conecte-se conosco


Mato Grosso

Gisela diz que “as ruas mostram rejeição à atual  gestão”, ao colocar em xeque 4º lugar em pesquisa

Publicados

em

Marisa Batalha/O Bom da Notícia  –  (Foto: Reprodução)

A pré-candidata do Pros, na disputa pela Prefeitura de Cuiabá, a advogada e suplente de deputada federal, Gisela Simona, deixou de lado as meias palavras, colocando em xeque a veracidade dos números do Analisando Instituto de Pesquisa, que colocou o prefeito emedebista em primeiro lugar com 38,1% nas intenções de votos e a apontou em quarto lugar com com 6,3%.

Para Gisela, a pesquisa aparentemente não reflete o que ela e seu grupo estariam sentindo nas ruas de Cuiabá. Garantindo que tem conversado com várias pessoas ‘in loco’, e por meio das redes sociais, onde muitos têm apontado ‘um profundo descontentamento e uma rejeição muito grande a atual gestão municipal de Cuiabá’.

O sentimento das ruas hoje é muito claro, as pessoas querem renovação. E temos visto crescer este desejo de forma vetiginosa. Sobretudo, que Cuiabá, tenha um gestor de mãos limpas e não ver mais, de forma rotineira, situações de corrupção na Prefeitura de Cuiabá.

“O sentimento das ruas hoje é muito claro, as pessoas querem renovação. E temos visto crescer este desejo de forma vetiginosa. Sobretudo, que Cuiabá, tenha um gestor de mãos limpas e não ver mais, de forma rotineira, situações de corrupção na Prefeitura de Cuiabá. E é por isso que acredito na mudança, como a grande maioria da população acredita. E vejo que só quando iniciar o período de campanha é que se poderá ter uma real pesquisa sobre a vontade do povo’.

As declarações da pré-candidata ao site O Bom da Notícia foram dadas após a veiculação nesta última quarta-feira(26), dos números do Analisando Instituto de Pesquisa e Opinião Pública, pelo site RDNews.

Pontuando que, contudo, observou a pesquisa com bastante tranquilidade, ao levar em consideração que no trabalho de campo, na ‘hora de perguntar para o cidadão em quem ele vota, ele ainda não teria uma real noção de quem são, verdadeiramente, os candidatos a prefeito de Cuiabá. Sobretudo, porque, os nomes que estão sendo colocados nesta disputa estão ainda fase de pré-campanha, sem homologação nas convenções partidárias’.

Veja Também:  Madeira doada para prefeitura de Nova Santa Helena deve ser usada na manutenção de pontes

“Também tem a questão da atual gestão estar na mídia o tempo todo. De estar fazendo grande publicidade a todo momento, seja nas redes oficiais da prefeitura ou em suas redes sociais, em particular. E, e isso, faz com que, de fato, saia na frente. Mas vemos com naturalidade e, na verdade, agradecemos a população que lembrou do nosso nome e nos colocou na posição de 4º lugar. O grupo vê com muita naturalidade porque é importante começarmos a aparecer e é muito melhor começar menor e ganhar corpo quando as pessoas conhecerem a nossa proposta, do que começar bem e depois ir caindo”, asseverou.

Lembrando que prefere que esta disputa inicie desta forma, pois sabe que ainda, de fato, não foi dado o pontapé inicial à campanha e que de, antemão, sabe que a luta vai ser pesada.

“Mas vamos encarar essa estrutura, seja do município ou estado. E estamos bem preparados para isso, até observamos este desafio com bons olhos. A recepção da população de Cuiabá ao nosso nome é um ponto inicial de largada, para podermos, quando começarmos, de fato, a campanha, conseguirmos mostrar nossa proposta às pessoas. Para que conheçam, mais de perto, o que propomos. E, assim, apoiem um projeto que, verdadeiramente, pensa no povo de Cuiabá”.

(Foto: Reprodução/Câmara de Cuiabá)

ABILIO CASSADO 3.jpg

Outro candidato citado na pesquisa

Já o vereador Abílio Junior(Podemos) – que aparece em terceiro lugar na pesquisa com 9,2% -, em uma ‘simulação com 12 possíveis concorrentes ao Palácio Alencastro’, recorreu ao que sabe fazer de melhor, criticar, por meio de brincadeiras.

Em suas redes sociais, Abilinho, como é mais conhecido, postou nesta última quarta, um vídeo ironizando o ‘favoritismo’ do prefeito emedebista. (Veja vídeo abaixo)

Veja Também:  Políticas de enfrentamento à violência contra a mulher resultam na redução de casos de feminicídios

“Saiu uma pesquisa que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, está com 38% de intenções de votos. E quem fez foi uma funcionária dele, na prefeitura, que ganha R$ 11 mil na administração”, diz ele no post.

Outro lado

Ao site O Bom da Notícia, Christiany Regina Fonseca, informou que não era proprietária do Analisando Instituto de Pesquisa e Opinião Pública. E ainda que é professora do Instituto Federal de Mato Grosso[IFMT] e, atualmente, estaria ocupando o cargo de secretária-adjunta de Direitos Humanos, da Prefeitura de Cuiabá.

“Não sou responsável pela pesquisa, assim, não tenho qualquer responsabilidade pela pesquisa”, disse de forma sucinta a secretária-adjunta, ao site.

Repercussão

A matéria que ganhou discussão longa em grupo de jornalista, pelo aplicativo Whatsapp, acabou apontando que a razão social do instituto seria Studio 4 Comunicações. E ainda que estaria em nome de Heriberto da Fonseca. Com participantes apontando que o Analisando Instituto de Pesquisa e Opinião Pública, estaria no nome do pai de Christiany Regina. E que teria assinado a pesquisa, nos documentos do Tribunal Regional Eleitoral, o estatístico Jonathis Marcos da Silva.

Pesquisa

A pesquisa ainda aponta o empresário Dorileo Leal (PSDB) com 2,1% na corrida eleioral em Cuiabá. Ainda aparecem nos dados o presidente do DEM em Mato Grosso e 1º suplente de senador, Fábio Garcia, com 1,1%. Com o mesmo percentual estaria também o empresário Geraldo Macedo (PSD). Os demais não teriam alcançado um ponto percentual, sendo eles: Julier Sebastião (PT), Ulysses Moraes (PSL), Paulo Grando (Novo), Fabrício Carvalho (PDT) e Felipe Wellaton (Cidadania).

De acordo com a matéria, os pesquisadores entrevistaram 1.199 eleitores de 98 bairros. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TRE-MT, sob número MT-06212/2020.

Veja video de Abílio Junior

VÍDEO

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

“Este é um Governo diferenciado, que faz as coisas acontecerem”, afirma prefeito de Colíder em inauguração de nova ala do Hospital Regional

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso inaugurou, nesta quinta-feira (27.07), a nova ala do Hospital Regional de Colíder, que é referência para seis municípios da região. A área ampliada conta com 20 leitos de enfermaria e será, inicialmente, destinada ao atendimento de pacientes com Covid-19.

O Estado investiu R$ 8 milhões na estrutura física e mais R$ 1,5 milhão no mobiliário da nova ala.

Durante a solenidade de inauguração dos novos leitos, o governador Mauro Mendes reafirmou o compromisso do atual Governo em modernizar a saúde pública e investir em áreas essenciais. 

“A ala ampliada do Hospital Regional de Colíder traz um novo conceito de saúde pública, o mesmo que estamos levando para todos os hospitais regionais e todas as novas unidades que vamos construir. O objetivo é que a infraestrutura leve a uma mudança comportamental, para melhorarmos a saúde que é oferecida ao cidadão de Mato Grosso. A mesma postura que adotamos na saúde, nós temos na nossa educação, nas nossas estradas. Todos os equipamentos do Governo trabalham para fazer muito, mas fazer com qualidade”, declarou o governador. 

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, enfatizou que essa é uma das entregas feitas pelo atual Governo, que prioriza a modernização de todas as unidades de saúde geridas pelo Estado e a melhoria do serviço prestado à população. 

Veja Também:  Relator é favorável ao pagamento de RGA do Judiciário

“Essa conquista é fruto da promessa do governador Mauro Mendes, que na campanha falou que ia fazer a saúde funcionar e já está fazendo. Todas as unidades de saúde do Estado estão passando por modernização. O que mostramos hoje é uma prévia do que este hospital irá se transformar e do que queremos para todos os nossos hospitais e unidades especializadas”, disse o secretário, durante a inauguração. 

O prefeito de Colíder, Hemerson Máximo, elogiou e reconheceu o trabalho positivo do Governo de Mato Grosso no município de Colíder e em toda a região. 

“Esse é um momento histórico. O Governo do Estado vem sendo um grande parceiro de Colíder. Esse é um Governo diferenciado, que conversa com seriedade e faz as coisas acontecerem. Colíder está muito grata por tudo o que tem sido feito por Mato Grosso. Muito obrigado ao governador Mauro Mendes e parabéns ao secretário Gilberto Figueiredo”, declarou.

Para o deputado estadual Ondanir Bortolini, o Nininho, a entrega é resultado de uma gestão responsável. “Isso é a prova de que, quando se faz gestão com responsabilidade, os benefícios chegam na ponta. Nós estamos juntos, governador, porque é isso que nos orgulha: fazer política de resultado.” 

Veja Também:  Hospital Santa Casa é referência estadual e atendeu 839 crianças com suspeita da Covid-19

O deputado federal Juarez Costa também elogiou as ações feitas pelo Governo do Estado e enfatizou a relação de parceria com o Poder Legislativo.

“Colíder, como toda a região norte, merece essa atenção. O Norte, principalmente o extremo norte, não tinha essa atenção que o governador Mauro Mendes tem dado em infraestrutura, saúde, educação e demais áreas. Estamos juntos com a bancada federal, com a Assembleia Legislativa ajudando o Governo do Estado e os secretários a fazerem o estado se mover”, concluiu.

Durante a solenidade de inauguração, também foram feitas as entregas de 450 cestas básicas do programa Vem Ser Mais Solidário, 60 caixas de abelha e assinado o termo de entrega de 700 toneladas de calcário, oito resfriadores de leite e uma ensiladeira para a agricultura familiar.

Na inauguração dos novos leitos, também estiveram presentes os deputados federais Carlos Bezerra e Neri Geller, os deputados estaduais Dilmar Dal Bosco, Ondanir Bortolini, Elizeu Nascimento, Sebastião Rezende, e os secretários de Estado, Mauro Carvalho (Casa Civil), Alberto Machado, o Beto Dois a Um (Cultura, Esporte e Lazer), Silvano Amaral (Agricultura Familiar) e Rosamaria Carvalho (Assistência Social e Cidadania), prefeitos e autoridades da região.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Seduc libera contratações para professor, técnico e apoio administrativo

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) autorizou gestores das escolas estaduais a iniciarem a inserção das demandas de contratações de professores, técnicos e apoio administrativo educacional para o retorno das aulas na modalidade híbrida, no dia 3 de agosto, respeitando as vagas existentes na Portaria nº 619/2020/GS/SEDUC/MT. São servidores que participaram do Processo de Atribuição Simplificado (PAS/2021).

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, explica que os principais objetivos neste momento são a recuperação da aprendizagem dos estudantes e a segurança no ambiente escolar. “Teremos professores atuando com aulas de reforço, no contraturno, e vamos garantir a plena capacidade de funcionamento de todas as escolas com mais técnicos e apoio administrativo”.

O secretário informa, ainda, que as contratações serão feitas de acordo com a demanda de cada unidade escolar e com o diagnóstico sobre aprendizagem dos alunos.

A secretária-adjunta de Gestão de Pessoas da Seduc-MT, Flávia Emanuelle de Souza Soares explica que, quanto ao concurso edital 01/2017, o chamamento está em andamento por município. O prazo termina nesta sexta-feira (30.07). A próxima fase é o chamamento por polo para o total de 150 profissionais.

Veja Também:  Multa para quem não usar máscara deve ser de R$ 140 em MT

Já em relação aos profissionais que participaram do PAS/2021, a estimativa é de cerca de 4.700 contratações.

“Todas as escolas foram orientadas de como proceder para realizar as contratações que podem ser feitas nos casos que o quadro de profissionais não tenha sido preenchido ou que for necessária a substituição de servidores em afastamento por questões de saúde”, destaca a secretária.

Orientações

Nos casos de professores, técnicos e apoios administrativo que estejam em teletrabalho e, por motivo de saúde não possam retornar no dia 3 de agosto, os casos serão analisados individualmente quanto à necessidade de substituição.

Para a solicitação, serão necessários os seguintes dados do servidor para análise de liberação do cargo em substituição: nome, CPF, vínculo de matrícula, número do processo de autorização de teletrabalho devidamente autorizado pela NSSE e núcleo de assiduidade, além de cópia da carteira de vacina contra Covid-19.

“Todos os processos de teletrabalho precisam estar autorizados para que a substituição ocorra”, reforça Flávia Emanuelle.

Veja Também:  Assembleia Social oferece 29 opções de oficinas para contribuir com a renda familiar
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana