conecte-se conosco


Carros e Motos

Entramos na lama com o Jeep Wrangler Rubicon, que chega no segundo semestre

Publicados

em


Jeep Wrangler entra em depressão de terra durante o Jeep Day, em São Paulo
Divulgação

Novo Jeep Wranger Rubicon enfrenta trechos de terra durante evento organizado pela marca, em São Paulo

No dia mundial do off-road (4/4), uma legião de fãs dos modelos 4×4 se unem para promover atividades. E nós marcamos presença no evento da Jeep, na Hípica Santo Amaro (SP), com Compass e Renegade diesel, na lama. Mas a novidade mesmo foi o “irmão” maior da dupla de SUVs mais vendida do país, que é o carro mais aguardado para a linha: o Jeep Wrangler.

LEIA MAIS: FCA anuncia preços e versões da nova picape Jeep Gladiator, longe do Brasil

Demos uma volta nas duas versões: Sport — com carroceria curta de duas portas — e a Rubicon — de carroceria longa e quatro portas — esperada para o segundo semestre, por R$ 274.990. Entretanto, a versão intermediária Sahara, também de duas portas, já está em pré-venda por R$ 259.990 e chegará no fim deste mês. Todos nós sabemos que o Jeep Wrangler
é a última palavra da marca em robustez e tradição off-road, mas o que mais chamou atenção no test drive foi o seu conforto — enquanto que, para Compass e Renegade, foi a boa rigidez torcional que impressionou.

Em um trajeto de baixa velocidade, mas com sessões enlameadas, trechos marcados por valas, subidas e descidas íngremes e sinuosas, além da famosa cesta de ovos — com vários buracos profundos à esquerda e à direita em sequência — só faltou uma parede vertical para subir com os carros, além de um teste urbano. Mesmo que os assentos não ofereçam tanto envolvimento ao corpo, não houve sacolejos e nem pancadas secas. O sistema de suspensão — que será melhor detalhado mais adiante — fez o dever de casa.


Desde que apareceu ao mundo em 1987, é lembrado pela herança que mais se aproxima do Willys CJ
original. Entretanto, recebeu atributos de conforto e praticidade do Cherokee para atender ao público que não queria um Jeep apenas para “rolar” na lama.

Veja Também:  GM mostra teaser dos novos Tracker e Trailblazer, que estarão em Xangai

Desse modo, a nova geração do Jeep Wrangler é o produto mais puro dessa filosofia, com nova carroceria de alumínio, equipamentos de conectividade, controles de tração, estabilidade, assistência de subida e descida em ladeiras, faróis e luzes de LED, piloto automático, diversas áreas emborrachadas no acabamento interno — para não haver rangidos em terrenos acidentados e não estragar em lavagens internas — e outros.

LEIA MAIS: Porsche Cayenne ganha versão SUV-cupê para concorrer com BMW X6

Falando em lavagens, é nesse aspecto que se observa um dos seus lados verdadeiramente off-road. Possui um sistema de drenagem de água no interior, logo, pode jatear água à vontade (mas sempre com cuidado, por favor). Algo que não testamos foi a remoção do teto rígido e o rebatimento do para brisa, que devem proporcionar um passeio digno de safári pelas estreitas matas.

Detalhando mais os seus equipamentos de conectividade e tecnologias o novo Wrangler traz central multimídia de 8,4 polegadas com Apple Car Play e Android Auto, cluster
digital de 7 polegadas, monitoramento da pressão dos pneus, ar-condicionado que se regula automaticamente, aquecimento dos bancos, volante multifuncional, sistema de som Alpine com 8 alto falantes e subwoffer.

Veja Também:  Sedãvendido na China dá pistas de como ficará interior do novo Prisma

LEIA MAIS: Conheça 5 modelos seminovos de sete lugares por até R$ 80 mil

Mecânica e desempenho


Painel do Jeep Wrangler Rubicon, cujo lançamento no Brasil está marcado para o segundo semestre
Divulgação

Painel do Jeep Wrangler Rubicon, cujo lançamento no Brasil está marcado para o segundo semestre

Apesar do novo motor 2.0 turbo, de 274 cv e 40,8 kgfm, e do câmbio automático, de 8 marchas, com seletor de tração nas quatro rodas, funções de auto-blocante e reduzida serem as principais novidades por baixo do capô, se tivesse que eleger um aspecto chave para o conjunto, esse definitivamente seria o acerto de suspensão.

Mesmo com bom torque entregues desde as primeiras marcações do contagiros e sistema de tração inteligente, a valentia e o conforto no off-road
que marcam o Wrangler dependem dos eixos rígidos e das molas helicoidais, respectivamente. Estas têm um curso mais alongado, e por isso permitem um assentamento mais suave da carroceria, bem como os 41,4 graus de ângulo de entrada, 35,9 graus de saída e 246 mm de vão livre do solo. Para se ter uma ideia, representando os carros “comuns”, um Fiat Argo Drive tem 149 mm de distância para o solo.

LEIA MAIS: Jeep Renegade ganha série limitada em apenas 250 unidades, com apelo militar

Tudo bem que o Jeep Wrangler
ainda não é um primor em conforto — mesmo que tenha esse diferencial ante os rivais pensados para o off-road — mas se mostrou recheado de atributos para uma opção polivalente, não só pelos equipamentos, como também pelo desempenho. Segundo a fabricante, a versão de duas portas do jipe é capaz de acelerar de 0 até 100 km/h em 6,8 segundos e atingir os 199 km/h, enquanto que o Inmetro certifica que faz 7 km/l na cidade e 9 km/l em rodovias (apenas gasolina). 

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Usuários podem realizar diversos serviços do Detran-MT pela internet

Publicados

em

A opção de realizar serviços online é uma forma de evitar o deslocamento desnecessário do cidadão a qualquer unidade da autarquia, especialmente no atual momento de prevenção à propagação do novo coronavírus

Lidiana Cuiabano | Detran-MT

Serviços online no site do Detran-MT – Foto por: Lidiana Cuiabano

Serviços online no site do Detran-MT

Diversos serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) relacionados a Habilitação e a Veículos podem ser realizados através do site da autarquia (www.detran.mt.gov.br).

A opção de realizar serviços online é uma forma de evitar o deslocamento desnecessário do cidadão a qualquer unidade da autarquia, especialmente no atual momento de prevenção à propagação do novo coronavírus.

Ao entrar no site do Detran-MT, já na página principal, estão disponíveis dois menus: “Consulte Sua Habilitação” e “Consulte Seu Veículo” os quais os cidadãos têm acesso a informações sobre habilitação e o veículo consultado, como infrações em autuação, multa, débito em aberto, além da opção de emissão do licenciamento e Seguro DPVAT.

Ainda na página principal do site, também está disponível o menu “Consulte Sua Infração”, pelo qual é possível consultar a infração, o recurso de infração, recurso de defesa de autuação e demais informações sobre penalidades.

Outro menu disponível no site é o de “Serviços Online”. Ao clicar nele, o usuário consegue ter acesso rápido a serviços de Habilitação como: solicitação de segunda via de CNH, consulta de condutor e pontuação, validação de documento, consulta de turmas de exame teórico, solicitação de CNH definitiva, consulta de taxas de habilitação e recursos de infração, consulta da Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Veja Também:  RaroMercedes fica mais de 50 parado. Depois, é exposto em evento nos EUA

Todos os serviços relacionados acima podem ser feitos 24 horas por dia.

Atendimento presencial

O atendimento presencial está sendo realizado exclusivamente para os serviços que não estão disponíveis online. Para tanto, é necessário que o usuário faça o agendamento do seu atendimento através do site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br). O horário para atendimento com agendamento é das 8h às 16h, de forma ininterrupta.

Para agendar, basta acessar o endereço eletrônico do Detran-MT e clicar na mensagem de tela (pop up), que irá direcionar à página de agendamento.

Ao entrar na página, deve preencher o formulário com os seus dados pessoais, escolher a unidade a qual deseja ser atendido e agendar a data e o horário para o atendimento presencial.

São realizados o atendimento presencial por agendamento dos seguintes serviços na área de Veículos: transferência de propriedade, emplacamento, emissão de CRV, segunda via de CRV, mudança de característica de veículo, vistoria, mudança de categoria do veículo, inclusão e baixa de financiamento, substituição, gravação e regravação de motor; gravação e regravação de chassi, comunicação de venda, baixa definitiva, troca de placa para Mercosul, serviços de controle veicular (recebimento e liberação de veículos no pátio), auditoria dos processos, serviços de infrações (recurso de defesa e Jari).

Veja Também:  Proprietários de Fiat Tipo incendiados serão indenizados após 23 anos

Já na área de Habilitação podem ser agendados os serviços de: coleta de imagem, primeira habilitação, mudança e adição de categoria, renovação de CNH, alteração de dados, registro de estrangeiro, transferência de UF/Ciretran, retirada de CNH, indicação de real condutor, exames teóricos digitais (com agendamento próprio).

O Detran-MT reforça que, no atendimento presencial, é permitida a entrada somente do usuário com atendimento agendado, utilizando máscara, sendo vedada a entrada de acompanhantes.

Para garantir a segurança dos usuários e servidores, o Detran-MT disponibilizou kit contendo máscara, luva e álcool em gel para todos os servidores, bem como álcool 70% na entrada da unidade de atendimento para os usuários com atendimento agendado. Também está sendo respeitado o distanciamento mínimo para contato entre usuários e servidores.

Fonte Assessoria

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Dicas sobre o compressor do sistema de ar-condicionado automotivo

Publicados

em

Categoria: Dicas/Auto

Um dos sistemas mais requisitados por clientes, quando vão adquirir um automóvel, é que este possua um sistema de climatização. Porém, são poucos motoristas que podem afirmar que possuem conhecimento sobre seu funcionamento. Quando compreendemos as etapas de funcionamento do sistema, temos habilidade para identificar quando este não está em seu melhor desempenho. Este sistema cuida da climatização do automóvel, tornando o ambiente agradável, em dias de muito calor. Mas atua também em outros dias, como em períodos de chuva intensa, pois impede que os vidros e painel fiquem embaçados, além de proibir que poeira e outros componentes presentes no ar.

O ar condicionado pode se apresentar de duas formas: manual ou analógico e digital. Em ambos é possível regular a temperatura em que o ar deve estar quando sair dos tubos de circulação. Os principais componentes deste sistema são: compressor, condensador, mangueiras e tubos. O compressor é responsável por comprimir o que foi retirado do evaporador e enviá-lo para o condensador. O condensador cuida de uma importante mudança, que é referente ao estado físico, pois o gás líquido do sistema se condensa, passando para o estado gasoso e elimina o calor do ar, através dos tubos. As mangueiras permitem que todo o sistema esteja interligado.

Veja Também:  Aprilia RS 660 será atração do Salão de Milão, em novembro próximo

Como garantir maior tempo de vida útil para o sistema de climatização do automóvel?

Todos os componentes do sistema possuem uma vida útil, ou seja, a partir de um certo momento estes irão apresentar defeitos. Os carros que foram fabricados recentemente, não sofrem com o problema relacionado a idade. Para que se possa aumentar o tempo de vida útil, principalmente dos sistemas mais antigos, é necessário, em um primeiro momento, observar como está o funcionamento do ar condicionado e seu resfriamento.

1) Cheque todos os componentes, um a um. É comum que o automóvel apresente defeitos como: ventoinha do condensador, vazamento do gás refrigerante e fusíveis queimados, que impedem a circulação do ar. É importante conferir todas as peças pois, em muitos casos, pode-se descobrir fios em má conservação e outros itens que, com uma troca rápida, permitem que o sistema funcione com total eficiência.

2) Realizar manutenção periódica. Toda a tecnologia necessita de manutenção para que continue executando sua função corretamente e a deste sistema deve ser feita a cada seis meses ou a cada 30 mil quilômetros rodados.

3) Higienização. Por estar em constante troca de ar entre os meios, ou seja, do ambiente para o carro e vice-versa, o sistema tem filtros que purificam este ar, retendo poeira, ácaros, fungos e entre outros seres. É necessário higienizá-lo uma vez por ano, podendo trocar o filtro de retenção e realizar limpeza dos tubos.

Veja Também:  GM mostra teaser dos novos Tracker e Trailblazer, que estarão em Xangai

4) Dar partida no automóvel com o sistema desligado. Discute-se que isto não é um problema, porém, carros mais novos possuem um sistema elétrico de proteção que automóveis com mais de dez anos de fabricação não possuem. Iniciando a partida com o sistema em funcionamento, induzirá uma pausa e após algum tempo, voltará a funcionar. Desta forma, exige que o compressor trabalhe mais, o que gera um desgaste em todo o sistema, diminuindo sua vida útil.

Caso apareça algum problema no sistema do ar-condicionado do seu veículo, procure um centro automotivo de confiança, com mecânicos capacitados para identificar qualquer problema que seu carro possa apresentar. Lá, o mecânico pode fazer a substituição do compressor do ar-condicionado com peças que podem ser adquiridas na Loja Online autopecas24.pt ou lojas físicas. Outro ponto importante: a não ser que você possua os conhecimentos necessários para realizar reparos e substituições, não mexa em nada do seu veículo por conta própria.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana