conecte-se conosco


Mato Grosso

Governador dá início à obra do maior hospital do Médio Norte: “objetivo é ter uma saúde pública eficiente e de qualidade”

Publicados

em

O governador Mauro Mendes autorizou, na noite desta sexta-feira (24.06), o início das obras do Hospital Regional de Tangará da Serra (a 251,2 km de Cuiabá). Projetada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a unidade hospitalar receberá o investimento de R$ R$ 107,9 milhões e conta com um cronograma de aproximadamente 22 meses de execução, com entrega prevista para 2024.

“Esse é o maior pacote de obras de construção e ampliação de leitos na saúde pública de Mato Grosso. Hoje, nenhum estado brasileiro está construindo, ao mesmo tempo, tantos hospitais como nós estamos. São cinco hospitais já em construção no estado e mais um, o Regional de Alta Floresta, que deve ter a obra iniciada na próxima semana.  Nosso grande objetivo é ter uma saúde pública eficiente e de qualidade que funcione para o cidadão mato-grossense”, declarou o governador, durante a assinatura da ordem de serviço para início das obras.

O Hospital Regional será referência para 10 municípios da região médio norte do estado, sendo eles Arenápolis, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Denise, Nova Marilândia, Nova Olímpia, Porto Estrela, Santo Afonso, Sapezal e Tangará da Serra. A unidade de saúde contará com um total de 151 leitos, sendo 111 leitos de enfermaria e 40 leitos de UTI. A obra é feita pela Construtora Augusto Velloso S/A.

“A atual gestão não apenas inicia a construção do novo Hospital Regional de Tangará da Serra, mas beneficia a população de 10 municípios da região de Saúde do Médio Norte. As equipes da Secretaria de Estado de Saúde ainda trabalham na construção de outros três novos Hospital Regionais – em Juína e Confresa, obras que já foram iniciadas, e em Alta Floresta, que deve ser iniciada em breve”, explicou a secretária estadual de Saúde, Kelluby de Oliveira.

O hospital também terá 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Para o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, essa é a obra mais importante do município, pois, segundo ele, é um empreendimento que que vai atender as pessoas com tratamento médico de qualidade.

Veja Também:  Diretoria da APDM é empossada e empoderamento feminino é tema

“O mais importante ainda é que o hospital não é só para os tangaraenses, mas para toda a região. Fico grato e honrado com essa unidade de saúde. Tivemos uma luta grande para conseguir esse terreno, mas sonhamos juntos com o governador Mauro Mendes, debatemos junto com a população e superamos todas as dificuldades e hoje estamos aqui dando a ordem de construção do hospital”, disse.

Um dos pioneiros da cidade e empresário local, José Osmar, não conteve o ânimo e comemorou o início das obras do hospital. “É um sonho que está se concretizando com a assinatura. A gente, como pioneiro da cidade de Tangará da Serra, fica muito feliz, realizado. Nossa região será beneficiada e poderá usufruir de uma saúde pública com qualidade. O governador do Estado está fazendo com que Mato Grosso fique cada vez mais gigante como já é em sua essência”, celebrou Osmar.

Quem também celebrou o início da obra da unidade de saúde foi o professor de educação física da rede municipal de ensino, Nelson Ferreira. “Há muito tempo a gente sonha em ter uma estrutura de saúde aqui para o município e agora o governador está realizando um sonho nosso, de termos nosso hospital regional para atender os moradores dessa região”, disse o professor. 

Presentes no lançamento da obra do hospital, políticos e autoridades de Mato Grosso também ressaltaram a importância da unidade de saúde para região, além de destacarem as ações do Governo para os municípios do estado.

O senador Fábio Garcia destacou que Mato Grosso está recebendo o maior investimento da história. “Hoje acontece no estado o maior investimento de toda sua história, mas não somente na área da saúde. São mais de 2.500 mil quilômetros de estrada que serão construídas até o final deste ano, fora os investimentos na educação, regularização fundiária, entre outros. Todo esse trabalho é fruto de um esforço conjunto liderado pelo governador Mauro Mendes”, pontuou o parlamentar.

Veja Também:  Governo de MT lamenta morte de avô do senador Fábio Garcia

O deputado federal Neri Gueller lembrou que também participou dos trabalhos para o alcance dos sonhos do município. “Ajudamos muitos municípios com recursos das emendas federais, como R$ 8 milhões que destinamos para ajudar Tangará com o problema da água”, recordou Gueller.

Já o deputado estadual Dr. João comemorou o fim do sofrimento dos moradores da região que precisam viajar quilômetros até Cuiabá para atendimento médico especializado. “Tangará da Serra ficou fora do mapa do estado por mais de 20 anos, mas o governador, por meio de sua gestão, colocou o município novamente no mapa. Ele tem ao lado secretários competentes, que atuam junto com a bancada federal e com a assembleia legislativa. Sou médico a 40 anos e acompanho o sofrimento da população que precisa ir de madrugada para Cuiabá. Agora esse sofrimento vai acabar”, afirmou o deputado.

Acompanharam o governador Mauro Mendes, durante a agenda, os senadores Fábio Garcia, Wellington Fagundes e Margareth Buzzetti; os deputados federais Neri Geller, Carlos Bezerra e Dr. Leonardo; os deputados estaduais Max Russi, Dr. João, Elizeu Nascimento, Dilmar Dal’ Bosco, Paulo Araújo, Dr. Gimenez, João Batisca, Gilberto Cattani e Valmir Moretto; os secretários chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, Agricultura Familiar, Teté Bezerra, de Comunicação, Laice Souza, de Gabinete de Governo, Jordan Espíndola; os presidentes do Intermat, Francisco Serafim, da MT PAR, Wener Santos Par, e da Sanemat, Luiz Fernando Caldart, e a prefeita de Cáceres, Antônia Eliene Liberato Dias, além de outros prefeitos e autoridades da região.

Nesta sexta-feira, o governador ainda esteve no município de Cáceres, onde também vistoriou obras de infraestrutura e assinou convênios.

Novos Hospitais

Além do início das obras dos novos Hospitais Regionais de Tangará da Serra, de Juína e do Araguaia, em Colniza, o Governo de Mato Grosso também iniciará, em 2022, a construção do Hospital Regional de Alta Floresta. A ordem de serviço para o início dessa obra será emitida nos próximos dias.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Balanço inclui prisão em flagrante e diversos materiais apreendidos

Publicados

em

Contratos de compra e venda, nove aparelhos celulares, documentos timbrados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e material artesanal para atear fogo foram alguns dos itens apreendidos na Operação Jomeri, realizada no sábado (13) na região de Colniza. Foi efetivado também Auto de Prisão em Flagrante Delito por posse de arma de fogo e munições. Dos sete mandados de buscas e apreensões expedidos, quatro foram cumpridos com êxito.

A operação foi um desdobramento da ação fiscalizatória realizada no dia 05 de agosto. A iniciativa foi desenvolvida de forma conjunta pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco Ambiental), Promotoria de Justiça de Colniza, Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), Delegacia Regional de Juína, Delegacia Municipal de Colniza, Grupo de Operações Especiais (GOE), Batalhão de Proteção Ambiental da Polícia Militar e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

As instituições envolvidas na operação acreditam que o trabalho de repressão realizado na região foi primordial para que o “Dia do Fogo” não ocorresse. Levantamentos promovidos pelas equipes de inteligência sinalizavam para uma mobilização em larga escala.

Veja Também:  Nota MT premia 1.002 consumidores no sorteio mensal de abril; confira o resultado

Até 11 de agosto, dois dias antes da operação, o Corpo de Bombeiros Militar, por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Guarnição de Polícia Militar Ambiental da PMMT, já haviam expedido cinco autos de inspeção, cinco autos de infração e cinco relatórios técnicos na região. Cinco propriedades foram multadas por destruição com uso de fogo de aproximadamente nove mil hectares, totalizando R$ 122 milhões.

Além das medidas de busca e apreensão, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso instaurou dezenas de procedimentos de natureza cível, buscando a reparação socioambiental pela degradação já ocorrida. O valor total das indenizações é de R$ 421.731.922,05.

Desde a notícia de que ocupantes de uma das fazendas da região promoveriam incêndio criminoso na área, a Sema, por meio da Superintendência de Fiscalização e o Núcleo de Inteligência, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar, posicionaram suas equipes na área de forma ostensiva a prevenir e impedir a ação dos infratores, bem como identificar as pessoas ligadas à incitação lesiva ao meio ambiente. Já foram lavrados 18 autos de infração pela prática de desmate ilegal, que correspondem a 50% do desmate para o município de Colniza.

Veja Também:  “Não corram riscos desnecessários”, alerta secretário de Saúde de MT

De 08 a 12 de agosto, o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental aplicou em quatro pontos da região multas de R$ 200 mil por quebra de embargo e de R$ 450 mil por desmate ilegal, totalizando R$ 650 mil. Ao todo, foram fiscalizados oito alertas.

Em Mato Grosso, o uso do fogo está proibido desde o dia 1º de julho e a vedação segue até o dia 30 de outubro.

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Na busca pelo primeiro mandato na AL, Juca do Guaraná quer ‘levar o povo’ para a Casa de Leis

Publicados

em

Para o candidato a deputado estadual pelo MDB em Mato Grosso, Juca do Guaraná Filho, a presença do agente político nos municípios é fundamental. Uma das propostas do Juca do Guaraná, é percorrer, com o Gabinete Itinerante, os 141 municípios do Estado e deixar fixa uma base do Gabinete Itinerante nas principais cidades de Mato Grosso.

“As pautas que vêm de encontro com as necessidades da população precisam ganhar vez na Assembleia Legislativa. Pode ter certeza que se eu conseguir uma das vagas da AL, a população entrará junto comigo”, destacou Juca do Guaraná.  

O emedebista é conhecido por ser o vereador do povo. Juca foi um dos parlamentares que mais teve indicações feitas e atendidas nos último dois anos. Já se somam mais de 10 mil indicações atendidas, em inúmeros bairros e comunidades rurais de Cuiabá. 

Juca do Guaraná Filho sabe bem a importância em ser um bom representante para a população cuiabana. Com muitos projetos de Lei de sua autoria, sancionados, Juca promete, caso eleito, continuar ‘fazendo mais por sua gente’.  Desta forma, criando mais propostas que beneficiem diretamente a homens e mulheres trabalhadores ou inserindo emendas a projetos que sejam, de fato, de interesse para Mato Grosso.  

Veja Também:  Corregedoria quer ampliar convênio de cartórios com Detran-MT

Juca do Guaraná Filho nasceu no bairro Pedregal, se candidatou e foi eleito em 2012. Depois, em 2016 e, por fim, em 2020. Sua entrada na política foi, inicialmente, para atender a um pedido do falecido pai, o ex-vereador José Maria Barbosa, mais conhecido como Juca do Guaraná. Assim, decidiu seguir a trajetória política e, hoje, Juca do Guaraná Filho busca seu primeiro mandato como deputado estadual.  

Com esse objetivo, Juca do Guaraná tem mostrado aos eleitores alguns de seus trabalhos na Casa de Leis cuiabana, afirmando que como vereador, criou o Gabinete Itinerante, com o objetivo não só de aproximar o parlamento municipal da comunidade, como ainda levantar as principais necessidades estruturais, em especial, nos bairros carentes da Capital. A ação já percorreu todas as regiões da Capital e já totalizou mais de 10 mil atendimentos. 

Em uma luta sem tréguas, Juca conseguiu sancionar a Lei de Nº 6.509/2020, de sua autoria, estabelecendo atendimento prioritário e, sobretudo, humanitário, aos autistas. A Lei exige que os estabelecimentos públicos e privados passem a estampar, em local visível, o símbolo para a conscientização do autismo, informando que os portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus acompanhantes têm direito a atendimento prioritário. O êxito foi tão grande que o projeto do vereador Juca do Guaraná acabou servindo de referência para várias outras cidades.

Veja Também:  Diretoria da APDM é empossada e empoderamento feminino é tema

Juca também foi autor da Lei que aumentou o tempo para integração nos ônibus coletivos de Cuiabá, fazendo com que os usuários do transporte público tivessem mais tempo para completar seu trajeto, sem perder o tempo de integração e sem precisar pagar outra passagem.   

Esta Lei foi idealizada pelo parlamentar como resultado de uma experiência feita por ele, quando enfrentou um ônibus lotado que demorou aproximadamente 2 horas para fazer a linha que vai do bairro Pedra 90 ao Centro da capital. Ao passar por essa situação, notou que muito dificilmente uma pessoa conseguiria fazer esse mesmo percurso e tantos outros, em apenas 1 hora.  

Com a apresentação de todo trabalho prestado à Cuiabá, é que Juca do Guaraná tem se colocado à disposição da população mato-grossense, para levar esses projetos para todo o Estado.

Fonte: Eleições 2022

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana