conecte-se conosco


Mato Grosso

Em 30 dias, 106 pessoas são presas por embriaguez ao volante durante operações de fiscalização

Publicados

em


Uma conduta recorrente vem se destacando durante as ações de fiscalização de trânsito: motoristas flagrados conduzindo veículos sob influência de álcool. Somente no mês de julho, 106 pessoas foram presas por embriaguez ao volante durante as 34 operações de fiscalização de trânsito realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) em parceria com as demais forças de Segurança Pública do Estado. As operações ocorreram nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande e Sorriso.

No momento do teste do bafômetro, o condutor que apresenta índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido é preso, deve pagar multa no valor de R$ 2.934,70, tem a CNH suspensa, além de responder por crime.

“Dirigir sob efeito de álcool é uma conduta grave, causadora de muitos acidentes com mortes ou sequelas. O trânsito exige responsabilidade e cada um precisa fazer a sua parte”, observou a gerente de Fiscalização de Trânsito do Detran-MT, Kelli Lopes Felix.  

Durante as operações do mês de julho foram fiscalizados 2.560 veículos, 1.013 veículos foram autuados e 622 removidos. Também foram realizados 1.066 testes de alcoolemia e 1.484 Autos de Infração de Trânsito confeccionados, sendo 216 por conduzir veículo sob efeito de álcool, crime previsto no artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro. 

Veja Também:  Torneio de Tiro abre programação de aniversário do Gefron

Os flagrantes de pessoas conduzindo veículos sem possuir a CNH também continuam. Foram autuados 310 motoristas inabilitados. Essa é uma infração de trânsito com penalidade de natureza gravíssima no valor de R$ 880,41, prevista no artigo 162, I do Código de Trânsito Brasileiro.

“O trabalho do Detran junto às demais forças de segurança pública é em prol de um trânsito mais seguro para todos. Estamos empenhados diariamente nas ruas realizando ações fiscalizatórias, educativas e preventivas que ajudam a salvar vidas”, completou Kelli.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

TCE-MT adere ao Setembro Verde e reforça debate sobre doação de órgãos

Publicados

em


Clique para ampliar

No Brasil, mais de 45 mil pessoas aguardam por transplante de órgãos sólidos e de tecidos. Por este motivo, o mês de setembro também foi escolhido para a realização da campanha “Seja Doador de Órgãos e Avise sua Família”, lançada para conscientizar sobre a importância da doação, bem como para alertar a população de que a palavra final cabe aos familiares.

Diante deste cenário, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) se une a diversas entidades e adere à campanha batizada como Setembro Verde. O anúncio foi feito pelo presidente do órgão, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, durante a sessão ordinária remota desta terça-feira (21).

“O período é utilizado para massificar a informação de que, para ser um doador, é preciso informar aos familiares sobre a decisão, deixando claro que eles são os responsáveis pelo consentimento após a confirmação de óbito”, explicou Guilherme Maluf, reforçando que um único doador pode salvar até oito pessoas, mas que sem o consentimento da família o procedimento não é realizado.

Veja Também:  FCO disponibiliza R$ 444 milhões em crédito a empresários e produtores de MT

Na oportunidade, o presidente destacou ainda que durante os quase dois anos de pandemia de covid-19, o número de doações por milhão de habitantes caiu para valores bem abaixo da meta necessária para reduzir a mortalidade das pessoas em fila de espera para transplantes.

Como parte da campanha, para reafirmar a importância do assunto e ampliar o debate, a fachada do TCE-MT será iluminada com a cor verde. Além disso, uma campanha de divulgação foi iniciada entre os servidores da instituição, a fim de informá-los sobre a importância do tema. 
 

André Garcia Santana
Secretaria de Comunicação/TCE-MT
E-mail: [email protected]
Flickr: clique aqui

Fonte: TCE MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Aline Figueiredo lança livro sobre João Sebastião

Publicados

em


A animadora cultural e crítica de arte Aline Figueiredo lança nesta quarta-feira (22.09), às 19h no Sesc Arsenal, livro sobre a contribuição de João Sebastião para as artes visuais no Brasil. Além do lançamento da publicação, intitulada “O baú iconográfico de João Sebastião”, a autora oferecerá uma palestra situando o artista e sua obra no contexto da arte mato-grossense e brasileira. A palestra será transmitida pelo Instagram

“Foram muitas as dificuldades para a publicação do livro. Sem auxílio do artista, levantar informações sobre todas as fases de sua obra e localizá-las junto aos seus proprietários foi um capítulo à parte. Por ser uma publicação de arte, a obra requer design gráfico diferenciado, boa produção fotográfica, papel de qualidade, provas de cor, impressão e acabamentos de excelência. Todos os custos são altos e os projetos culturais não disponibilizam recursos suficientes para uma produção desse nível”, explica a editora Maria Teresa Carrión Carracedo, da Entrelinhas.

A homenagem póstuma a João Sebastião como Mestre da Cultura Mato-grossense foi viabilizada em projeto proposto por Aline para a Secretaria de Estado de Cultura Esporte e Lazer de Mato Grosso por meio do edital da Lei Aldir Blanc, contando ainda com a parceria da Entrelinhas Editora.

Aline Figueiredo, que conviveu com João Sebastião desde a década de 1970, adianta: “A pintura de João Sebastião tem a chave de um baú iconográfico a transitar entre o popular e o erudito com uma plástica ao mesmo tempo bruta e sofisticada. Um forte sentimento antropológico recende da obra e reacende a sensibilidade da cultura popular e erudita de brasilidade. João Sebastião pinta tudo junto”.

O livro estava com os textos prontos e imagens selecionadas quando surgiu a oportunidade de Aline Figueiredo apresentar o projeto. “Na sua retina pagã o sagrado e o profano se confundem. No sincretismo religioso da sua pintura estão as festas de santos e seus reis festeiros; as bandeirolas de São João, o Batista; São Sebastião, amarrado e lancetado em troncos de árvores que atestam as ações das motosserras; São Francisco, o protetor dos animais, entre onças, tatus, cobras e lagartos. E sobra também para São Gonçalo, o santo violeiro e casamenteiro das velhas, inclusive faz referências à cerâmica da comunidade de São Gonçalo Beira Rio, berço da história mato-grossense onde a ata de fundação de Cuiabá fora assinada”, revela Aline. 

Veja Também:  Comandante geral da PM se reunirá com lideranças comunitárias da Capital

“O baú iconográfico de João Sebastião” teve a elaboração e coordenação geral de Willian Gama e produção executiva de Amanda Gama, André Balbino Ferreira como o assistente da autora na elaboração do livro, que contou com a assessoria jurídica de Murillo Espínola e Willian Gama. As fotografias das obras e do artista foram realizadas por Aline Figueiredo, Anderson Ortiz, Protásio de Moraes, Ricardo Carracedo e Wers Gravaluz.

Sobre Aline Figueiredo 

Aline Figueiredo (Corumbá, 1946). Crítica de arte, professora de história da Arte, animadora cultural. Revelou vários artistas de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Centro Oeste, contribuindo para a descentralização da arte brasileira. Autora de diversos livros de referência sobre a arte em Mato Grosso e no Centro Oeste brasileiro, com importantes prêmios nacionais. Participou da criação do Museu de Arte e de Cultura popular da UFMT – MACP (1974), cujas atividades muito contribuem para difusão do conhecimento e da atualização da arte brasileira. No último dia 14 deste mês foi homenageada como “Mestre da Cultura Mato-grossense” por projeto do edital da Lei Aldir Blanc proposto à Secel pelo jornalista Rodrigo Vargas, com o lançamento do livro “O propósito de Aline”, pela Entrelinhas Editora, sua biografia, e o Documentário Eu sou capim navalha.

Autora dos livros Artes Plásticas no Centro-Oeste, (Edições UFMT/MACP/Cuiabá/1979), recebe por essa publicação o prêmio Gonzaga Duque, da Associação Brasileira de Críticos de Arte (Rio de Janeiro, 1980); Arte aqui é mato (Edições UFMT/MACP/Cuiabá, 1990); A Propósito do Boi (EDUFMT/Cuiabá, 1994), pelo qual recebe o Prêmio Alejandro José Cabassa, oferecido pela União Brasileira de Escritores (Rio, 1996); “Dalva Maria de Barros – Garimpos da Memória” (Entrelinhas Editora, Cuiabá, 2001), recebendo por essa publicação o Prêmio Sérgio Milliet, da Associação Brasileira de Críticos de Arte, São Paulo, 2002; Organiza juntamente com Humberto Espíndola o catálogo MACP. Animação cultural e inventário do acervo do Museu de Arte e de Cultura Popular da UFMT, Entrelinhas Editora (edição para a UFMT), 2010 (livro indicado ao Prêmio Jabuti, 2011).

Veja Também:  CNJ promove webinário sobre novo Renajud e leilões de automóveis

Participa da Coleção Pensamento Crítico, da Funarte, volume 4, organizado pelo professor Dr. Laudenir Antonio Gonçalves, da UFMT, editado pela Funarte, Rio de Janeiro, 2010, Ministério da Cultura. Obteve o Prêmio Mario de Andrade, conferido pela Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA, pela sua trajetória de Crítica e Animação Cultural, São Paulo, 2013. Em 2014 organiza a coletiva “Percurso” (Magia Propiciatória), realizada no Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso, por ocasião dos seus 40 anos de fundação, mostra essa que reuniu 87 obras de 35 artistas do Estado, obtendo o prêmio Maria Eugênia Franco, da ABCA, em São Paulo, 2015 (destinado a curadoria de exposição). Vem ministrando cursos de história da arte desde 1970, em escolas secundárias, universidades, museus, entre outras instituições culturais.

Serviço

A palestra contará com transmissão ao vivo via “instagram” onde estará disponível por 30 (trinta) dias após o lançamento pela página @culturaenatureza.

link: https://instagram.com/cultura.e.natureza?utm_medium=copy_link.

O que: Lançamento do livro “João Sebastião: Baú iconográfico”, de Aline Figueiredo, pela Entrelinhas Editora, e palestra da autora situando a obra do artista no contexto da arte mato-grossense e brasileira

Onde e quando: No dia 22 de setembro, a partir das 19 horas, no Teatro do Sesc Arsenal, bairro do Porto, em Cuiabá

Willian Gama: (65) 999219022.

Editora Entrelinhas: (65) 98404 2697.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana