conecte-se conosco


Policial

Empresário suspeito de aplicar golpe em sócia é indiciado por estelionato e falsificação de documento particular

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes de Cuiabá, indiciou um empresário do ramo de mineração pelos crimes de estelionato e falsificação de documento particular, praticados contra a sócia, causando um prejuízo de mais de R$ 1 milhão para a vítima.

As investigações do inquérito policial presidido pelo delegado Pablo Carneiro conseguiram provar que o suspeito adulterou o documento que utilizou para retirar a vítima do quadro societário.

O inquérito policial foi instaurado na Delegacia de Estelionato no mês de abril, para apurar suposto crime de estelionato, após a vítima registrar o boletim de ocorrência, narrando que no ano de 2018 abriu uma sociedade com o suspeito em uma empresa da área de mineração, na qual investiu aproximadamente R$ 1 milhão, entre imóvel, dinheiro e transações financeiras.

Após divergências com o sócio, a vítima decidiu fazer o distrato da sociedade assinando e reconhecendo firma em cartória no mês de setembro de 2021. Na ocasião, o suspeito deveria fazer o mesmo procedimento, porém reteve o distrato, dizendo que só entragaria uma via para a sócia quando o nome dela saísse da sociedade.

Veja Também:  Dois suspeitos de venda de entorpecentes são presos em flagrante com mais de 10 tabletes de maconha em Mirassol d’Oeste

No mês de março de 2022, o suspeito fez uma procuração específica perante a Junta Comercial do Estado de Mato Grosso, colocando a comunicante como outorgante e ele como outorgado, retirando a assinatura do distrato que ela havia assinado e colocando na procuração, falsificando o texto que continua a assinatura e o reconhecimento de firma da vítima.

Após a oitiva de testemunhas somadas a análise pericial ficou comprovado que o suspeito falsificou o documento para retirar a vítima da sociedade empresarial. “O indiciamento do suspeito se deu com base em todos os elementos levantados nas investigações, sendo verificado que o investigado não só praticou o crime de estelionato como também o crime de falsificação de documento particular”, disse o delegado

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Mais de 100 kg de maconha são apreendidos em Barra do Garças

Publicados

em

Na manhã de hoje (19), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 100 kg de maconha.

A ocorrência aconteceu no km 8 da BR 070, em Barra do Garças, quando uma carreta, a qual era conduzida por um homem de 25 anos foi parada para fiscalização.

Questionado sobre a viagem, o condutor do veículo apresentou grande nervosismo e a todo momento entrava em contradição, não conseguindo informar de qual localidade tinha saído, apenas que estava seguindo para a cidade de Goiânia/GO. Além disso, afirmou que não estava com nenhuma carga no veículo.

Diante das informações, a equipe policial acabou elevando a suspeita e iniciando uma fiscalização mais detalhada. Durante a verificação, foram encontrados 79 tabletes de drogas escondidos dentro do baú e caixa de cozinha do caminhão, um total de 101,2 kg de maconha.

Indagado sobre o ilícito, disse apenas que foi contratado para levar o entorpecente da cidade de Cuiabá até Goiânia-GO.

Desta forma, o homem foi detido, a princípio, pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Barra do Garças para os procedimentos cabíveis.

Veja Também:  Polícia Civil prende jovem que agrediu sua companheira com recém-nascida no colo

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Força-Tarefa cumpre 61 mandados de prisão e busca e apreensão contra integrantes de facções criminosas em MT

Publicados

em

(FTSP/MT), composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, deflagrou a Operação Dissidência para cumprimento de 22 mandados de prisão preventiva, 03 prisão temporária e 36 busca e apreensão nos estados de Mato Grosso e Rio de Janeiro contra envolvidos em crimes como homicídios, tortura e tráfico de drogas.

Durante as investigações da Força-Tarefa foi identificado que na região centro-norte do estado de Mato Grosso estaria ocorrendo uma guerra entre uma facção criminosa e sua dissidência pelo controle na venda de drogas, principalmente, no município de Sorriso, o que provocou um aumento exponencial em homicídios no município.

A Força-Tarefa de Segurança Pública instaurou um inquérito policial para apurar os fatos e, com um complexo trabalho de investigação e de inteligência, as equipes identificaram os líderes das facções na região, inclusive, de dentro do sistema penitenciário, bem como outros integrantes responsáveis por promover homicídios, torturas, tráfico de drogas, entre outros crimes graves. Também foi possível identificar uma mulher de 30 anos como uma das líderes do grupo criminoso, que residiria no estado do Rio de Janeiro e transitava com frequência entre os municípios do Rio de Janeiro e Macaé, locais onde possuía residência.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão contra agressor por descumprimento de medidas protetivas em Rondonópolis

Foram cumpridos mandados expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso/MT nos municípios de Cuiabá/MT, Várzea Grande/MT, Sinop/MT, Sorriso/MT, Marcelândia/MT, Peixoto de Azevedo/MT, Terra Nova do Norte/MT, Tangará da Serra/MT, Guarantã do Norte/MT, Rio de Janeiro/RJ e Macaé/RJ. Também foram cumpridos mandados de prisão na Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop; na Penitenciária Central do Estado e na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, ambas em Cuiabá e na Cadeia Pública de Peixoto de Azevedo, em desfavor de criminosos que já se encontravam presos.

Além das equipes da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, que incluíram cães farejadores com o intuito de busca por entorpecentes, também foram utilizados helicópteros do Centro Integrado de Operações Aéreas (Cioaper) e da Polícia Rodoviária Federal. A FTSP/MT tem por objetivo a atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado no estado do Mato Grosso.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana