conecte-se conosco


Tecnologia

Google Maps é investigado por dificultar integração com outros apps

Publicados

em

source
Google Maps é investigado na Alemanha
Unsplash

Google Maps é investigado na Alemanha

Nesta terça-feira (21), o Escritório Federal de Combate a Cartéis da Alemanha (FCO) abriu uma investigação sobre “possíveis restrições anticompetitivas” adotadas pelo Google Maps. O órgão regulador quer descobrir se a Alphabet, controladora do Google, está prejudicando outros mapas online ao dificultar a integração do Maps em aplicativos de terceiros.

Em um comunicado sobre o novo processo contra a gigante da tecnologia, o presidente do FCO, Andreas Mundt, disse: “temos informações que sugerem que o Google pode estar restringindo a integração de seu próprio serviço de mapas em aplicativos de mapas de terceiros”.

Ele também explicou que o Google Maps parece dificultar a incorporação de seus dados de localização, função de pesquisa e do Google Street View em aplicativos e plataformas que não pertencem ao Google. Dessa maneira, o usuário recorreria mais vezes aos serviços próprios da Alphabet, o que, segundo a lei alemã, é uma prática anticompetitiva.

Autoridades alemãs estão de olho no Google

Em 2022, o Escritório Federal de Combate a Cartéis da Alemanha ganhou mais poderes e agora está de olho nas grandes empresas de tecnologia. Trata-se do mais recente processo iniciado pelo órgão alemão contra o Google. No mês passado, o FCO também abriu outras investigações sobre o Google News Showcase e sobre os termos de uso de dados da companhia.

Segundo Mundt, o Escritório vai examinar se essa prática do Google Maps poderia ajudar a empresa a “expandir ainda mais sua posição de poder em relação a determinados serviços de mapas”. O FCO também deve analisar os termos e condições de licenciamento para o uso dos serviços de mapas do Google em sistemas de carros. Como parte da investigação, a autoridade alemã vai entrevistar clientes e concorrentes do Google Maps.

Caso seja identificado que o Google está, de fato, prejudicando a livre concorrência, conforme as leis alemãs, o Escritório Federal de Combate a Cartéis pode intervir nas operações do Maps. Segundo um porta-voz do Google, a companhia está trabalhando com os reguladores do país e se prontificou a responder qualquer pergunta sobre seus negócios.

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Jogadores de Fall Guys criticam modelo free-to-play: ‘menos divertido’

Publicados

em

Por

Fall Guys passou por mudanças nas recompensas
Reprodução

Fall Guys passou por mudanças nas recompensas

Fall Guys se tornou grátis  em todas as plataformas, porém alguns jogadores antigos não ficaram contentes com a novidade. Desde a mudança do modelo de monetização do Battle Royale das jujubinhas, em 17 de junho, usuários têm criticado não só as novas moedas digitais, como também a mecânica de Passe de Batalha, herdada de Fortnite.

A maior frustração dos jogadores antigos está relacionada ao nível de fama — recurso necessário para evoluir a versão paga do Passe de Batalha e conseguir as recompensas visuais. É possível obter fama apenas jogando, porém a diferença de experiência recebida ao terminar as partidas em primeiro ou último lugar é muito pequena.

Para alguns jogadores de Fall Guys, não vale a pena se esforçar para conseguir a coroa no final das partidas. Afinal, as coroas, que antes desbloqueavam os melhores itens cosméticos do Battle Royale, foram rebaixadas a simples moedas que só podem ser usadas para evoluir a versão gratuita Passe de Batalha, com recompensas menos atrativas.

Devido ao ganho desbalanceado de fama e à desvalorização das coroas, os jogadores antigos têm preferido acumular experiência apenas entrando em partidas para serem eliminados nas primeiras rodadas. Inclusive, dá para comprovar de maneira matemática que esse método é, sim, o mais rápido para evoluir o Passe de Batalha.

Veja Também:  Netflix aposta em 50 jogos até final de 2022 para segurar assinantes

Perder vale mais a pena para conseguir fama

No Reddit, o usuário hold_my_cocoa publicou uma série de fotos que mostram os ganhos de fama ao finalizar as partidas em cada uma das seis possíveis rodadas. Ao ser eliminado logo no primeiro percurso, o jogador recebeu 24 pontos. Garantindo a coroa, a pontuação subiu para 107.

Pela minha experiência com o jogo, uma partida inteira de Fall Guys dura, em média, 10 minutos. Cada rodada pode durar de dois a três minutos, dependendo da quantidade de jogadores e do desafio proposto.

Em 10 minutos, uma pessoa pode ficar até o final para garantir a recompensa única de 107 pontos. Entretanto, nessa mesma quantidade de tempo, o jogador pode participar de cinco partidas diferentes, ser eliminado no primeiro round e obter 24 pontos em cada tentativa, garantindo 120 pontos no total.

Veja Também:  Instagram: oito ideias de destaques para o seu perfil comercial bombar

Jogadores não estão se divertindo em Fall Guys

Com exceção da satisfação pessoal, não faz mais sentido lutar para vencer uma partida de Fall Guys. Por isso, alguns jogadores estão deixando de se divertir no game. Em uma grande análise publicada no Reddit, o usuário FearMeIAmLag1 resume bem o sentimento da comunidade ao dizer o seguinte:

“Há muitos erros aqui e isso pune absolutamente tanto os novos quanto os antigos jogadores. Jogos não são divertidos se parece que não há recompensas, e Fall Guys está dando pouquíssimo aos jogadores. Esse jogo não será lucrativo se não houver ninguém jogando e gastando dinheiro com ele”.

Por enquanto, parece que a questão das recompensas não preocupa a desenvolvedora Mediatonic, nem a distribuidora Epic Games. Afinal, Fall Guys atingiu o pico de 20 milhões de jogadores nas primeiras 48 horas desde a estreia da primeira temporada grátis. Pode ser que a longo prazo, porém, essa realidade mude.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Cinco anos depois, iPhone 14 voltará a ter versão ‘Plus’

Publicados

em

Por

iPhone 14 voltará a ter versão Plus
Divulgação/Apple

iPhone 14 voltará a ter versão Plus

Depois de cinco anos, a Apple deve voltar a trazer a nomenclatura “Plus” em seus iPhones neste ano. De acordo com o vazador Lanzuk, relatado pelo blog sul-coreano Naver, a linha iPhone 14 voltará a ter uma versão “Plus”.

O iPhone 14 Plus será a versão maior do iPhone 14, com hardware idêntico, sendo o tamanho da tela a única diferença. Desde a linha iPhone 8, lançada em 2017, a Apple não utiliza esta nomenclatura, adotando o termo “Max” para se referir aos smartphones maiores.

Na linha iPhone 14, porém, é especulado que a versão “Mini” ficará de fora, surgindo um novo modelo – justamente o “Plus”. Se os rumores se confirmarem, a família será composta pelos seguintes dispositivos:

  • iPhone 14 – 6,06 polegadas
  • iPhone 14 Plus – 6,68 polegadas e especificações iguais ao iPhone 14
  • iPhone 14 Pro – 6,06 polegadas e especificações avançadas
  • iPhone 14 Max – 6,68 polegadas e especificações avançadas

Com isso, a versão “Pro Max” passaria a se chamar apenas “Max”, já que haveria a diferenciação em relação ao “Plus”.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana