conecte-se conosco


Mato Grosso

Família de médico que faleceu em acidente de carro realiza campanha de doação de sangue

Publicados

em

Os familiares do médico Jony Soares Ramos, que faleceu após um acidente de moto, em junho de 2018, decidiram prestar uma homenagem e realizaram uma campanha de doação de sangue, que teve início no sábado (23.02), e mobilizou amigos  e parentes para a coleta.

O ato foi organizado pela irmã, Gian Soares Ramos, que é enfermeira e convocou os amigos pelas redes sociais para doar sangue durante a semana do aniversário do médico, que completaria 50 anos nesta quinta-feira (28).  “A gente pensou numa forma de homenagear, então pensamos em fazer a doação de sangue e pedimos para as pessoas divulgarem nas redes sociais”, explicou.

A campanha organizada pela família já motivou a solidariedade de vários doadores, que têm comparecido ao MT Hemocentro. Faltando apenas um dia para o encerramento da campanha, a unidade já coletou 21 bolsas de sangue, que vão contribuir para reforçar o estoque e atender a todos que necessitarem de transfusão.

Um dos amigos motivados pela campanha, Carlos Cezar Moreira, disse que nunca tinha realizado uma doação de sangue. “Fiquei muito feliz, é uma forma de ajudar, então, estamos fazendo essa campanha do Dr. Joni e agora serei um doador permanente”, argumentou.

Veja Também:  Governo de MT entrega à Politec equipamentos de alto padrão para identificação de drogas

Dados da unidade mostram que, em 2018 – apenas no período de carnaval, foram utilizadas 396 bolsas de sangue em pacientes que necessitaram de transfusão de sangue.

A diretora do MT Hemocentro, Silvana Salomão, disse que as doações de sangue podem ser realizadas até sexta-feira (01.03), na unidade sede. “Aqueles que têm essa vontade de ser doador pela primeira vez vai ser atendidos das 7h30 às 17h30, vamos esperá-lo para esta boa ação”.

Critérios para doação

·  Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos
(Menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável;
· Pesar no mínimo 50 kg;
· Estar alimentado;
· Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação. Caso seja após o almoço, o doador deve aguardar 2 horas;
· Ter dormido 6 horas nas últimas 24 horas;
·  Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiro, Certificado de Reservistas e carteira Profissional emitida por classe).

Veja Também:  Policial Militar de MT é assassinado em garimpo no Pará

Calendário de doação para o mês de março:

Serviço

O MT Hemocentro é coordenador e referência em hematologia e hemoterapia em Mato Grosso e atende à demanda sanguínea dos prontos-socorros de Cuiabá e de Várzea Grande, do Hospital Universitário Júlio Müller, do Hospital Municipal São Benedito e do Hospital Metropolitano de Várzea Grande. A unidade também é suporte para as 16 unidades de Coleta e Transfusão distribuídas na Hemorrede Estadual. Para mais informações ou para o agendamento de campanha para a coleta de doação, entre em contato pelo número: (65) 3623-0044.

Leia mais

MT Hemocentro intensifica coletas de sangue para reforço do estoque durante carnaval

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Estado inicia tratativas para implementar sistema de gestão completo para combate aos incêndios

Publicados

em

Por

Com o objetivo de conhecer novidades sobre práticas e tecnologia de combate aos incêndios, uma comitiva de Mato Grosso participou da Feira Internacional de Combate a Incêndio, Proteção Civil, Resgate e Segurança, a Interschutz. O evento aconteceu entre os dias 20 e 25 de junho, em Hannover, na Alemanha.

“As agendas técnicas que participamos já possibilitaram que iniciássemos as tratativas para que Mato Grosso seja o pioneiro em um sistema completo de gestão do combate aos incêndios florestais”, afirma a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti. O modelo de gestão que seria implementado como um projeto piloto, possibilita monitorar desde os insumos utilizados, até o dimensionamento das áreas que tiveram o combate aos incêndios, focos de calor, e as cicatrizes de queimadas.

Entre os equipamentos apresentados, alguns podem facilitar o combate aos focos de calor e facilitar esta tarefa aos bombeiros militares, como por exemplo, um caminhão de combate aos incêndios, totalmente elétrico, que é preparado para terrenos de difícil acesso.

“Por ser uma tecnologia alemã, e por termos o financiamento do Programa REM, que tem o apoio do governo Alemão, mostrando o compromisso do Governo de Mato Grosso e como essas inovações podem nos auxiliar, vamos pleitear receber agumas dessas ferramentas. Queremos continuar sendo um estado que se destaca pelo uso da tecnologia em favor do meio ambiente”, explica a gestora.

Veja Também:  Reeducandos da Penitenciária de Sinop concluem capacitação de cultivo em hortaliças

Também foi apresentado um sistema de monitoramento de satélite que mostra quase em tempo real os focos de calor. Esse sistema é chamado de plataforma de predição de incêndios florestais, e poder conhecer a ferramenta de perto demonstrou a importância para um combate mais efetivo do fogo, destaca a comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), tenente-Coronel BM Jusciery Rodrigues Marques.

“Conhecemos nesta visita as tecnologias, equipamentos e materiais de vários países, e pudemos selecionar quais seriam mais adequadas para serem implementadas aqui em Mato Grosso”, explica. 

Também participaram da agenda no exterior o secretário de Estado de Segurança, Alexandre Bustamante, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Alessandro Borges, e o diretor Operacional do CBMMT, coronel BM Aluísio Metelo Junior.

Interschutz

O evento reúne autoridades e especialistas como a maior feira do mundo sobre serviços de incêndio, salvamento, defesa civil e segurança. Foram apresentados durante cinco dias inovações sobre a proteção civil, combate a incêndios, soluções de comunicações e centro de controle, serviços de resgate, equipamentos de proteção e prevenção de incêndios.

Veja Também:  Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mato Grosso tem queda no registro dos casos de Feminicídio em 2022

Publicados

em

Por

Mato Grosso registrou 18 casos de Feminicídio de janeiro a maio de 2022 no Estado. De acordo com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), o número representa queda de 5% nos casos registrados, em comparação ao mesmo período do ano passado.
 
Em números totais, o Estado registrou 43 casos de Feminicídio em 2021. No mesmo período, o país registrou 1341 casos de homicídios praticados contra mulheres em decorrência do gênero das vítimas. O levantamento foi realizado pelo 16º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (28 de junho).
 
 
Para divulgar e combater os casos de ações penais de violência contra a mulher, a Cemulher disponibiliza em seu hotsite o mapa de casos registrados de violência doméstica no Estado, dividido por Comarca. Até maio de 2022, foram registrados 1.556 casos. A Comarca da Capital lidera os registros com 383 registros, em segundo lugar está a Comarca de Primavera do Leste, com 88 casos, e em terceiro a Comarca de Várzea Grande, com 77 casos registrados. Em 2021 foram registrados 4.256 casos por todo Estado.
 
 
 
SOS Mulher MT – Botão do Pânico Virtual – O aplicativo completou no mês de junho um ano de funcionamento e permite o acesso ao Botão do Pânico, uma espécie de pedido de socorro no formato virtual, quando o agressor descumpre a medida protetiva. A presidente do Poder Judiciário de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas, e o delegado-geral da PJC-MT, Mário Dermeval, apresentaram as informações e novidades para a ferramenta durante coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (24 de junho).
 
Onde baixar o aplicativo – O aplicativo é gratuito e está disponível nas lojas PlayStore e AppStore nos telefones e tablets.
 
Além do aplicativo, a parceria entre Governo do Estado e Poder Judiciário lançou o site ‘Medida Protetiva On-line’, que possibilita à mulher vítima de violência solicitar a medida protetiva sem a necessidade se deslocar até uma delegacia.
 
Clique neste link para acessar o site ‘Medida Protetiva On-line’. (https://sosmulher.pjc.mt.gov.br/)
 
Estatística – De acordo com o Sistema Omni, da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso, os números de medidas protetivas de urgência são crescentes ao longo dos anos.
Em 2019 foram 7.926 autorizações de medidas protetivas; em 2020, 8.184 e em 2021 foram concedidas 10.268. Até 22 de junho de 2022, o Judiciário concedeu 4.902 medidas protetivas de urgência.
 
Nº de mulheres que estão usando o Botão do Pânico Virtual em MT: 3.673
Nº de acionamentos do Botão do Pânico Virtual desde o lançamento: 231
Nº de medidas protetivas concedidas em MT, de janeiro a 23 de junho de 2022: 4.902
Nº de medidas protetivas solicitadas on-line pelo SOSMULHER: 84
Ações penais de violência contra a mulher em MT, em tramitação de janeiro a 23 de junho de 2022: 1.752
 
Demais estatísticas podem ser obtidas no hotsite da campanha Quebre o Ciclo.
 
Marco Cappelletti/ Ilustração: Freepik
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 
 
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Veja Também:  Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana