conecte-se conosco


Carros e Motos

Férias chegando: conheça 10 dicas para viajar com segurança

Publicados

em


source


As dicas de manutenção vão ajudar você a curtir o passeio com mais tranquilidade
Divulgação

As dicas de manutenção vão ajudar você a curtir o passeio com mais tranquilidade

Com a chegada das férias, muitas famílias se preparam para colocar o pé na estrada e aproveitar os dias de descanso. Para isso, a ConectCar , empresa de meio de pagamento automático de mobilidade, oferece vantagens que trazem facilidade ao cliente como notificação de passagem e extrato online.

Para o melhor controle de gastos da viagem, serviço de guincho  com desconto, para o caso de pane no carro pelo caminho e reserva de vagas em estacionamentos e até o cashback da Ipiranga, na hora de abastecer.

De acordo com a empresa, as passagens em pedágios cresceram 82%, considerando os meses de maio de 2020 contra maio de 2021. Segundo o CEO da empresa, Felix Cardamone, esse é um reflexo do atributo dos pagamentos automáticos , que permitem que o usuário tenha maior higiene e segurança ao efetuar transações sem sair do carro.

“Os consumidores preferem pagar o estacionamento via tag de pagamento, mesmo com a opção da gratuidade oferecida por meio de um carimbo recebido dentro de um mercado”, comenta o executivo. 

Além disso, a empresa elaborou 10 dicas para quem pretende pegas a estrada sem sustos ou frustrações. Confira a seguir:

1 – FAÇA UMA REVISÃO NO CARRO

Cheque junto ao mecânico de sua preferência itens como painel, óleo e filtro, filtros de ar e combustível, arrefecimento, pneus, freios, bateria, palhetas, suspensão, faróis e itens de emergência: triângulo, macaco, chave de roda, estepe e extintor.

2 – FAÇA UMA LISTA DE ITENS NECESSÁRIOS

Fazer uma lista, um dia antes da viagem , de itens importantes que pode salvar qualquer viagem como grande quantidadde de frascos de álcool em gel e máscaras, além de óculos, protetores solares etc. Além disso, checar a cobertura do seu plano de saúde se faz necessário. Diante da pandemia, não dá pra arriscar adoecer longe de casa.

Veja Também:  VW Jetta esportivo deverá chegar ao Brasil no mês que vem

3 – LIGUE O GPS

O GPS, do celular ou do próprio carro, quebra um galho durante vários momentos da viagem. Mas é claro que quem deve ficar de olho em que pontos parar é o passageiro. Uma boa dica, caso o celular perca o sinal do GPS , é deixar os mapas das redondezas do destino offline no aparelho.

4 – FAÇA UMA PLAYLIST DE VIAGEM

Uma boa playlist de músicas para viagem pode deixar o seu passeio ainda mais especial. Vale selecionar antecipadamente as músicas que vão tocar ou apenas dar play em alguma das muitas playlists de viagem que estão disponíveis nos streamings de música.

Você viu?

5 – FAÇA PARADAS, ALIMENTE-SE E BEBA MUITA ÁGUA

É essencial que você e seus companheiros de viagem façam paradas ao longo do percurso, para ir ao banheiro e se alimentar de maneira adequada. Além disso, parar em postos de gasolina e restaurantes é o momento perfeito para caminhar e alongar as pernas e coluna.

Opte por frutas e sanduíches leves, que não pesem no estômago e nem estraguem com facilidade. Leve bastante água para manter-se hidratado . Além disso, levar as coisas de casa é uma excelente maneira de fazer economia.

 6 – RESPEITE E ENTENDA A CULTURA DO LOCAL QUE VOCÊ VISITA

Você deve lembrar sempre que é um visitante nos lugares que viaja e, em muitos casos, as pessoas terão costumes e tradições diferentes do que você está acostumado. Por isso, é importante ressaltar que você deve, acima de tudo, respeitar a cultura local, além de estar aberto a viver novas experiências e apreciar novas maneiras de viver.

Veja Também:  Primeiro Aston Martin elétrico, com 600 cv, será o mais novo carro de James Bond

7 – CONTROLE OS GASTOS E FAÇA UM ORÇAMENTO

Seja para calcular a gasolina necessária, o preço dos passeios, comidas ou até mesmo o preço das passagens e hotéis , planeje-se antes, tenha um orçamento em mente e tente ao máximo não ultrapassá-lo. Tendo esses preços em mente, fica bem mais fácil controlar seus gastos na viagem.

8 – VEJA A PREVISÃO DO TEMPO

O clima no local onde você viaja pode ser bem diferente de onde você mora. Por isso, procure pesquisar mais sobre o clima local de onde você viajará e tome cuidado com as temporadas de chuva , por exemplo, pois isso pode atrapalhar os planos e prejudicar a viagem como um todo.

9 – FAÇA UM ROTEIRO COM SUAS PREFERÊNCIAS

Muitas vezes não dá para visitar tudo em um local, seja pela falta de tempo ou até de dinheiro. O recomendável é fazer um roteiro com os lugares preferidos , por prioridade. Afinal tem pessoas que gostam mais de uma bela paisagem do que de um museu , por exemplo. Por isso, tente aproveitar ao máximo os lugares que mais te atraem.

10 – ÀS VEZES, O DESTINO DOS SONHOS ESTÁ DO SEU LADO E VOCÊ NEM SABIA

Muitas vezes sonhamos com destinos como Europa, EUA, Canadá e outros que podem estar acima do que conseguimos pagar, mas esquecemos dos belos lugares que temos aqui próximo, no próprio Brasil ou países vizinhos como Argentina e Chile, por exemplo, e que também valem muito a pena visitar, além de ser possível economizar mais com a viagem. Uma viagem de carro a um local próximo pode ser mais divertida do que você espera.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Mini Cooper SE: aceleramos a grata surpresa 100% elétrica

Publicados

em


source
Mini Cooper SE é o primeiro de vários modelos 100% elétricos que estão previstos para o Brasil
Divulgação

Mini Cooper SE é o primeiro de vários modelos 100% elétricos que estão previstos para o Brasil

A Mini tem um plano de eletrificação ousado para essa década. A fabricante britânica deverá lançar seu último modelo com motor a combustão em 2025. Em meados de 2027, os executivos esperam que mais de 50% das vendas globais sejam de produtos elétricos. Até 2030, todo o catálogo global da Mini será formado apenas por veículos movidos que não gastam uma gota de combustível.

Leia também

O primeiro capítulo dessa história acaba de desembarcar no Brasil, com o lançamento do Cooper SE . O compacto parte de R$ 239.990 na versão de entrada Exclusive , passa por R$ 264.990 na versão intermediária Top e chega a R$ 269.990 na versão topo de linha Top Collection .

O Cooper elétrico tem as mesmas proporções do modelo convencional, mas ganhou alguns milímetros de altura para alocar as baterias sem raspar. Ele também é mais pesado que o Cooper a combustão, com 1.365 kg ante apenas 1.175 kg.

Um elétrico diferente

O Mini Cooper SE tem algumas diferenças na comparação com outros elétricos, como Renault Zoe e Nissan Leaf . O compacto inglês é um veículo térmico adaptado para rodar com eletricidade, enquanto os outros dois foram desenvolvidos como modelos puramente elétricos.

Veja Também:  Audi TT RS:  laranja mecânica

Por este motivo, as baterias do Mini Cooper SE são bem menores, pois precisam caber na mesma estrutura do modelo a gasolina. Elas são alocadas abaixo do assoalho, em formato de “T”, enquanto as baterias da dupla Zoe e Leaf preenchem completamente a parte inferior.

O conjunto de baterias subdividido em 12 módulos tem capacidade energética de 29 kWh. Este arranjo facilita a manutenção , uma vez que se for identificada alguma falha em um dos módulos, basta substituir o componente sem afetar os outros. A bateria tem garantia de 8 anos ou 100 mil km.

Em uma unidade de recarga rápida, o Mini Cooper SE pode recuperar até 80% da energia em 30 minutos. No wall-box residencial, a mesma recarga dura em torno de 2 horas e 10 minutos, enquanto em uma tomada convencional (que precisa ser aterrada), a carga leva em torno de 14 horas.

Kart elétrico

Mini Cooper SE preserva a vibe esportiva do modelo com motor a combustão; dirigibilidade é destaque
Divulgação

Mini Cooper SE preserva a vibe esportiva do modelo com motor a combustão; dirigibilidade é destaque

O motor elétrico desenvolve 184 cv de potência e 27 kgfm de torque, com velocidade máxima de 150 km/h limitada eletronicamente. Segundo a fabricante, o compacto pode atingir 100 km/h em 7,3 segundos.

A dirigibilidade sempre foi a principal característica dos modelos Mini – e fico contente que isso não tenha sido esquecido na versão elétrica. A vibe do Cooper SE é exatamente a mesma do modelo térmico, mas sem os ‘estalos’ metálicos no escapamento. 

Você viu?

Pisando fundo, as rodas dão uma leve destracionada graças a o torque instantâneo, entregue em ‘zero rotação’. Este comportamento emula o hatch movido a gasolina.

Graças ao centro de gravidade mais baixo, o Mini Cooper SE é mais estável que o modelo a combustão. Sua dirigibilidade é bem direta e responsiva, o tal “go-kart feeling” que o time de engenharia gosta de destacar.

Veja Também:  Aprilia RS 660 será atração do Salão de Milão, em novembro próximo

A suspensão rígida transmite todas as irregularidades do solo para a cabine, mas o Cooper SE não deixa de ser um modelo confortável para o dia a dia. Infelizmente, sua autonomia é baixa: são 234 km de capacidade de circulação, contra 300 km do Renault Zoe e 304 km do JAC e-JS1 .

Despojado

Confira o pacote de equipamentos de cada uma das versões do Mini Cooper SE 2022
Divulgação

Confira o pacote de equipamentos de cada uma das versões do Mini Cooper SE 2022

O pacote Exclusive (R$ 239.990) de entrada conta com painel digital de cinco polegadas, teto solar panorâmico, sensor e câmera de ré, ar-condicionado de duas zonas (o único da categoria), conjunto de iluminação full-LED, conectividade Apple CarPlay e um carregador portátil adaptado para as tomadas brasileiras.

A versão Top (R$ 264.990) inclui head-up display , sistema de áudio premium Harman/Kardon, LEDs direcionais, sistema de navegação e rodas exclusivas aro 17. O pacote Top Collection (R$ 269.990) ainda traz teto multi-tom e bancos de couro em combinações diferenciadas.

Julgando que o Mini Cooper  convencional tem preço base de R$ 214.990, a versão 100% elétrica surge com um pacote super competitivo. Quando a próxima geração do hatch for lançada, você não terá mais a opção de escolher o modelo a gasolina.

Vale lembrar que as lanternas traseiras do Mini Cooper trazem a bandeira do Reino Unido, nação que vai proibir a venda de carros a gasolina a partir de 2030. Alguns modelos híbridos serão tolerados até meados de 2035, mas a Mini pretende se antecipar. O Brasil precisa participar dessa transformação.

Mini Cooper SE Preço: a partir de R$ 239.990 Motor: elétrico, tração dianteira Potência: 184 cv Torque: 27 kgfm Transmissão: automática Freios: discos ventilados (dianteira), disco sólido (traseira) Suspensão: McPherson (dianteira), multibraço (traseira) Dimensões: 3,84 m de comprimento, 1,72 m de largura, 1,41 m de altura e 2,49 m de entre-eixos Porta-malas: 211 litros Vel. Máx: 150 km/h 0 a 100 km/h: 7 segundos.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

O Lamborghini mais caro do mundo é feito de ouro maciço e pedras preciosas

Publicados

em


source


Lamborghini Aventador de ouro teria sido vendida por R$ 15 milhões na época
Divulgação

Lamborghini Aventador de ouro teria sido vendida por R$ 15 milhões na época

Em 2013, o engenheiro Robert Wilhelm Gulpen resolveu esculpir uma joia tomando como base a temática de um dos superesportivos mais desejados do mundo: o então Lamborghini Aventador.

A réplica na escala 1:8 foi esculpida a partir de um bloco de 500 quilos de ouro e anodizado com pedras preciosas nos detalhes dos assentos, o que causou certo alvoroço e polêmica, porque afinal até mesmo os multimilionários e fãs do trabalho de Gulpen ainda resistiriam em ter de gastar o equivalente na época US$ 7,5 milhões, uma média de R$ 15 milhões.

De acordo com o engenheiro, a obra preciosa ainda ganharia toda personalização e completamente elaborado de acordo com o gosto do excêntrico comprador. O veículo fez história ao atingir três recordes mundiais, como: a versão mais cara para a escala, a blindagem mais segura e o logotipo mais valioso.

Lamborghini Aventador de ouro chegou a bater três recorde de uma vez pela preciosidade que representa
Divulgação

Lamborghini Aventador de ouro chegou a bater três recorde de uma vez pela preciosidade que representa

Ainda segundo Robert Wilhelm Gulpen, do montante, US$ 2,6 milhões estariam no valor total do preço das pedras e ouro. De todo o dinheiro arrecadado, US$ 650 mil seriam doados para uma instituição de caridade.

Hoje, não há vestígios do modelo de carro Lamborghini mais caro do mundo, nem com a montadora nem com o Guinness. De acordo com o site Autoevolution, não há paradeiro da miniatura e tampouco se foi vendido em leilão pelos US$ 7,5 milhões do lance pretendido.

A miniatura é uma joia bem valiosa, cujo paradeiro ainda são se sabe ao certo até agora
Divulgação

A miniatura é uma joia bem valiosa, cujo paradeiro ainda são se sabe ao certo até agora

Parece que este foi, na melhor das hipóteses , um sonho que nunca se tornou realidade ou, na pior das hipóteses, uma retração de relações públicas que não funcionou como planejado. Seja o que for, é a prova de que algumas coisas são ultrajantes demais para existir. Ou, como se costuma dizer, nem tudo que reluz é ouro.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana