conecte-se conosco


Mato Grosso

Dia especial aborda viabilidade econômica e ambiental para agricultores

Publicados

em

Produtores rurais do município de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte de Cuiabá), integrantes do Projeto Rural Sustentável e estudantes participaram do Dia Especial sobre Sistema Integração Lavoura Pecuária (ILPF). O evento foi dividido em duas etapas. No período da manhã foram realizadas palestras sobre recuperação de pastagem e sistemas agroflorestais, na Câmara Municipal. De tarde, os participantes visitaram a Fazenda Gamada para conhecer a viabilidade econômica e ambiental do Sistema.

A técnica agropecuária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Pamella Rúbio, fala que os produtores receberam informações sobre atividades sustentáveis e como aumentar a produtividade na área já existente. O técnico agropecuário da Empaer, Cleverson Braz Mateus, proferiu palestra sobre a recuperação de pastagem enfocando variedades e técnicas a serem feitas desde a coleta de solo para análise laboratorial, germinação, resistência a pragas e doenças, manejos e outros.

O analista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Diego Barbosa Alves Antônio, destacou em sua palestra os sistemas agroflorestais, a melhor posição para o plantio das árvores com o objetivo de gerar sombreamento na pastagem e melhoramento nutricional do solo, além de fornecer alimentação para o gado. Segundo o analista, o ILP consiste na diversificação da produção, possibilitando o aumento da eficiência na utilização dos recursos naturais, a preservação do meio ambiente, a estabilidade de produção e a renda do produtor.

Veja Também:  MT está preocupado com a saúde e cuidando do dinheiro público, diz governador

Na Fazenda Gamada, numa área de 100 hectares, foi implantada uma Unidade de Referencia Tecnológica (URT) com o Sistema Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF), pela Embrapa Agrossilvipastoril. Conforme Diego, o Sistema Integração já ajudou a recuperar as pastagens e  está fornecendo madeira para produção de cercas e para abastecer o forno do secador de grãos.

 A Fazenda pertence ao produtor rural Mário Wolf Filho. Durante a visita os participantes foram recepcionados pela pesquisadora e responsável pelos projetos da fazenda, Dheyme Bolson, que relatou as fases de implantação do sistema que trouxe viabilidade econômica e sustentabilidade com o aumento na quantidade de bovinos por hectare.

A técnica Pamella destacou que a fazenda é considerada modelo na região e que abriu as portas para os agricultores familiares conhecerem de perto a integração lavoura e pecuária de forma sustentável. O evento contou com a participação de 41 produtores.

Parceria BID

O Projeto Rural Sustentável é fruto de uma parceria entre o governo do Reino Unido, o governo do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Esta Cooperação Técnica é financiada pelo Fundo Internacional para o Clima (International Climate Fund – ICF) do Ministério da Agricultura, da Alimentação, da Pesca e dos Assuntos Rurais do Governo Britânico (Defra), tendo como beneficiário o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Veja Também:  Campanha Nacional de Vacinação tem início nesta quarta-feira (10)

A Empaer é uma entidade cadastrada no projeto e já contribuiu com a recuperação e reforma de mais de mil hectares de áreas de pastagens degradadas nos municípios de Juína (735 km a Noroeste de Cuiabá) e Nova Canaã do Norte. O projeto conta com a participação de 57 produtores rurais que recebem um subsídio ou premiação no valor de R$ 500,00 por hectare, para compra de calcário, adubo e sementes.

 O trabalho de recuperação foi iniciado no mês de setembro de 2017, e já foram recuperados 1.007 hectares, o que representa em torno de 80% das áreas de pastagens nos municípios.  Essa tecnologia aplicada tem como objetivo reverter a área com a melhoria da pastagem, aumentar o número de animais no pasto e, conseqüentemente, melhorar a rentabilidade do agricultor.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Vereador Bruno Rios é eleito à presidência da UCMMAT

Publicados

em

O vereador por Várzea Grande Bruno Rios (PSB) foi eleito para presidir a União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso (UCMMAT), nesta quarta-feira (24). O saldo de votos a favor do parlamentar foi de 311 votos, contra 298 do vereador de Vila Bela da Santíssima Trindade (a 521 km de Cuiabá) Edicley Coelho (SD). Bruno Rios comandará a entidade durante o biênio 2021-2022.

Participaram da eleição vereadores de 79 municípios matogrossenses. Somente no período da manhã, mais de 500 parlamentares depositaram votos nas urnas. O pleito teve início às 8h e se estendeu até as 17h.

O vereador Edicley Coelho (SD), de Vila Bela da Santíssima Trindade, tentava se reeleger com o apoio de lideranças fortes, sobretudo no MDB.

Estavam na campanha pelo parlamentar a deputada estadual Janaína Riva (MDB), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) e o presidente da Câmara de Vereadores da Capital, Juca do Guaraná Filho (MDB).

Já o vereador por Várzea Grande, Bruno Rios (PSB) tinha a candidatura articulada pelo recém-eleito presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Max Russi (PSB) e do líder do governo no Legislativo, o deputado Dilmar Dal Bosco (DEM).

Leia Também:  Treze municípios estão com alto risco de contaminação pela Covid-19

UCMMAT

A UCMMAT foi registrada sob o no. 3.205, com Protocolo no. 155.950, em 18/02/1991 e era, na época, denominada UVEMAT- União das Câmaras e Vereadores do Estado de Mato Grosso. Em 15/02/1995, alterou-se sua denominação para União das Câmaras Municipais do Estado de Mato Grosso- UCMAT; e no dia 15/10/2001 alterou-se a sigla da Entidade para UCMMAT, que é a sigla utilizada atualmente.

A UCMMAT está instalada em uma nova sede, que foi inaugurada em 12/04/2004, na cidade de Cuiabá – MT, situada à rua Joaquim Murtinho, 1713 – Centro Sul. A antiga sede, também em Cuiabá, localizava-se na av. João Gomes Sobrinho, 1299 – Bairro Lixeira.

A missão do site da UCMMAT é divulgar seus serviços, auxiliando a ação do Legislador Municipal. Seu campo de atuação está voltada às questões de administração pública, finanças municipais e Processo Legislativo Municipal no Estado de Mato Grosso e legislação.

Fonte: Hipernoticias (Com Assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Escola da Arena Pantanal comemora 300 anos de Cuiabá com evento na quarta-feira (10)
Continue lendo

Mato Grosso

Governador prorroga novamente o vencimento do IPVA em Mato Grosso; confira as datas

Publicados

em

Medida visa minimizar o impacto econômico causado aos mato-grossenses pela pandemia

Lucas Rodrigues | Secom-MT

O governador Mauro Mendes, que prorrogou vencimento do IPVA – Foto por: Christiano Antonucci

O governador Mauro Mendes prorrogou novamente as datas para o vencimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao ano de 2021.

O decreto prevê o vencimento apenas em julho para as placas de 1 a 4. Já as placas de 5 a 7 têm o vencimento adiado para agosto, enquanto veículos de placas 8, 9 e 0 poderão pagar o imposto no mês de setembro. Também ficam mantidos os descontos nos pagamentos em cota única e opções de parcelamento.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (24.02) e será publicada no Diário Oficial, estendendo a prorrogação que foi feita também em 2020. O calendário original do IPVA 2021, que previa o vencimento a partir de janeiro deste ano, já havia sido prorrogado para março.

Porém, de acordo com o governador, o impacto causado pelo coronavírus no estado continua a causar transtornos financeiros aos mato-grossenses e, por isso, o vencimento do imposto ficará para o segundo semestre.

“É mais uma medida que o Governo está tomando para poder minimizar o impacto dessa perturbação da atividade econômica causada pela pandemia. É um fôlego para as empresas, profissionais e cidadãos que precisam pagar esse imposto”, afirmou.

Confira o calendário:

FINAL DA PLACA DO VEÍCULO PAGAMENTO EM COTA ÚNICA (DESCONTO DE 5% PAGAMENTO EM COTA ÚNICA (SEM DESCONTO) PAGAMENTO DA 1ª DE ATÉ 6 COTAS (SEM DESCONTO) PAGAMENTO INTEGRAL COM ACRÉSCIMOS (CORREÇÃO MONETÁRIA, JUROS E MULTAS)
1, 2, 3 E 4 ATÉ 09/07/2021 ATÉ 30/07/2021 ATÉ 6 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 30/07/2021 APÓS 30/07/2021
5, 6 E 7 ATÉ 10/08/2021 ATÉ 31/08/2021 ATÉ 5 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 31/08/2021 APÓS 31/08/2021
8, 9 E 0 ATÉ 10/09/2021 ATÉ 30/09/2021 ATÉ 4 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 30/09/2021

APÓS 30/09/2021

Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Renovação da concessão da Malha Paulista garante expansão da ferrovia em MT
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana