; um em Queimados, residente em Portugal, e um em Nova Iguaçu, ambos municípios da Baixada Fluminense; e um em Niterói, região metropolitana do Rio, que veio da Inglaterra. Dez casos seguem em investigação e 23 foram descartados.

Os casos confirmados e suspeitos são monitorados diariamente pela Secretaria de Saúde e pelas equipes de Vigilância em Saúde dos municípios, informou o órgão, por meio da assessoria de imprensa.

A secretaria lembrou, entretanto, que embora a doença tenha sido identificada pela primeira vez em macacos, o surto atual não tem relação com esses animais. 

Edição: Graça Adjuto

Veja Também:  Vacinação é prioridade para o controle da pandemia, diz Fiocruz

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Brasil registra 18,5 mil novos casos e 53 mortes por covid-19

Publicados

em

Por

O Ministério da Saúde divulgou hoje (3) novos números sobre a pandemia de covid-19 no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil registrou, em 24 horas, 18,5 mil novos casos e 53 mortes. 

Desde o início da pandemia, o país acumula 32,4 milhões de casos confirmados da doença e 671,9 mil mortes. Os casos de recuperados somam 30,9 milhões (95,1% dos casos). 

O estado de São Paulo tem o maior número de casos acumulados – 5,7 milhões – e 171 mil óbitos. Em seguida estão Minas Gerais (3,6 milhões de casos e 62,1 mil mortes); Paraná (2,6 milhões de casos e 43,8 mil óbitos) e Rio Grande do Sul (2,5 milhões de casos e 40 mil óbitos). 

De acordo com o levantamento, os estados do Maranhão, de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal não atualizaram hoje as informações sobre os números de óbitos em relação à última divulgação. 

Vacinação 

Segundo o Ministério da Saúde, 450 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas, sendo 177 milhões (primeira dose); 157 milhões (segunda dose), além de 94 milhões (dose de reforço) e 10 milhões (segunda dose de reforço). 

Boletim Epidemiológico Boletim Epidemiológico

Boletim Epidemiológico – 03/07/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Veja Também:  Conselho de Saúde adere a campanha de sensibilização sobre hanseníase

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana