conecte-se conosco


Saúde

Dois casos suspeitos de coronavírus são descartados em MT

Publicados

em

Centro de Operações nacional descartou os casos dos municípios de Nova Mutum e Sinop; atualmente, há seis casos suspeitos em Mato Grosso.

Ana Lazarini | SES-MT

Reunião no LACEN-MT Sobre o projeto ZIBRA – Foto por: Tchélo Figueiredo – Secom/MT

Reunião no LACEN-MT Sobre o projeto ZIBRA

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio do Centro de Operações de Emergência em Saúde de Mato Grosso (COE-MT), atualizou a situação dos casos suspeitos de coronavírus no estado. De acordo com nota técnica divulgada na tarde desta terça-feira (03), atualmente, há seis casos que levantam suspeita em território mato-grossense.

O documento informa que o COE nacional descartou os casos dos municípios de Nova Mutum e Sinop por não preencherem a definição necessária para COVID-19; porém, as situações continuam em investigação de Síndrome Gripal (SG).

Em Mato Grosso, os seis casos considerados suspeitos do Covid-19 estão em Glória D’Oeste (2), Alto Taquari (1), Sorriso (1) e Cuiabá (2). Os pacientes apresentam sintomas relativos à doença respiratória e possuem histórico de viagem para países onde há a circulação do novo vírus.

Ainda conforme a nota, os casos que tiveram seus exames processados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen-MT) – e os resultados que foram negativos para os vírus respiratórios disponíveis no painel – já se encontram no laboratório de referência nacional para testagem.

Veja Também:  Socioeducativo terá visitas a cada 15 dias e restrição de um visitante para cada interno

De acordo com o setor estadual de Vigilância Epidemiológica, os números estão sendo gradativamente atualizados no sistema do Ministério da Saúde – que, até o momento, contabiliza cinco casos suspeitos de Covid-19 em Mato Grosso, 433 suspeitas no Brasil e 2 confirmações em São Paulo.

Aumento de casos suspeitos

O Ministério da Saúde já confirmou dois casos de Covid-19 no Brasil. Diante da ampliação dos países com transmissão local e a confirmação dos primeiros casos no Brasil, Mato Grosso passou a identificar possíveis casos suspeitos e o Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública ampliou a ação de monitoramento no estado.

Este acompanhamento ocorre na rotina dos serviços do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), que divulgará as atualizações diárias do monitoramento do Covid-19. Essas informações são relativas ao período das 12h do dia anterior até as 12h do dia da publicação.

Recomendações

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Veja Também:  A importância de carboidratos e gorduras na dieta de um atleta

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

·     Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

·     Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;

·     Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

·     Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

·     Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

·     Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

·     Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

·     Manter os ambientes bem ventilados;

·     Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;

·     Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Em anexo, acesse à Nota Técnica da SES.

  • Nota Informativa Coronavírus
Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Terça-feira (27): Mato Grosso registra 356.629 casos e 9.631 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Há 513 internações em UTIs públicas e 363 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 91% para UTIs adulto e em 44% para enfermarias

Rose Velasco | SES-MT

Um total de 312.774 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) – Foto por: Tchélo Figueiredo

Um total de 312.774 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (27.04), 356.629 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.631 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.543 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 356.629 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.888 estão em isolamento domiciliar e 336.385 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 513 internações em UTIs públicas e 363 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 91,94% para UTIs adulto e em 44% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (75.611), Rondonópolis (26.392), Várzea Grande (23.904), Sinop (18.772), Sorriso (12.566), Tangará da Serra (11.699), Lucas do Rio Verde (11.266), Primavera do Leste (9.992), Cáceres (7.591) e Alta Floresta (6.819).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 312.774 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 902 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na segunda-feira (26), o Governo Federal confirmou o total de 14.369.423 casos da Covid-19 no Brasil e 391.936 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 14.340.787 casos da Covid-19 no Brasil e 390.797 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta terça-feira (27).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Secretaria Adjunta de Comunicação (Secom)

 

Veja Também:  Confira o ranking dos municípios em MT que lideram os casos suspeitos de coronavírus

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Quinta-feira (15): Mato Grosso registra 338.597 casos e 8.937 óbitos por Covid-19

Publicados

em

Há 523 internações em UTIs públicas e 459 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias

Fernanda Nazário | SES-MT

Foram notificadas 2.297 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado – Foto por: Tchélo Figueiredo – Secom/MT

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (15.04), 338.597 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.937 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 2.297 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 338.597 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 11.974 estão em isolamento domiciliar e 315.641 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 523 internações em UTIs públicas e 459 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,21% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (72.045), Rondonópolis (25.253), Várzea Grande (21.937), Sinop (17.413), Sorriso (12.243), Tangará da Serra (11.338), Lucas do Rio Verde (10.948), Primavera do Leste (9.741), Cáceres (7.298) e Alta Floresta (6.473).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.  

O documento ainda aponta que um total de 300.194 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 691 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (14), o Governo Federal confirmou o total de 13.673.507 casos da Covid-19 no Brasil e 361.884 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.599.994 casos da Covid-19 no Brasil e 358.425 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (15).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: Assessoria

 

Veja Também:  Médico alerta mulheres sobre os riscos da infecção urinária

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana