conecte-se conosco


Mato Grosso

Governo busca parcerias para cursos de qualificação profissional

Publicados

em

Com a proposta de viabilizar cursos de qualificação profissional e outras ações com foco no desenvolvimento econômico e geração de emprego, a primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, reuniu-se, nesta terça-feira (27), com o presidente da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo Oliveira.

A reunião ocorreu na sede da Federação, em Cuiabá, e contou com a participação da secretária de Estado de Cidadania e Assistência Social (Setasc), Rosamaria Carvalho, e da diretora regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MT), Lélia Brun.

Conforme a secretária Rosamaria, há, em Mato Grosso, mais de 49 mil jovens entre 16 e 24 anos com defasagem escolar e fora do mercado de trabalho, de acordo com dados  do Cadastro Único das Políticas Sociais (CADÚnico), do mês de novembro de 2018.

“E este é apenas um recorte, pois existem ainda as mulheres chefes de família. Nosso objetivo ao buscar a parceria com o Senai é exatamente atender a este público com cursos de qualificação e, com isso, fazer a inserção no mercado de trabalho”, pontou Rosamaria.

Veja Também:  Reitoria da Unemat apresenta aplicação de recursos à Comissão de Educação

A primeira-dama Virginia Mendes destacou que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente e quando o trabalhador se apresenta para a vaga com um certificado emitido pelo Senai as chances aumentam.

“Quando se fala em educação profissional a primeira palavra que vêm à mente é o nome do Senai. E as avaliações, tanto dos empresários quanto da população, são sempre ótimas em relação aos cursos ofertados. É impossível que o Governo atue neste assunto sem a parceria do Senai”, ressaltou.

O presidente da Fiemt, Gustavo Oliveira, reforçou que a Federação e as demais instituições que compõem o Sistema estão de portas abertas para uma parceira com o Estado, especialmente quando as ações são voltadas ao social.

“Temos como foco auxiliar as indústrias e parte da alavancagem econômica do segmento passa pela mão de obra qualificada. Observamos que há muitos setores com carência de profissionais e a nossa intenção é ajudar nas duas pontas: a quem precisar contratar e não encontra o trabalhador qualificado e também a quem precisa trabalhar, mas não tem a qualificação devida”, frisou Oliveira.

Veja Também:  Lúdio Cabral cobra que governo federal atue no combate aos incêndios no Pantanal

Sobre o Senai

A instituição é um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Seus cursos preparam trabalhadores para 28 áreas da indústria brasileira, desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica.

Desde 1942, quando iniciou suas atividades, já formou mais de 73 milhões de trabalhadores. Apenas em 2017, a entidade realizou 2,3 milhões matrículas. Em Mato Grosso, foram 80 mil, em 2018, nas 13 unidades do Estado, número 7% superior ao ano anterior. O trabalho junto às indústrias alcançou um índice de satisfação de 9,18 no quesito Educação Profissional.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Sábado (31): Mato Grosso registra 490.313 casos e 12.773 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (31.07), 490.313 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.773 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 671 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 490.313 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.696 estão em isolamento domiciliar e 465.327 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 450 internações em UTIs públicas e 280 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 81,97% para UTIs adulto e em 32% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (99.696), Rondonópolis (34.842), Várzea Grande (32.805), Sinop (23.540), Sorriso (17.156), Tangará da Serra (16.812), Lucas do Rio Verde (14.609), Primavera do Leste (12.990), Cáceres (10.685) e Barra do Garças (9.976).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também:  Mulheres vão para delegacia por abandono de incapaz em Campo Novo do Parecis

O documento ainda aponta que um total de 376.852 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (30.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.880.273 casos da Covid-19 no Brasil e 555.460 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.839.369 casos da Covid-19 no Brasil e 554.497 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (31.07).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também:  Reitoria da Unemat apresenta aplicação de recursos à Comissão de Educação

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Saúde Estadual apoia carreata de conscientização ao aleitamento materno

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde, apoiou a carreata  pela amamentação que ocorreu na manhã deste sábado (31.07) e deu início à agenda da campanha Agosto Dourado em Mato Grosso. 

Neste ano, o tema central da campanha é “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”.

Organizada pelo Grupo Supermães, a mobilização teve concentração na Praça das Bandeiras, na Avenida do CPA, e iniciou às 09h30. O percurso finalizou na Praça Alencastro, no centro da Capital.

“O aleitamento materno é importante para a saúde da mãe e do bebê. Protege contra diversas doenças, proporciona a primeira proteção ao bebê, é de extrema importância para o desenvolvimento cerebral. Para a mãe, é benefício para saúde, previne o câncer de colo de útero. A amamentação tem um valor de ouro”, disse a presidente do Grupo Supermães, Josemara Lima.

Nos locais de concentração, houve a orientação sobre a importância de se proteger a amamentação. A organização do evento também orientou quanto aos cuidados de biossegurança para prevenir a Covid-19, sendo obrigatório o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social.

“Colocamos a primeira carreata pela amamentação na agenda oficial do Governo, juntamente com o Grupo Supermães, para anunciar o Agosto Dourado em Mato Grosso. Vamos ter atividades durante todo o mês e discutiremos o tema principal da campanha, que é de que a amamentação é uma responsabilidade de todas e todos”, explicou o idealizador do Agosto Dourado e servidor da SES-MT, Rodrigo Carvalho.

Veja Também:  Médicos participam de curso com instrutores do Hospital Albert Einstein

A coordenadora da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES-MT, Rosiene Pires, ainda reforçou a extensa agenda do Agosto Dourado, organizada pela Saúde Estadual. “Essa carreata dá início à agenda do Agosto Dourado em Mato Grosso, que contará com muitas atividades. Nesta segunda-feira, nós já teremos o primeiro Webinar com assuntos temáticos sobre a amamentação”, pontuou a gestora.

Também foram parceiros da carreata o Grupo do Ventre ao Coração, a Associação de Doulas de Mato Grosso (Adomato), o Banco de Leite de Cuiabá, a Família Canguru, a Câmara Municipal de Cuiabá, a Secretaria Municipal da Mulher de Cuiabá e o Grupo Omem.

Na foto, a mãe Givanilda Ferreira com a filha Liz Giulia, de um ano

Agosto Dourado

A partir do dia 2 de agosto, terá início a programação virtual com atividades educativas e transmissão pelo canal da Escola de Saúde Pública do Estado de Mato Grosso, no YouTube. A programação é feita em parceria com a Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e demais parceiros.

A palestra tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno será proferida por Rosana De Divitiis, integrante do Conselho Diretor da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar – IBFAN Brasil.

Veja Também:  Gisela diz que "as ruas mostram rejeição à atual  gestão", ao colocar em xeque 4º lugar em pesquisa

A programação ao longo do mês segue com os Encontros Macrorregionais de Aleitamento Materno e Alimentação Complementar Saudável, nos dias 03, 11, 19, 24 e 26 de agosto, realizados pelos Escritórios Regionais de Saúde em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde das regiões.

Em parceria com a SES-MT, a Faculdade de Nutrição da UFMT também promoverá, no dia 31 de agosto – Dia do Nutricionista –, o webinar “Extensão em pesquisa em aleitamento materno: experiências bem-sucedidas em Mato Grosso”.

O módulo contará com a presença da diretora da Faculdade de Nutrição da UFMT, Tânia Kinasz, da coordenadora da Faculdade de Nutrição da UFMT, Patrícia Nogueira, e do representante da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde da SES-MT, Rodrigo Carvalho.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana