conecte-se conosco


Mulher

Enxaguantes bucais: saiba como usá-los corretamente

Publicados

em


source

Alto Astral

Enxaguantes bucais: saiba como usá-los corretamente
Reprodução: Alto Astral

Enxaguantes bucais: saiba como usá-los corretamente

Para ter o sorriso em dia, é fundamental estar sempre cuidando da higiene bucal, que deve ser feita a partir do uso de fio dental e da escovação correta tanto dos dentes quanto da língua . Além desses cuidados básicos, muitos optam por adicionar o produto que se tornou parte da etapa da limpeza oral de vários brasileiros: o enxaguante bucal.

Com um leque de variedade de fórmulas na sua composição e especificações, esse produto está presente em qualquer farmácia e supermercados, e vão além de refrescar a boca , desempenhando também o papel de auxiliar no processo de higienização. O produto ajuda no controle e combate de problemas bucais, tais como a cárie e gengivite, por exemplo.

Todavia, ainda há muitas dúvidas sobre seu uso para o dia a dia. Segundo Roney Veludo Araujo, cirurgião-dentista, o enxaguante bucal pode, em alguns casos, ser indicado para quem tem dificuldade de higienização oral. “Nos casos de pacientes com doença periodontal ou que possuam risco de desenvolvê-la, o uso do enxaguante está associado ao controle diário do biofilme dental (placa bacteriana)”, diz.

Mas mesmo auxiliando na limpeza e na prevenção de doenças na boca, os enxaguatórios não conseguem eliminar o mau hálito , apenas aliviam momentaneamente o sintoma, já que o incômodo pode ser multifatorial, tendo como causa outras doenças além das bucais, como diabetes e distúrbios gastrointestinais.

Lembre-se que os enxaguantes devem servir apenas como complemento à limpeza, portanto, não substituem a escovação mecânica e o uso de fio dental, visto que são eles quem garantem uma efetiva higiene da região bucal. “A placa bacteriana que está na superfície dentária só é removida por meio da associação de fio ou fita dental, escova dental e escovas acessórias, como a interdental”, completa o cirurgião-dentista.

Veja Também:  O personagem de Loki de cada signo!

Quais são os enxaguantes disponíveis no mercado?

O cirurgião-dentista Camillo Anauate Netto explica que o mercado oferece dois tipos de enxaguantes: os chamados ‘cosméticos’ e os medicamentosos ou terapêuticos. “Os enxaguatórios cosméticos oferecem a sensação de frescor e de sabor agradável na boca, mas não são efetivos contra os microrganismos que provocam cárie, problemas periodontais, gengivites , periodontites ou até o mau hálito”, explica. Ele ainda complementa dizendo que o outro grupo “contém propriedades antibacterianas efetivas no combate aos microrganismos presentes no biofilme dental (placa bacteriana), responsáveis pela cárie dental, gengivite e mau hálito”.

Aqueles que contém flúor são recomendados para prevenção da cárie dental, já que o composto ajuda a fortalecer o esmalte do dente e também combate os microrganismos que provocam a cárie presente na placa bacteriana, com indicação predominante para crianças acima de 6 anos.

Você viu?

Outro tipo de enxaguante com função terapêutica são os que possuem digluconato de clorexidina a 0,12%. A solução tem indicação para o combate aos microrganismos do biofilme dental responsáveis pela doença periodontal, recomendado após procedimentos mais invasivos, como cirurgias, raspagem de cálculos supra e subgengivais para remoção de tártaro ou infecções da cavidade oral.

Alguns antissépticos bucais utilizam álcool em sua composição para conservar e também diluir os princípios ativos que estão presente, porém são vistos com ressalvas já que o álcool , em uso rotineiro, pode causar irritação nas mucosas da boca.

O uso em excesso do elixir bucal pode fazer mal à saúde?

Veja Também:  Horóscopo do dia: previsões para 30 de julho de 2021

Apesar dos enxaguatórios poderem ser adquiridos livremente, sem a necessidade de prescrição, a recomendação e orientação de uso deve ser feita sempre por um cirurgião-dentista. Após a avaliação das condições da saúde da boca do paciente, o especialista poderá indicar o produto correto para o tratamento.

Enxaguantes com álcool devem somente ser utilizados sob orientação de um cirurgião-dentista, devido a seus efeitos colaterais em uso prolongado – o que não quer dizer que possa causar câncer bucal, pois a doença tende a se manifestar em pessoas com predisposição a desenvolvê-la, como no caso de fumantes ou alcoólatras. “O uso indiscriminado de enxaguante com álcool por um longo período pode provocar irritação dos tecidos bucais devido ao ressecamento e descamação das mucosas, além de outros riscos para o paciente”, diz Anauate Netto.

Da mesma forma os enxaguantes que possuem digluconato de clorexidina em sua fórmula também só devem ser utilizados sob a orientação do dentista , que vai determinar o tempo necessário de utilização para cada caso. “O uso prolongado pode causar alteração na coloração nos elementos dentários, nas restaurações estéticas, próteses e língua, perda do paladar, danos no tecido mole da boca, ressecamento bucal e gosto residual desagradável na boca”, observa.

Cada tipo de enxaguante pode ser coadjuvante com os cuidados voltados à saúde bucal, então, na hora de comprar, sempre observe qual produto está levando e consulte o cirurgião-dentista para obter bons resultados.

Fontes: Roney Veludo Araujo, cirurgião-dentista e membro da Câmara Técnica de Periodontia do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP); Camillo Anauate Netto, integrante da Câmara Técnica de Dentística do CROSP.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

Mulher

Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção

Publicados

em


source

Alto Astral

Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção
Reprodução: Alto Astral

Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção

Muito se fala sobre os problemas íntimos no verão, devido ao uso de piscinas e roupas de banho que costumam permanecer úmidas no corpo. Mas engana-se quem pensa que tais condições só afetam as regiões genitais femininas durante o calor, viu? Alguns hábitos do inverno podem ser verdadeiros vilões para a saúde íntima da mulher.

No frio, a primeira reação é usar mais roupas do que o normal para se proteger das baixas temperaturas. O acumulo de tecidos, porém, impede a ventilação e chegada de luz natural à vagina, favorecendo a proliferação dos fungos, principalmente quando associado a outros costumes prejudiciais, como o consumo excessivo de carboidratos, guloseimas e álcool. Nesse cenário, o fungo candida albicans , causador da candidíase, pode se proliferar com maior frequência e dar início à doença.

De olho nos sintomas

Segundo a ginecologista do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) Emybleia Meneses, é fundamental saber reconhecer os sinais típicos da candidíase. Dessa forma, é mais fácil identificar a presença da infecção e já buscar ajuda de um profissional.

Veja Também:  O personagem de Loki de cada signo!

Entre os principais, ela cita:

  • ardência;
  • prurido;
  • secreção esbranquiçada, principalmente na vulva da vagina;
  • pode atingir boca, virilha e dedos;
  • possível incômodo ao urinar.

“O tratamento é feito com medicamentos por via oral ou pomada cutânea. Além disso, há enfermidades que podem baixar a imunidade, como gripe, resfriado e até mesmo a Covid-19, favorecendo esse quadro”, pontua a médica.

Você viu?

Mudança de hábitos

Embora estações e temperaturas sejam um fator para o aparecimento e agravamento da doença, mudar alguns hábitos pode ser o suficiente para evitar a condição. Para Emybleia, ajustes no estilo de vida são realmente efetivos nesse combate: “evite excessos de roupa, dietas ricas em açúcar, alimentos processados e farinha branca, sono irregular, automedicação e sedentarismo”, indica.

Mas como recorrer a menos roupas e ainda assim manter-se aquecido? A proteção contra o frio é primordial para a saúde, portanto, vale deixar de lado o acumulo de peças em momentos de maior aquecimento, como em casa, por exemplo. Nesse sentido, a especialista orienta ainda deixar de lado tecidos sintéticos, justos e úmidos e relembra que os homens também devem seguir tais orientações, visto que a enfermidade pode atingir ambos os sexos.

Veja Também:  A tragédia de Dalva, presa ao ganhar uma cadeira de rodas para a filha

É importante pontuar também o impacto emocional na candidíase, especialmente durante a pandemia e o isolamento social. “O medo de desenvolver a doença, ansiedade e tristeza pela instabilidade e morte de pessoas queridas são responsáveis também pela redução da imunidade, predispondo o organismo a uma série de doenças, inclusive essa”, enfatiza a médica.

Fonte: Emybleia Meneses, médica ginecologista do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE).

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Dadomancia: saiba como usar o oráculo dos dados

Publicados

em


source

João Bidu

Dadomancia: saiba como usar o oráculo dos dados
Michele Sensitiva

Dadomancia: saiba como usar o oráculo dos dados

A dadomancia é um oráculo que está na minha vida desde pequena e, de todos os oráculos, ele é a minha paixão!

Preciso te contar que essa semana é preciosa na sua maneira de lidar com questões complicadas, aquelas que a gente guarda no fundo da gaveta, inclusive, na nossa vida amorosa. 

Pois é, há momentos em que a nossa maneira de nos comunicarmos não funciona muito bem e, pelos dados, podemos confiar na intuição. Por isso, nesta semana, o momento certo, o jeito como tudo pode clarear, depende muito mais de você.

Já pensou em quantas coisas incríveis você pode não estar fazendo, simplesmente por não prestar atenção? Quando o seu foco estiver relacionado à ação, dentro do amor e da construção limpa das relações, nesta semana vão surtir efeitos muito proveitosos que podem perdurar a longo prazo!

Ah, e não menos importante! Esta semana é um período de tentar, como puder, cuidar de você, do seu íntimo sagrado, seja pela espiritualidade ou mesmo de forma mais superficial, algo que cuide deste teu templo que é seu corpo, se dê um carinho! O nosso jeito de olhar o mundo pode ser transformador para o outro, se isso nos alcança, primeiramente.

Veja Também:  Que susto! Saiba quem é o seu signo nos filmes de terror

A combinação mais especial que sai nos dados é a sequência   6, 4, 4, 2, 4 . Ela representa diretamente uma forte necessidade de mais controle dentro dos caminhos do amor. 

Portanto, preste muita atenção na pessoa que você ama, pois poderá se sentir confusa e impaciente. Com o ritmo lento do seu par, pense  duas vezes em falar verdades inoportunas, pois não queremos DRs sem motivos, não é mesmo?

Lembre-se de que nestes próximos dias, o tripé da energia, por assim dizer, é: comunicar com qualidade, equilibrar com sabedoria e sincronizar pela fé. 

Você viu?

Então, que comece a sua revolução interna. Tudo que é do nosso merecimento se manifesta sem escassez quando o que temos dentro da gente se alinha com este tripé de evolução!

Como usar a Dadomancia 

Você  também pode ter seus dados! Em geral, para quem não lê oráculos, de forma mais intuitiva, são 3 dados . Para o começo do estudo, você vai determinar 3 números, como os sagrados para seu coração, para a sua intuição, por exemplo, os números 1, 2, 3. O número mais baixo de sua escolha, representa o não, a energia mais lenta, a dificuldade; o segundo número mediano, é o bom, o viável que exige esforço e uma energia muito forte de coragem para conseguir o que se pergunta; o número mais alto é a certeza, uma energia de força e conclusão. 

Veja Também:  Moda consciente: customização como alternativa em prol do Meio Ambiente

Como limpar e energizar os dados

Para energizar os dados, você deve juntar água da chuva. Coloque essa água limpa em um  copo cheio e dentro dele coloque os seus dados, deixando pernoitar por três noites. Ao amanhecer, da terceira noite, seus dados estão energizados. Sempre repita o processo quando precisar limpar as energias dos dados, na chuva seguinte e mais três noites.

Texto: Michele Sensitiva

Site: michelesensitiva.com

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana