conecte-se conosco


Policial

Em um mês, atletas do projeto social da PM ‘Jiu-Jitsu Rotam’ conquistam 29 medalhas em São Paulo

Publicados

em


Onze atletas do projeto social da Polícia Militar ‘Jiu-jitsu Rotam’ conquistaram 20 medalhas, no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo (CBJJE), realizado nos dias 16, 17 e 18 de julho, em São Paulo. Em menos de um mês, os alunos da atendidos pela PM, já conquistaram 29 medalhas, em duas competições diferentes.  

O bom desempenho dos 11 atletas treinados por policiais militares no tatame do CBJJE, é considerado um feito histórico, pois das 20 medalhas conquistadas no competição, 10 são de ouro, cinco de prata e cinco de bronze.  

Com as novas medalhas, os alunos acumulam em menos de um mês, 29 medalhas, já que na última semana de junho, eles trouxeram para Mato Grosso nove medalhas conquistadas no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu Esportivo, também em São Paulo.  

Pela primeira vez, a Rotam conseguiu levar uma grande de atletas do projeto, para lutar fora do Estado. Outro feito foi a participação dos atletas no campeonato nas categorias GI e No GI (com quimono e sem quimono), os levando a conquistar duas medalhas na CBJJE.  

Veja Também:  Bope forma especialistas para patrulhamento em ambiente rural

Dentre os medalhistas estão crianças e adolescentes entre 09 a 17 anos de idade, moradores dos municípios de Várzea Grande e em Cuiabá.   O coordenador do ‘Jiu-Jitsu Rotam’, sargento Roderick Cardoso que acompanhou junto com mais um policial os jovens atletas destaca que os alunos atendidos pela PM, apresentaram um alto nível de rendimento.  

“Essas disputas no CBJJE, exigiram muito preparo físico e emocional dos nossos atletas, a cada desafio, nossos atletas mostraram competência, cada adversário exigia de cada um deles um alto nível técnico, o que foi muito satisfatório e ficamos orgulhosos em fazem destes momentos da vida deles”, conta o sargento e treinador.  

A experiência de viajar para competir e ainda ganhar medalhas no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu, marcou a vida dos atletas, pois para a maioria deles, viajar de avião e desembarcar em São Paulo foi uma experiência inesquecível. 

O comandante do Batalhão Rotam, tenente – coronel Paulo Cesar relata que a viagem para São Paulo foi muito especial para os atletas do projeto social, pois além de entrar em um avião pela primeira vez, eles conheceram a atleta brasileira de MMA do UFC, Amanda Lemos.  

Veja Também:  Homem foi detido com drogas em Alto Paraguai

“Na hora de embarcar, no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, a breve despedida com os familiares, nos emocionou muito. É gratificante fazer parte destes momentos da vida deles e ainda mais satisfatório saber que as famílias confiam na nossa equipe e nos entregam o bem mais precioso deles, que são seus filhos e filhas”, diz o tenente-coronel.  

E o próximo desafio dos atletas do “Jiu –Jitsu Rotam” já está marcado. A próxima competição dos medalhistas será uma outra fase do Campeonato Brasileiro da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ) que ocorre entre 25 de setembro a 03 de outubro, no estado do Rio de Janeiro.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Polícia Civil prende dois suspeitos por ameaça e extorsão por dívida de drogas

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens que ameaçavam uma família por dívida de drogas foram presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (23.07), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima. 

Os suspeitos de 35 e 30 anos, ambos com passagens e condenações por vários crimes, foram autuados em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. 

A Delegacia de Polícia de Jauru recebeu uma denúncia anônima sobre uma pessoa que estava sendo ameaçada gravemente por traficantes cobradores, em razão de uma dívida de drogas. 

De imediato os policiais civis foram até o local no bairro Cohab Branca, onde ao chegarem visualizaram os dois suspeitos na casa da vítima. Na ocasião, os dois homens começaram a se alterar e na frente da equipe disseram que iriam matar a vítima por ter chamado a polícia.

Eles também assumiram que estavam no endereço para cobrar a dívida de drogas, e ainda desferiram socos e chutes contra uma das vítimas. 

Veja Também:  Polícia Federal apreende avião com 111 kg em ouro no aeroporto de Goiânia

A vítima mostrou vários áudios enviados pelos suspeitos por meio de aplicativo de celular. Nas mensagens os autores afirmavam que se a dívida não fosse paga até certo horário, ela morreria. Diante dos fatos os dois suspeitos foram detidos, momento em que tentaram reagir e resistir a ação policial. 

Depois de contidos, eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Jauru, interrogados pela delegada Bruna Caroline Fernandes de Laet, e presos em flagrante pelos crimes de extorsão e desobediência. Após a confecção dos autos os conduzidos foram apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Com 92 testes de alcoolemia realizados, Lei Seca prende 13 pessoas por embriaguez ao volante

Publicados

em


Durante a 28ª edição da Operação Lei Seca, realizada na madrugada deste sábado (24.07), 13 pessoas foram presas por dirigirem veículo sob efeito de álcool, conforme Art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A blitz ocorreu na Av. Isaac Póvoas, no centro, em Cuiabá, e foi concluída com 92 testes de alcoolemia.

Foram lavrados 58 Autos de Infração de Trânsito (AITs). Deste total, 23 foram por conduzir veículo sob efeito de álcool; 13 por recusar-se a realizar o teste de alcoolemia; cinco por conduzir veículo sem possuir CNH; nove por conduzir veículo sem registro ou não licenciado; e oito por outros motivos.

A operação resultou ainda em três Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) de motoristas dirigindo sem habilitação. Foram removidos 38 veículos, sendo 35 carros e três motocicletas, além de 39 veículos autuados.

Os agentes de trânsito e de segurança também recolheram 23 documentos, sendo 21 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e dois Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs).

Veja Também:  Traficantes são presos na Capital com drogas sintéticas que seriam comercializadas no Carnaval

Sob coordenação do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), esta edição da Lei Seca contou com a participação da Polícia Militar (PM-MT), por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTRAN); Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), por meio da Delegacia Especializada de Trânsito (Deletran); Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob); e Sistema Penitenciário.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana