conecte-se conosco


Mato Grosso

Governador prorroga novamente o vencimento do IPVA em Mato Grosso; confira as datas

Publicados

em

Medida visa minimizar o impacto econômico causado aos mato-grossenses pela pandemia

Lucas Rodrigues | Secom-MT

O governador Mauro Mendes, que prorrogou vencimento do IPVA – Foto por: Christiano Antonucci

O governador Mauro Mendes prorrogou novamente as datas para o vencimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referente ao ano de 2021.

O decreto prevê o vencimento apenas em julho para as placas de 1 a 4. Já as placas de 5 a 7 têm o vencimento adiado para agosto, enquanto veículos de placas 8, 9 e 0 poderão pagar o imposto no mês de setembro. Também ficam mantidos os descontos nos pagamentos em cota única e opções de parcelamento.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (24.02) e será publicada no Diário Oficial, estendendo a prorrogação que foi feita também em 2020. O calendário original do IPVA 2021, que previa o vencimento a partir de janeiro deste ano, já havia sido prorrogado para março.

Porém, de acordo com o governador, o impacto causado pelo coronavírus no estado continua a causar transtornos financeiros aos mato-grossenses e, por isso, o vencimento do imposto ficará para o segundo semestre.

“É mais uma medida que o Governo está tomando para poder minimizar o impacto dessa perturbação da atividade econômica causada pela pandemia. É um fôlego para as empresas, profissionais e cidadãos que precisam pagar esse imposto”, afirmou.

Confira o calendário:

FINAL DA PLACA DO VEÍCULO PAGAMENTO EM COTA ÚNICA (DESCONTO DE 5% PAGAMENTO EM COTA ÚNICA (SEM DESCONTO) PAGAMENTO DA 1ª DE ATÉ 6 COTAS (SEM DESCONTO) PAGAMENTO INTEGRAL COM ACRÉSCIMOS (CORREÇÃO MONETÁRIA, JUROS E MULTAS)
1, 2, 3 E 4 ATÉ 09/07/2021 ATÉ 30/07/2021 ATÉ 6 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 30/07/2021 APÓS 30/07/2021
5, 6 E 7 ATÉ 10/08/2021 ATÉ 31/08/2021 ATÉ 5 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 31/08/2021 APÓS 31/08/2021
8, 9 E 0 ATÉ 10/09/2021 ATÉ 30/09/2021 ATÉ 4 COTAS: DATA LIMITE PARA PAGAMENTO DA 1ª PARCELA EM 30/09/2021

APÓS 30/09/2021

Fonte: Assessoria

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres – MT 

Comentários Facebook
Veja Também:  Gado furtado de fazenda em Nova Brasilândia é localizado em propriedade em Santo Afonso
Propaganda

Mato Grosso

Aulas na modalidade híbrida serão retomadas dia 3 de agosto; veja como funcionará

Publicados

em


As aulas na rede estadual de ensino de Mato Grosso serão retomadas, na modalidade híbrida, no dia 3 de agosto de 2021, após investimentos de mais de R$ 170 milhões em biossegurança e infraestrutura física, na área pedagógica e tecnológica. Todas as unidades possuem plano de contingência contra a Covid-19, receberam as orientações sobre a nova forma de funcionamento e todas as medidas que precisam ser adotadas em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.

A primeira semana será de acolhimento aos profissionais e estudantes. Nos dias 2 e 3 de agosto a Seduc realiza lives inaugurais de volta às aulas na modalidade híbrida, voltadas a todos os servidores.

O acolhimento aos estudantes começa na quarta-feira (04.08), em revezamento elaborado por cada unidade escolar. Na primeira semana, os alunos serão recebidos em dias alternados. Eles foram divididos em Grupo A e Grupo B. A divisão foi feita por cada unidade escolar, responsável pela comunicação aos pais.

No dia 04 de agosto vão para as escolas os estudantes do Grupo A. No dia 05 será a vez dos estudantes do Grupo B. Esses dois dias serão fundamentais para que os estudantes conheçam como as escolas vão funcionar.

A partir do dia 10 de agosto começa o revezamento semanal.  Desta forma, do dia 10 ao dia 14 de agosto estarão de forma presencial os integrantes do Grupo A. Na semana seguinte, dos dias 17 a 21, será a vez dos estudantes do Grupo B. E assim consecutivamente.

Veja Também:  Mato Grosso recebe 181.130 doses de vacina nesta terça (27) e quarta-feira (28)

Na semana que o estudante não estiver em atividade presencial, terá estudo dirigido. É importante ressaltar que pais e responsáveis poderão visitar as escolas e tirar dúvidas. Para isso, é necessário fazer agendamento com a direção da unidade escolar para evitar aglomerações.

Organização das salas de aula

Dentro da sala de aula é obrigatório manter o distanciamento social de 1,5 metro e usar a máscara de proteção facial. As carteiras e mesas estarão organizadas em uma mesma direção.

Exceções

Caso o responsável pelo estudante decida mantê-lo em atividade 100% remota, deverá assinar um termo de responsabilidade, se comprometendo a retirar e devolver as atividades no período estipulado pela escola; acompanhar a rotina de estudos; apoiar e incentivar o estudante na realização das avaliações; incentivar a participação nos simulados, para estudante matriculado no ensino médio; incentivar a participação no concurso de redação, para estudante matriculado no 3º ano do ensino médio. Em caso de atividades que o estudante não consiga desenvolver, deverá ser registrada por este uma observação para o professor.

Quanto aos estudantes com comorbidades, a orientação é que continuem em atividades 100% remotas neste primeiro momento, mas a participação presencial poderá ocorrer desde que o responsável assine um termo de autorização na unidade escolar.

Veja Também:  Mulher pelada xinga policiais em Santo Afonso e é presa por desacato

Estudantes atendidos exclusivamente de forma remota terão sua presença computada, considerando: 25% da frequência, ao retirar as atividades e 75% da frequência, ao devolver as atividades.

Áreas comuns

Considerando que os grupos estarão com um número menor de estudantes por sala de aula, também poderão ser utilizados outros espaços, como quadras poliesportivas, pátios e/ou áreas de lazer, de modo que as medidas de biossegurança sejam respeitadas.

As equipes gestoras foram orientadas a planejar momentos de intervalo e lanche diferentes, com áreas de circulação demarcadas, para facilitar a limpeza.

Lives

Na segunda-feira (02/08), será realizada a primeira aula inaugural do retorno das aulas na modalidade híbrida. Será às 9h, na Igreja Batista Nacional (IBN), bairro Cristo Rei.

A live terá palestras com Cláudia Costin – “Recuperação da Aprendizagem Pós-Pandemia” – e Camila Cury – “O acolhimento socioemocional no retorno das atividades presenciais”.

Ela será transmitida ao vivo, pelo canal da Seduc no YouTube.

Na terça-feira (03/08), a live será realizada no Anfiteatro Zulmira Paes de Barros, na Assembleia Legislativa, a partir das 8h30, e poderá ser acompanhada pela internet.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo publica licitação para concluir pavimentação entre os distritos de Mimoso e São Lourenço de Fátima

Publicados

em


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), publicou a licitação para contratação de empresa de engenharia para execução dos serviços de pavimentação e restauração das rodovias MT-270/040/456, nos municípios de Santo Antônio do Leverger e Juscimeira, região sudeste de Mato Grosso.

A obra vai concluir a ligação dos distritos de Mimoso, em Santo Antônio do Leverger, e São Lourenço de Fátima, em Juscimeira, por via pavimentada. Esse trecho, conhecido popularmente como Estrada Verde, se tornará uma nova rota entre Cuiabá e Rondonópolis, passando pelo Pantanal mato-grossense.

De acordo com o edital de licitação, serão pavimentados e restaurados 38,1 quilômetros em dois trechos das rodovias. O primeiro deles vai do entroncamento da MT-040/140 até o Distrito de Fátima de São Lourenço. O segundo trecho vai do Distrito de Mimoso até a ponte do Rio Mutum. Ao todo, estão estimados investimentos da ordem de R$ 23,5 milhões.

Conforme o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, essa pavimentação é um complemento das obras já executadas pelo Governo na Estrada Verde, como a pavimentação de 20,3 quilômetros da MT-270/040, no trecho entre a MT-140 até o entroncamento da MT-456, em Mimoso, além das pontes de concreto sobre o córrego Aguassu e o Riacho Curicacá.

Veja Também:  Índios Kayapó se comprometem a fixar valores e horários para balsa no Rio Xingu em MT

Ainda segundo o secretário, a pavimentação da Estrada Verde vai proporcionar o fortalecimento do turismo e da economia da região, além da melhoria da logística, principalmente, porque vai permitir o tráfego partindo de Cuiabá até as cidades de Rondonópolis e Juscimeira por outra rota que não a rodovia federal BR-364.

Com isso, torna-se uma alternativa para os veículos pequenos que precisam trafegar no caminho entre a Capital e a região Sul do Estado sem a necessidade passar pela Serra de São Vicente, por onde é escoada grande parte da safra agrícola de Mato Grosso. 

“A Estrada Verde se consolidará como uma rota turística, pois esse caminho dá para chegar até Rondonópolis e Juscimeira, passando pelo Pantanal. Essa pavimentação é um pedido muito antigo das comunidades que ali vivem e é um grande ganho para a região, que  terá a economia e o turismo fortalecidos”, afirmou o secretário.

A licitação para a contratação das obras de pavimentação será na modalidade Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do tipo menor preço. A sessão pública de abertura das propostas será realizada no dia 12 de agosto, às 9h, na sala de reuniões da própria Sinfra. A licitação também é transmitida em tempo real pelo canal do Youtube da Sinfra.

Veja Também:  Gado furtado de fazenda em Nova Brasilândia é localizado em propriedade em Santo Afonso

Tanto o projeto executivo, quanto demais documentações complementares, assim como o edital, encontram-se disponíveis no site da Sinfra para consulta. Eventuais esclarecimentos de dúvidas quanto ao edital poderão ser solicitados, preferencialmente, via e-mail [email protected], até cinco dias anteriores à sessão pública.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana