conecte-se conosco


Agronegócio

FRANGO/CEPEA: Média mensal da carne registra novo recorde real em setembro

Publicados

em


Cepea, 1º/10/2021 – Mesmo com os recuos nos últimos dias do mês, os altos patamares de negociação da carne de frango nas primeiras semanas de setembro garantiram que as médias mensais (até o dia 29) atingissem recordes reais na série histórica do Cepea, iniciada em 2004, em todas as regiões acompanhadas (os valores foram deflacionados pelo IPCA de agosto/21). Segundo colaboradores do Cepea, o impulso aos preços veio do bom ritmo das vendas internas e externas da carne ao longo de setembro. Para o frango inteiro, tanto congelado quanto resfriado, os valores atingiram recordes reais em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. Dentre os cortes e miúdos acompanhados na região da capital paulista, apenas a asa e o coração não renovaram os recordes reais. Já para o vivo, apesar da valorização da carne, os preços não tiveram alteração em setembro. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  MILHO/CEPEA: Comprador se retrai; preços seguem em queda
Propaganda

Agronegócio

OVOS/CEPEA: Preços se mantêm praticamente estáveis

Publicados

em


Cepea, 18/10/2021 – Os preços dos ovos se mantiveram praticamente estáveis nos últimos dias nas praças acompanhadas pelo Cepea. Segundo colaboradores, o bom ajuste entre oferta e demanda sustentou as cotações. Mesmo assim, agentes do setor estão apreensivos, uma vez que o mercado já começa a dar sinais de enfraquecimento, levando à necessidade de concessão ou intensificação de descontos. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  Demanda por suínos aumenta no Brasil
Continue lendo

Agronegócio

MANDIOCA/CEPEA: Oferta ainda baixa impulsiona preços

Publicados

em


Cepea, 18/10/2021 – Os trabalhos de campo tiveram apenas pequeno avanço na semana passada, devido ao feriado de 12 de outubro e às chuvas em todas as regiões produtoras, que dificultaram a colheita. Além disso, segundo informações do Cepea, também há pouca disponibilidade de lavouras de segundo ciclo para colheita, e muitos produtores têm demonstrado baixo interesse pela comercialização de raízes mais novas, principalmente em razão do menor rendimento de amido. Assim, com a baixa oferta, os preços da mandioca continuaram em alta. Dados do Cepea apontam que a média nominal a prazo da tonelada posta fecularia foi de R$ 550,36 (R$ 0,9571 por grama de amido), 2,5% acima do registrado no período anterior. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Veja Também:  Mato Grosso recebe R$ 36 milhões e terá mais R$ 54 milhões por não exceder limite de área desmatada
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana