conecte-se conosco


Mato Grosso

Estudantes de Cuiabá e Várzea Grande participam de aula preparatória da Seduc

Publicados

em


Estudantes de diversas escolas de Cuiabá e Várzea Grande participaram neste sábado (18.09) da aula presencial preparatória do Pré-Enem [email protected] MT, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com foco no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Escola Estadual Presidente Médici. Todas as medidas de biossegurança, como uso de máscara, álcool em gel nas mãos e distanciamento foram cumpridas.

As aulas presenciais serão realizadas nas cidades de Cuiabá, Sinop, Tangará da Serra, Alta Floresta, Primavera do Leste, Diamantino, Juína e Marcelândia, sempre aos sábados das 8 às 12 horas, até a realização do exame, em 21 e 28 de novembro. 

As disciplinas deste sábado foram das Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia). No próximo sábado (25.09), as aulas na Escola Estadual Presidente Médici serão das Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia). No interior as aulas são de Redação

A exposição dos temas pelos professores foi de forma didática e com conteúdo de qualidade para alunos que não têm opção de se preparar ou revisar disciplinas para o exame. Como atesta a aluna Saraoane Silva. Ela fará o exame para concorrer a uma vaga de Psicologia.

“Eu achei ótimo porque muitas pessoas não têm condições de fazer cursinho ou algo assim. Estamos tendo aqui o mesmo nível que tem lá. Temos esse privilégio, oportunidade, sem custo nenhum. É uma oportunidade incrível demais. Excelentes professores e profissionais que estão fazendo de tudo pra gente arrasar no Enem”, avalia, Saraoane.

Veja Também:  “Não aceito culpar o homem e a mulher pantaneira pela tragédia das queimadas”, afirma Dr. Leonardo

O secretário de Educação, Alan Porto, destacou a importância do programa na vida dos jovens da rede pública estadual. “Estamos muito felizes. Porque é um programa que está dando certo. Eu espero que todos os estudantes aqui aproveitem as aulas ao máximo e que repliquem essas informações para os colegas. Tenho certeza que todos vocês estão em casa se esforçando e estudando”, disse o secretário. Ele agradeceu ainda a parceria da primeira edição do Pré-Enem [email protected] MT no ano passado, com parceria com a TV ALMT para transmisão dos conteúdos no canal 30.1.

Oportunidades aos jovens

Péricles Henrique Oliveira de Lima quer fazer o Enem para estudar o curso de Farmácia. Ele aprovou a iniciativa da Seduc com o curso preparatório. “É show de bola a Secretaria de Educação preparar um projeto como esse. Até por causa desse período que estamos vivendo, que tivemos um retrocesso na educação. É importante esse projeto pra fazer o aluno da rede pública ficar no mesmo nível da rede privada”, comenta.

Ele destaca o Pré-Enem [email protected] MT como um suporte para “os jovens realizarem seus sonhos, fazerem uma faculdade” e defende a continuidade da ação. “Porque como o Paulo Freire disse uma vez: a educação muda as pessoas, e as pessoas mudam o mundo”, compara Péricles. Ele reconhece a educação como muito importante para os jovens, principalmente os mais carentes economicamente. 

Veja Também:  Mais de 2,1 mil vagas de emprego estão disponíveis nesta semana em Mato Grosso

“O jovem precisa do apoio do Estado. De uma ajuda para alcançar seus sonhos. As aulas estão agradáveis, teve dinâmica para atrair o jovem. Fico feliz com a iniciativa e tenho que agradecer ao secretário e ao govermador do Estado pela iniciativa. Estou torcendo para esse projeto continuar. Ele tem tudo para seguir em frente”, avaliou o estudante Péricles.

O professor de Biologia da rede Seduc, Carlos Magno, da Escola Estadual Rodolfo Augusto Trechaud, chamou a atenção sobre a preparação dos estudantes também quanto ao aspecto emocional para o Enem 2021. “Uma boa dica é o controle da ansiedade, da carga de estudo. A paciência de pensar em tudo que o estudante assistiu e viu nas aulas. E fazer o exercício de gerenciamento do pensamento. Quando a pessoa organiza as ideias na hora da prova, ela consegue se sair melhor”, afirma.

Como participar

Estudantes do 3º ano do Ensino Médio das escolas de Mato Grosso ainda podem se inscrever para as aulas presenciais preparatórias do Pré-Enem [email protected] MT da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Há vagas disponíveis para as aulas aos sábados, das 8 às 12 horas. Interessados podem entrar em contato pelo telefone 65 3613 6318, ou pelo e-mail [email protected]

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (23): Mato Grosso registra 545.069 casos e 13.909 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES) notificou, até a tarde desta sábado (23.10), 545.069 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.909 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 126 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 545.069 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.748 estão em isolamento domiciliar e 528.834 estão recuperados. 

Devido à manutenção na base de dados do sistema oficial do Ministério da Saúde, não foi possível publicar o Ranking da Vacinação em Mato Grosso nesta semana. A perspectiva é de que o Ranking seja atualizado até a próxima terça-feira (26.10).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 76 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 27,64% para UTIs adulto e em 6% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (113.081), Várzea Grande (40.174), Rondonópolis (38.252), Sinop (26.279), Sorriso (18.392), Tangará da Serra (17.796), Lucas do Rio Verde (15.700), Primavera do Leste (14.784), Cáceres (11.932) e Alta Floresta (10.806).

Veja Também:  Serviços de cidadania são oferecidos gratuitamente para moradores do Pedra 90

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (22.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.711.843 casos da Covid-19 no Brasil e 605.139 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.697.341 casos da Covid-19 no Brasil e 604.679 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta sábado (23.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Veja Também:  Batalhão Ambiental da PM completa 38 anos de proteção à fauna e flora mato-grossense

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo autoriza retorno do público aos estádios de futebol mediante comprovante de vacinação ou teste negativo para Covid

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso autorizou a presença de público pagante nos jogos do Campeonato Brasileiro realizados na Arena Pantanal. O retorno do público também está liberado para campeonatos locais e o Mato-grossense.

O Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso permitiu que as partidas do mês de outubro recebessem 50% da capacidade de público dos estádios.

Em novembro, será permitida a entrada de 75% de público pagante. Próximo jogo do Cuiabá na Arena Pantanal ocorre dia 1° de novembro, quando o Dourado enfrenta o Bragantino pela 28ª rodada do Brasileirão 2021.

Em janeiro, os jogos realizados em estádios de Mato Grosso contarão com 100% de suas capacidades liberada para o público. No caso da Arena Pantanal, a lotação pode chegar a 41 mil torcedores.

A liberação para entrada nos estádios, porém, segue um rigoroso protocolo de biossegurança. Além da obrigatoriedade da máscara, só poderão ingressar nos estádios torcedores que apresentarem comprovante do esquema vacinal completo (duas doses ou dose única, no caso da Jansen), ou ainda, se o torcedor apresentar teste negativo para Covid-19. É proibido o consumo de bebidas alcoólicas dentro dos estádios.

Veja Também:  Curso de Policiamento Ambiental da PM começa nesta segunda-feira (18)

“Seguindo à risca todas as orientações sanitárias, podemos receber o público com segurança nos estádios de futebol. A presença do Cuiabá na série A do Campeonato Brasileiro é de extrema importância para que Mato Grosso tenha estádios abertos para o público, mas sempre com muita cautela”, disse Beto Dois a Um, secretário de Cultura, Esporte e Lazer.  

O Cuiabá segue com uma boa campanha no Brasileirão 2021. Ocupa atualmente a 9ª colocação na competição nacional. Próximo jogo do dourado ocorre neste domingo (25.10), às 16h (horário de Cuiabá) no Mineirão, em Belo Horizonte, contra o líder do campeonato, Atlético-MG.

Esta semana, o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única) atingiu 50% da população brasileira.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana