conecte-se conosco


Carros e Motos

Engenheira transforma seu Fusca 72 em um carro 100% elétrico

Publicados

em

VW Fusca 72 que teve o motor a gasolina trocado por um elétrico, mas precisa de mais autonomia
Reprodução/Youtube

VW Fusca 72 que teve o motor a gasolina trocado por um elétrico, mas precisa de mais autonomia

O carro elétrico ainda é uma realidade distante para muitos brasileiros, numa economia onde o veículo mais barato do país, o Renault Kwid, custa R$ 64 mil – 115% mais caro que o preço de lançamento em 2016 – e sua versão elétrica é ainda mais cara, parte dos R$ 142.990. Quem se interessa por carro elétrico tem no valor o principal obstáculo.

Conversamos com Aline Santos, engenheira de telecomunicações que possui um VW Fusca 1972 que deixou o motor boxer, a gasolina, de quatro cilindros e desde 2018 roda pelas ruas do Espírito Santo equipado com um motor elétrico .

Aline conta que montou seu Fusca “porque queria entender porque carro elétrico é caro no Brasil” e adaptou seu veículo com ajuda de amigos que também se entusiasmaram e acreditaram no projeto.

Veja Também:  Marca espanhola Silence lança scooter elétrico S01+ Connected

Segundo a engenheira, uma das maiores dificuldades foi encontrar informação e mão de obra especializada na conversão e afirma que o cenário ainda se mantém, mesmo 4 anos após a conversão do veículo. Até hoje já foram investidos mais de R$ 100 mil no veículo, e na época o projeto custou cerca de metade deste valor.

VW Fusca elétrico ainda vai receber melhorias para aumentar a autonomia, que começou nos 50 km
REPRODUÇÃO/YOU TUBE

VW Fusca elétrico ainda vai receber melhorias para aumentar a autonomia, que começou nos 50 km

O Fusca é equipado com baterias de 100Ah instaladas abaixo do capô dianteiro, e atualmente está passando por melhorias, que incluem uma nova bateria , de 160Ah, que irá entregar energia para o motor de 10 kW.  Segundo Aline, o Fusca rodava 50 km com o pacote de baterias antigo.

Apesar da baixa autonomia, deve se levar em conta que o projeto é totalmente independente, e os componentes possuem um custo elevado, principalmente as baterias utilizadas pelas fabricantes tradicionais, que permitem rodar mais km com uma carga.

VW Fusca 72 foi o primeiro carro elétrico de Aline, e segundo a engenheira, é ainda mais especial, por ter sido feito por ela mesma: Segundo ela. “a experiência é excitante, melhor que carro elétrico é andar num carro que você mesmo executou. É algo muito nostálgico, tem uma história, registros, momentos, tristezas e alegrias.”

Veja Também:  Fiat lança Mobi 2023 com controle de estabilidade como opcional

Aline ainda diz que não encontra muitos problemas para realizar a recarga de seu Fusca, já que em qualquer tomada pode conectar seu carro e recuperar energia para as baterias. Porém, problemas mesmo ela diz encontrar para regularizar o veículo com o Detran, e que a quantidade de requisitos e a burocracia torna o processo “desanimador”.

Apesar disso, Aline diz que seu VW Fusca elétrico chama muita atenção, especialmente quando as pessoas reparam que o carro não faz som nenhum.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

TBForte mostra seu primeiro carro-forte elétrico feito junto com a JAC

Publicados

em

Modelo é baseado no JAC iEV 1.200 T e tem custo de rodagem 50% menor que o a combustão
Divulgação

Modelo é baseado no JAC iEV 1.200 T e tem custo de rodagem 50% menor que o a combustão

O mundo corporativo busca cada vez mais aliar suas práticas operacionais com medidas de preservação do meio ambiente. Pensando nisso, a TBForte, empresa de transporte de valores do grupo TecBan, criou seu primeiro carro-forte elétrico.

O modelo é um JAC Motors iEV 1.200T Plus , que vem equipado com um motor elétrico de 170 cv de potência e 122 kgfm de torque, força entregue de maneira instantânea.

Para Gabriel Damasceno, Superintendente da TBForte , a empresa possui interesse em investir em um projeto repleto de atenção ao meio ambiente.

“Mesmo diante dos obstáculos iniciais a serem enfrentados, especialmente o custo dos veículos elétricos em relação aos tradicionais, a TBForte quer colaborar e mostrar consciência ambiental diante da tendência global”, declarou o executivo.

Veja Também:  Ferrari F8 Tributo, sucessora da 488 GTB, é revelada. Estará no Salão de Genebra

A autonomia declarada do modelo é de 240 km. Segundo a TBForte, é suficiente para as atividades diárias do carro-forte . Além de não emitir gases poluentes, o veículo elétrico aumenta o custo-benefício por ter uma mecânica mais simples.

JAC iEV 1200T é o caminhão 100% elétrico no qual foi baseado o carro-forte elétrico
Divulgação

JAC iEV 1200T é o caminhão 100% elétrico no qual foi baseado o carro-forte elétrico

O iEV 1.200T Plus não é o único modelo da JAC que a TBForte adiciona à sua frota, a companhia também adquiriu o compacto E-JS1 , para escolta  e atendimento técnico em caixas eletrônicos.

“Além de serem veículos menos agressivos ao meio ambiente, por conta da emissão zero de CO², o carro leve elétrico é isento de rodízio, o que permite otimizar a operação diária de nossas equipes”, completa Gabriel.

Alexandre Ventura, Gerente Executivo de Operações da TBForte, afirmou que o carro-forte elétrico faz parte do programa de renovação de frota da empresa, e que mais veículos serão adquiridos conforme a necessidade da TecBan em renovar sua frota.

No caso do iEV 1.200T Plus, a TBForte afirma que contou com o apoio da JAC para a realização de mudanças na posição do plug de carregamento, para uma operação mais simples.

Veja Também:  DS E Tense Performance projeta o carro do futuro sem disco de freio

Segundo a empresa, o carro-forte elétrico apresentará um custo de rodagem entre 40 e 50% mais em conta que um a diesel tradicional.

A TecBan afirma que está trabalhando com sua equipe de infraestrutura para proporcionar recargas elétricas vindas de energia solar para seu carro-forte elétrico, mas atualmente, o modelo será recarregado em um wallbox convencional da JAC , mas com energia vindo da rede tradicional.

A TBForte estará presente no Lat.Bus, que é o maior evento de mobilidade urbana da América Latina, o carro-forte elétrico será a principal estrela da empresa no evento, que acontece no São Paulo Expo entre os dia 9 e 11 de agosto, das 13 às 22h.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Lamborghini Urus “Evo” quebra recorde em subida na montanha Pikes Peak

Publicados

em


Lamborghini Urus ”Evo” quebra recorde em subida na montanha Pikes Peak, em 10 minutos e 32,064 segundos
Divulgação

Lamborghini Urus ”Evo” quebra recorde em subida na montanha Pikes Peak, em 10 minutos e 32,064 segundos

O Lamborghini Urus de 2023 remodelado estabeleceu um novo recorde na pista de escalada de Pikes Peak nos EUA, antes da revelação completa do carro na próxima semana. 

O mais novo recordista destronou o modelo anterior, um Bentley Bentayga 2018 , que registrou um tempo de 10 minutos e 49,902 segundos. De acordo com os organizadores da façanha, o Urus completou a prova em 10 minutos e 32,064 segundos , um novo recorde para um SUV de produção.

A subida de Pikes Peak, no Colorado, EUA possui  156 curvas e tem 1.439 m de mudança de altitude, com a linha de chegada 4.302 m acima do nível do mar, o que exige muita habilidade e resistência para qualquer veículo.

Veja Também:  Rugged Rhino é um mini trailer que custa menos de R$ 40 mil

Poucos detalhes da nova variante Urus foram revelados, no entanto, servirá como um facelift de meia-idade para o SUV de estreia da Lamborghini, lançado pela primeira vez no final de 2017.

Outros rumores apontam que o novo “Urus Evo” ou “Urus Sport”, será definido como a última nova variante Urus com energia pura a gasolina, e está programado para ser vendido por menos de dois anos antes de ser sucedido pela variante híbrida plug-in em 2024, e com isso, toda a gama Lamborghini passará a ser apenas híbrida.

Ele será alimentado por um motor V8 biturbo, conforme o Urus convencional. Seja como for, as mudanças não se concentrarão apenas no aumento de potência, mas também à uma revisão do setup do chassis, com vista a um aumento da eficácia.

Com o piloto de corrida, Simone Faggioli – que detém recordes adicionais em Pikes Peak – no comando, o recordista Urus foi equipado com uma gaiola de proteção, um assento de corrida com cinto de seis pontos e um sistema de extinção de incêndio para atender aos regulamentos de segurança.

Veja Também:  Marca espanhola Silence lança scooter elétrico S01+ Connected

O novo Lamborghini Urus 2023 deve ser revelado na íntegra no evento Pebble Beach Concours d’Elegance, na Califórnia, como parte da Monterey Car Week, nos dias 12 a 21 de agosto.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana