conecte-se conosco


Barra do Bugres

Dois indígenas são eleitos vereadores em Mato Grosso

Publicados

em

Safira Campos

page_indígenas_vereadores.jpg

Dois indígenas foram eleitos vereadores em municípios de Mato Grosso neste domingo (15). São eles Leonardo Xavante (PV), em Santo Antônio do Leste (277 km de Cuiabá), e Lennon Corezomae (Podemos), em Barra do Bugres (129 km de Cuiabá). O feito tem sido comemorado por lideranças indígenas como Sônia Guajajara e pela Campanha Indígena, ação criada este ano com objetivo de fortalecer candidaturas deste tipo.

Filiado ao Partido Verde, Leonardo Xavante foi o terceiro candidato mais votado de Santo Antônio do Leste. Natural de Jataí (GO), Leonardo vive desde a morte do pai, em 2013, na aldeia Água Limpa. De acordo com o vereador, o interesse pela política surgiu após a morte do pai, que também atuava como liderança indígena. “Entre 2013 e 2016, comecei a ganhar cada vez mais consciência de que a política é uma ferramenta importantíssima para fortalecer a busca dos direitos indígenas e da natureza”, disse.

Veja Também:  Polícia Militar prende mulher que matou marido com pedaço de madeira

Já Lennon Corezomae é da aldeia Pindará, do povo Guajajara, que possui aldeias também no Maranhão. Ele é mestre em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) e professor de educação física da rede municipal de ensino de Barra do Bugres. Filiado a um partido de direita, o Podemos, Leonon afirma que suas frentes de trabalho são voltadas a promover a autonomia das aldeias indígenas. As propostas estão relacionadas ao incentivo ao turismo, ao repasse do ICMS ecológico às aldeias, e à possibilidade de desenvolver projetos de agricultura de larga escala no território indígena.

Nas redes sociais, a ação ‘Campanha Indígena’, trabalhou na divulgação de candidaturas dessa natureza em todo o Brasil. O objetivo foi ajudar, de maneira suprapartidária, a ampliação da representação dos povos originários nos Poderes Executivo e Legislativo do país. O questionamento sobre candidatos indígenas filiados a partidos de direita ganhou destaque nas discussões nas redes sociais.

“A realidade da política partidária sobretudo em milhares de municípios espalhados pelo país é bem distinta dos contextos das grandes capitais. Muitas alianças locais podem ter contextos diversos às visões políticas partidárias em âmbito nacional. Pela Campanha Indígena queremos construir uma caminhada com passos cada vez mais firmes e sentimos a necessidade de não restringir a participação de candidatos pela legenda partidária, mas sim pela trajetória da liderança na defesa dos direitos indígenas e do reconhecimento dessas candidaturas pelos povos”, afirmaram os organizadores da iniciativa.

Veja Também:  Polícia faz mega operação em Tangará, cumpre mandados de prisão e faz apreensões de drogas e cerca de R$ 100 mil

Fonte? Preto no Branco

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Vereador Subtenente Marivaldo faz um resumo do seu primeiro semestre no Legislativo Barrabugrense

Publicados

em

Exercer a vereança é algo novo e desafiador em minha vida. Mesmo convivendo grande parte da minha vida no meio social, devido aos serviços prestados à Polícia Militar. Vi durante muito tempo a necessidade do povo de receber uma saúde, educação, segurança e princípios básicos e necessários para a sobrevivência e atualmente, meu mandato busca levar isso aos cidadãos barrabugrenses.

 

O cotidiano não é fácil, no entanto me desdobro para chegar em todos os lugares. Assim, já visitei todos os distritos e comunidades rurais, buscando e acompanhando melhorias realizadas pelo executivo, bem como realizando indicações para algumas ocasiões.

 

Dentro do município, me fiz presente em vários espaços, ouvindo os moradores, de forma que meu mandato seja construído de forma democrática e de participação popular. Desse modo, busquei incansavelmente melhorias aos bairros mais afastados. Além disso, busquei e continuo na luta para a reativação do nosso hospital, além de parceiras políticas que garantam emendas para ações futuras.

 

Nesses primeiros meses de gestão, encaminhei 18 indicações ao executivo, versando sobre Segurança Pública, Social, Infraestrutura, Saúde, Esporte e Lazer. Além disso, indicamos a necessidade de revisão de impostos, sobretudo a cobrança indevida sobre os microempreendedores individuais; obrigatoriedade de notificação pelo município aos proprietários de terrenos baldios, visando maior cuidado e limpeza; instituir programa de parceria para a construção de calçadas; construção de parque esportivo e campos society; doação de ambulâncias para distritos e comunidades rurais; prorrogação do período de isenção de IPTU aos aposentados entre outras importantes pautas que auxiliam na construção de uma cidade melhor.

 

Veja Também:  Acidente deixa quatro mortos na BR-163 em Diamantino

No mais, continuarei na luta por todos e farei o possível para que Barra do Bugres caminhe para frente e possa oportunizar aos munícipes uma qualidade de vida cada vez maior.

 

Vereador Marivaldo Marcos de Magalhães – MDB

 

Confira umma galeria de fotos de ações do Vereador Subtenente Marivaldo:

Fonte: Assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres

Unemat abre vestibular com notas do Enem dos últimos cinco anos Barra do Bugres tem 6 cursos 

Publicados

em

por Nataniel Zanferrari
A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) divulgou o edital do Processo Seletivo 2021/2, para ingresso no segundo semestre deste ano. Esta edição oferta 2.570 vagas em 62 cursos, distribuídos em 12 municípios do Estado.

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas de 26 de julho a 8 de agosto.

O edital pode ser acessado clicando aqui.

ENEM ANTERIORES

Poderão participar deste Seletivo todos os interessados que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nas edições 2016, 2017, 2018, 2019 ou 2020, e que tenham obtido nota mínima de 200 pontos na Redação da edição apresentada pelo candidato.

No ato da inscrição, o candidato deverá marcar qual opção do curso, câmpus e categoria de cotas ao qual pretende concorrer, além de anexar fotografia e o boletim de desempenho no Enem.

O boletim poderá ser obtido clicando aqui.

Basta informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a senha do candidato.

O processo seletivo terá duas fases: a primeira será o desempenho no Enem, e a segunda será a análise da documentação e o procedimento de verificação.

CURSOS E CÂMPUS

Esta edição apresenta três turmas únicas de oferta especial em Cuiabá: uma turma de bacharelado em Engenharia de Produção Agroindustrial, uma turma de Tecnologia em Gestão Pública e uma turma de Tecnologia em Gestão de Negócios e Inovação.

O curso de Engenharia terá aulas no período noturno de segunda a sexta-feira e no período diurno aos sábados. Já os cursos de Tecnologia serão no período noturno.

Também será ofertado o curso de bacharelado em Agronomia no município de Querência. O curso é em período integral.

Além dos cursos em Cuiabá e Querência, esta edição também oferta cursos em Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra.

COTAS

Além das cotas para alunos oriundos de escolas públicas, dentro das quais estão inseridas cotas para indígenas e para estudantes pretos ou pardos, a Unemat também passou a incluir reserva de vagas para pessoas com deficiência (PCD) a partir do ano passado.

RESULTADO

As inscrições deferidas serão publicadas no dia 9 de agosto, com a divulgação do desempenho preliminar da primeira fase no dia 12 e a divulgação do resultado preliminar da segunda fase no dia 27.

O resultado final será publicado no dia 1º de setembro, com matrículas de 2 a 9 de setembro.

Todas as informações sobre as etapas do Vestibular e seus editais podem ser acessadas em: www.unemat.br/vestibular.

CONFIRA QUAIS SÃO OS NOSSOS CURSOS

– Administração: Diamantino, Juara, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra

– Agronomia: Alta Floresta, Cáceres, Nova Mutum, Nova Xavantina, Querência e Tangará da Serra

– Arquitetura e Urbanismo: Barra do Bugres

– Ciência da Computação: Barra do Bugres e Cáceres

– Ciências Biológicas: Alta Floresta, Cáceres, Nova Xavantina e Tangará da Serra

– Ciências Contábeis: Cáceres, Nova Mutum, Sinop e Tangará da Serra

– Ciências Econômicas: Sinop

– Direito: Alta Floresta, Barra do Bugres, Cáceres, Diamantino e Pontes e Lacerda

– Educação Física: Cáceres e Diamantino

– Enfermagem: Cáceres, Diamantino e Tangará da Serra

– Engenharia Civil: Nova Xavantina, Sinop e Tangará da Serra

– Engenharia de Alimentos: Barra do Bugres

– Engenharia de Produção Agroindustrial: Barra do Bugres e Cuiabá

– Engenharia Elétrica: Sinop

– Engenharia Florestal: Alta Floresta

– Geografia: Cáceres e Sinop

– História: Cáceres

– Jornalismo: Tangará da Serra

– Letras: Cáceres, Pontes e Lacerda, Sinop e Tangará da Serra

– Matemática: Barra do Bugres, Cáceres e Sinop

– Medicina: Cáceres

– Pedagogia: Cáceres, Juara e Sinop

– Sistemas de Informação: Sinop

– Tecnologia em Gestão Pública: Cuiabá

– Tecnologia em Gestão de Negócios e Inovação: Cuiabá

– Turismo: Nova Xavantina

– Zootecnia: Pontes e Lacerda

CONFIRA ONDE ESTÃO NOSSOS CURSOS

– Alta Floresta: Agronomia, Ciências Biológicas, Direito e Engenharia Florestal

– Barra do Bugres: Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Direito, Engenharia de Produção Agroindustrial, Engenharia de Alimentos e Matemática

– Cáceres: Agronomia, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Educação Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina e Pedagogia

– Cuiabá: Engenharia de Produção Agroindustrial, Tecnologia em Gestão Pública e Tecnologia em Gestão de Negócios e Inovação

– Diamantino: Administração, Direito, Educação Física e Enfermagem

– Juara: Administração e Pedagogia

– Nova Mutum: Administração, Agronomia e Ciências Contábeis

– Nova Xavantina: Agronomia, Ciências Biológicas, Engenharia Civil e Turismo

– Pontes e Lacerda: Direito, Letras e Zootecnia

– Querência: Agronomia

– Sinop: Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Sistemas de Informação, Geografia, Letras, Matemática e Pedagogia

– Tangará da Serra: Administração, Agronomia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Enfermagem, Engenharia Civil, Jornalismo e Letras

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Militar prende mulher que matou marido com pedaço de madeira
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana