conecte-se conosco


Barra do Bugres e Região

Governo investe mais R$ 1 bilhão e executa mais de 80 obras rodoviárias em Mato Grosso

Publicados

em

Também são realizados investimentos em outras melhorias de infraestrutura nas rodovias estaduais, através de parcerias e convênios com Municípios, Associações e Consórcios Intermunicipais. Nem mesmo o período de pandemia do coronavírus impediu que a execução das obras avançasse em Mato Grosso, já que elas foram consideradas essenciais em decreto emitido pelo governo do Estado.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a atual gestão do governo, independentemente das dificuldades impostas pela pandemia, está conseguindo proporcionar um novo cenário de obras e investimentos em infraestrutura rodoviária, que há muitos anos não se via em Mato Grosso.

Já foram e ainda são retomadas importantes obras de infraestrutura que por anos estavam abandonadas, são executadas novas obras para cumprir promessas feitas aos mato-grossenses – que por décadas não saíram do papel –, além de a atual gestão estar investindo para lançar novas obras para melhorar a infraestrutura e logística do  Estado. “Desde que assumiu o governo do Estado, o governador Mauro Mendes nos deu a missão de consertar Mato Grosso no que diz respeito às obras de infraestrutura, pois precisamos melhorar o tráfego e garantir a segurança de quem precisa passar pelas estradas estaduais”.

São executadas obras de pavimentação, restauração e revitalização em uma extensão de 2 mil quilômetros de rodovias em Mato Grosso, abrangendo as regiões Sudoeste, Xingu, Centro Norte, Noroeste, Araguaia e a Baixada Cuiabana, conforme divisão do Estado realizada pela Sinfra.

Dentre as obras está a pavimentação de 120 quilômetros da MT-343, entre as cidades de Barra do Bugres e Cáceres, na região Oeste de Mato Grosso. São investidos R$ 84,2 milhões nesse asfaltamento. Outra obra de destaque é a pavimentação de 56,2 quilômetros da rodovia MT-322 para interligar os municípios de Novo Santo Antônio e Serra Nova Dourada por vias asfaltadas, na região Nordeste de Mato Grosso. São investidos R$ 65 milhões nessa obra, que já está em fase de execução bastante adiantada.

Veja Também:  Seplag realiza treinamento do sistema Aplic

Também está em andamento a pavimentação de 35,4 quilômetros da MT-410, no trecho que vai da sede Tabaporã até o entroncamento da MT-220. Já na MT-220 está em execução o asfaltamento de 64,5 quilômetros, no trecho que compreende o entroncamento da MT-338, no distrito de Novo Paraná, até o entroncamento da MT-328, em Porto dos Gaúchos.  As duas obras são essenciais para a região do Vale do Arinos.

Já na região Noroeste do Estado é realizada o asfaltamento da MT-208, no trecho que vai de Aripuanã até a Passagem do Loreto, no entroncamento da MT-418, que dá acesso à BR-174.  A obra está mudando a realidade de toda a região, pois o município será o primeiro a se interligar às demais cidades do Estado por via asfaltada.

Ainda em Aripuanã, são realizados os serviços de manutenção e conservação de 90,5 quilômetros da rodovia não-pavimentada MT-208, entre a cidade de Aripuanã e o Distrito de Conselvan, no município.

A região do Araguaia também recebe investimentos em infraestrutura. Um exemplo é a obra de pavimentação de 76,5 quilômetros da MT-326, no trecho entre as cidades de Cocalinho e Nova Nazaré. Somente nessa obra, o governo do Estado está aportando R$ 120 milhões.

Já na região que compreende os municípios da grande Baixada Cuiabana está em execução a pavimentação da MT-140/020, totalizando 53,16 quilômetros para interligar as cidades de Nova Brasilândia e Planalto da Serra por vias asfaltadas.

Além das obras citadas, está em andamento a construção de 72 pontes de concreto em Mato Grosso. Entre elas, a ponte de concreto sobre o Rio das Mortes, na rodovia MT-326, entre os municípios de Cocalinho e Nova Nazaré, na região do Araguaia.

Veja Também:  Estão abertas inscrições para os Jogos Escolares em Mato Grosso

A ponte terá 483 metros de extensão e será a maior ponte dessa estrutura já construída em Mato Grosso. Estão previstos investimentos de R$ 52 milhões nessa obra, que vai representar um salto no desenvolvimento da região Araguaia, uma vez que vai substituir a utilização da balsa para fazer a travessia do rio.

Também está em andamento a construção da ponte de concreto sobre o Rio Arinos IV, em Porto dos Gaúchos, que terá uma extensão de 240 metros.  Atualmente estão em andamento os serviços de infraestrutura e o investimento é de R$ 16 milhões. Outra obra de destaque é a ponte sobre o Rio Aripuanã, em Aripuanã, que também terá 240 metros de extensão.

O governo do Estado executa ainda, por meio de parcerias e convênios com prefeituras e associações, várias obras de melhorias das rodovias não-pavimentadas, com serviços de manutenção e reforma e recuperação de pontes de madeira, por exemplo.

Além das obras em andamento, o governo do Estado já planeja a construção de outras 114 pontes de concreto em Mato Grosso, bem como a substituição de pontes de madeira por pontes com estrutura de vigas metálicas, de aduelas e de bueiros.

Serão construídas 60 pontes de concreto em diversas rodovias estruturantes do Estado e será realizada a substituição de até 5 mil pontes de madeira em razão do contrato de operação de crédito assinado entre o governo do Estado e a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 550 milhões, na linha de crédito do programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento.

Está prevista ainda a construção de outras seis pontes de concreto com recursos da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste, além de 21 pontes de concreto por meio do Fundo Estadual de Transporte e Habitação e outras 27 pontes oriundas o programa Pró Concreto.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Boletim informativo do Covid-19 em Barra do Bugres em 12 de abril 2021

Publicados

em

O Comitê de enfrentamento ao Coronavírus informa que em Barra do Bugres ate o momento são:

4.332 – Suspeitos

2.220 – Já foram descartados

38 – Aguardando o resultado    

2.074 – Foram confirmados

Evolução dos casos confirmados em Barra do Bugres – MT

1.981 – Recuperados – “já foram curados”

33 – Ativos com a doença

06 – Internado em enfermarias

06 – Internado em UTI

48 – Pessoas foram já morreram por causa da doença

A conscientização da população neste momento é fundamental para que esse cenário mude, faça a sua parte, a pandemia não acabou muito pelo contrário, ela se agravou nos últimos dias.

Evite aglomerações, use a máscara corretamente, lave as mãos com frequência e se puder fique em casa.

Para denúncias ligue 190

Fonte: Comitê de enfrentamento ao Coronavírus

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Veja Também:  Mato Grosso e Rondônia discutem plano para retirada de vacinação contra a aftosa
Continue lendo

Barra do Bugres

Kit Tecnológico para os Professores e Profissionais da Rede Municipal de Educação de Barra do Bugres JÁ!!!

Publicados

em

DINHEIRO DA EDUCAÇÃO NA EDUCAÇÃO:

Os 224 Professores, 29 profissionais Técnicos de Desenvolvimento Infantil, 27 Diretores e Coordenadores das escolas da Rede Municipal de Educação de Barra do Bugres que estão atuando durante a pandemia ao longo de 2021, deveriam receber incentivos do Poder Público para a compra de um Kit Tecnológico com o objetivo de aprimorar o processo de ensino e aprendizagem.

Compactuamos com a proposição dos nobres vereadores: Prof. Lennon Corezomaé e Profa. Cleide Rodrigues de Oliveira, na qual destacam ser preciso valorizar os profissionais da Educação. “Para isso é necessário que os professores tenham aparelhos tecnológicos atuais para que possam produzir vídeo aulas, pesquisar por conteúdos didáticos, baixar programas para elaboração das aulas, entre outros benefícios que vão resultar na qualidade de ensino e de aprendizagem dos alunos”. Vereador Prof. Lennon Corezomaé.

EXEMPLOS A SEREM SEGUIDOS

O governo do Estado de Mato Grosso repassou no dia 31/03/2021, o dinheiro para a compra de computadores portáteis para 15.935 professores efetivos e contratados da rede estadual de ensino. O valor de R$ 3.500 foi depositado diretamente na conta dos servidores, que ficarão responsáveis pela aquisição dos notebooks. http://www.mt.gov.br/-/16790853-governo-de-mato-grosso-deposita-recurso-na-conta-de-professores-para-compra-de-notebooks

Diversas outras Secretarias Municipais de Educação (como é o caso de Matupá/MT) seguiram o exemplo da SEDUC e elaboraram os projetos para aprovação da Câmara Municipal, (é necessário criar uma lei de incentivo pelos vereadores) com o intuito de destinar recursos da Educação para comprar notebooks e distribuir aos professores da rede municipal para ministrar aulas online nesse momento crítico de Pandemia.

VALOR DO INVESTIMENTO

Sugerimos que o Kit Tecnológico contemple os 280 Profissionais da Educação do município de Barra do Bugres, com os seguintes equipamentos:

1 notebook no valor de R$ 3.5000,00

1 Webcam no valor de R$500,00

1 pacote de internet banda larga no valor de R$100,00 durante 12 meses;

Valor total do Kit Tecnológico para cada um dos 280 Profissionais da Educação do município de Barra do Bugres no valor de R$5.200,00

Valor Total do Investimento pela SMEC: R$5.200,00 x 280 = R$1.456.000,00 (Um milhão, quatrocentos e cinquenta e seis mil reais)

Agora a questão principal é: A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Barra do Bugres tem condições financeiras para esse investimento?

ORIGEM DOS RECURSOS

Conforme Relatório Bimestral (janeiro e fevereiro de 2021) da Tesouraria da Prefeitura Municipal de Barra do Bugres disponibilizado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso do dia 31 de Marco de 2021 • ANO XVI | N° 3.698. Páginas 89 – 91. Disponível em:  https://diariomunicipal.org/mt/amm/edicoes/ foi possível percebermos que a SMEC não está aplicando o percentual mínimo de 25% (vinte e cinco por cento) em despesas obrigatórias com a educação.

Nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, a Prefeitura Municipal de Barra do Bugres arrecadou (RECEITAS) R$15.358.080,50 (Quinze milhões, trezentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos) e teve despesas (Pagamentos) R$11.001.133,94, (onze milhões, um mil cento e trinta e três reais e noventa centavos) resultando em um SUPERÁVIT de R$4.356.946,56.

Como a RECEITA no Bimestre (janeiro e fevereiro de 2021) foi de R$15.358.080,50 (Quinze milhões, trezentos e cinquenta e oito reais e cinquenta centavos) e considerando que destes 25% devem ser investidos na Educação Municipal, o que equivale a R$ 3.839.520,12 (três milhões, oitocentos e trinta e nove mil quinhentos e vinte reais e doze centavos), constatamos que:

  • Foram gastos nesse período somente: R$2.323.478,45 (Dois milhões, trezentos e vinte e três mil quatrocentos e setenta e oito reais e quarenta e cinco centavos) o que equivale um percentual de 15,12% (um pouco mais de 15%). Uma diferença de R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil, quarenta e um reais e sessenta e sete centavos), que equivale a 9,88% que não foram investidos na EDUCAÇÃO.
  • Agora, considerando somente as despesas (PAGAMENTOS) da gestão no bimestre (meses de janeiro e fevereiro de 2021), que foi de R$11.001.133,94 (onze milhões, um mil cento e trinta e três reais e noventa centavos) constatamos um SUPERÁVIT de R$4.356.946,56 (Quatro milhões, trezentos e cinquenta e seis mil, novecentos e quarenta e seis reais e cinquenta e seis centavos). Além disso, percebemos que de todas as despesas públicas, apenas 21% foram destinadas a EDUCAÇÃO, o que comprova mais uma vez que existem, sim, recursos para a atual administração atender o pedido dos profissionais da Educação municipal.

Como foi constatado que o Município de Barra do Bugres deixou de empregar R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil e quarenta e um reais e sessenta e sete centavos), na Educação, notadamente a receita determinada no artigo 212, da Constituição Federal, bem como no artigo 149º, inciso II, da Lei Orgânica Municipal de Barra do Bugres “O Município aplicará no mínimo 25% (vinte e cinco por cento) de sua receita resultante do imposto, inclusive a proveniente da transferência na manutenção e desenvolvimento da educação facultando ao Conselho Deliberativo Escolar, autonomia para verificação destes recursos”.

Considerando a arrecadação do município de Barra do Bugres nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, e a obrigação constitucional de aplicação dos 25% em Educação (como complemento de investimento em educação), será inexplicável o não atendimento à presente reinvindicação dos profissionais da Educação.

CONSIDERAÇÕES

Como a SMEC deixou de investir nos meses de janeiro e fevereiro de 2021 um montante de R$1.516.041,67 (Um milhão, quinhentos e dezesseis mil e quarenta e um reais e sessenta e sete centavos) e como os 280 Kits Tecnológicos para os profissionais da educação municipal daria um montante de R$1.456.000,00 (Um milhão quatrocentos e cinquenta e seis mil reais) concluímos que: É POSSÍVEL ADQUIRIR OS 280 KITS TECNOLÓGICOS e utilizar os 25% dos recursos da EDUCAÇÃO na EDUCAÇÃO para melhorar as condições de trabalhos dos seus profissionais, bem como de aprendizagem dos nossos alunos.

Autores: Professores Márcio Urel Rodrigues e Andréia Urel Rodrigues

 

Veja Também:  Oito pessoas são presas em operação contra exploração ilegal de madeira em terra indígena

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana