conecte-se conosco


Entretenimento

“Harry Potter”, “O Segundo Sexo” e os livros inestimáveis escritos por mulheres

Publicados

em

Segundo o estudo de Temma Kaplan “Das Origens Socialistas do Dia Internacional da Mulher”, o Dia da Mulher começou a ser celebrado em fevereiro de 1909, nos Estados Unidos. À época, manifestações e marchas uniam o movimento socialista ao sufragista para lutar por direitos políticos, sociais e trabalhistas, para um dia dar espaço a grandes literatas, como J. K. Rowling, criadora de “Harry Potter”.

Leia também: Transexual exorciza seus demônios por meio da arte e de seu “corpo militante”


J K Rowling, Simone de Beauvoir e outras obras memoráveis escritas por mulheres
Divulgação

J K Rowling, Simone de Beauvoir e outras obras memoráveis escritas por mulheres

Além de Temma Kaplan, a literatura
contou com muitos nomes femininos. Mulheres que escreveram obras inesquecíveis, inestimáveis, como ” Harry Potter
” de, J. K .
Rowling, e ” O Segundo Sexo
“, de Simone de Beauvoir. No Brasil, as celebrações do Dia Internacional da Mulher, que acontece nesta sexta-feira (08), estão a todo vapor.

Leia também: Infância homofóbica de Édouard Louis é a matéria-prima para “O Fim de Eddy”

Com base nisso, o iG Gente
resolveu enaltecer os livros mais memoráveis escritos por mulheres.

  • Emily Brontë – “Morro dos Ventos Uivantes”

Morro dos Ventos Uivantes
Divulgação

Morro dos Ventos Uivantes

Lançado em 1847, o “Morro dos Ventos Uivantes” foi a única obra da britânica Emily Brontë. Atualmente um clássico, no século XIX o livro foi alvo de fortes críticas. Sob o tema obsessão e romance, o livro atravessou gerações ganhando adaptações para a televisão e para o cinema.

Na história, Heathcliff, um menino pobre de origem desconhecida é adotado por uma família rica. O clímax acontece quando ele desenvolve uma intensa relação com Cathy, sua irmã adotiva mais nova.

  • J. K Rowling – Saga “Harry Potter”

Harry Potter
Divulgação

Harry Potter

Em 1997 Joanne Rowling lançava o primeiro livro da saga do bruxinho. Em pouco tempo os livros ganharam popularidade mundial, recebendo múltiplos prêmios e vendendo mais de 400 milhões de cópias. Ainda no ano de lançamento, a história do bruxo que dá nome a saga foi incluída na lista de livros mais vendidos da história.

Veja Também:  Um Lugar ao Sol: Thaiane convoca Noca para revelar sua identidade

O livro conta as desventuras de Harry, um jovem que foi adotado pelos tios após seus pais morrerem de maneira trágica. Ao atingir a adolescência, eventos sobrenaturais começam a orbitar a rotina do garoto, que logo recebe o convite para matricular-se em Hogwarts, escola de magia e bruxaria, comandada por Albus Dumbledore.    

  • Agatha Christie – “O Assassinato no Expresso do Oriente”

Assassinato no Expresso Oriente
Divulgação

Assassinato no Expresso Oriente

Lançado em 1934, “O Assassinato no Expresso Oriente” é uma das obras mais icônicas da britânica Agatha Christie, escritora que se destacou no subgênero romance policial, tendo ganhado em vida a alcunha de Dama do Crime. 

Na trama, que também já foi adaptada para o cinema, uma tempestade de neve faz com que o Expresso Oriente pare. No dia seguinte, um homem é encontrado morto em sua cabine com doze facadas. Com o trem preso na neve, Hercule Poirot tenta desvendar o mistério.

  • Eliane Brum – “A Menina Quebrada”

A Menina Quebrada
Divulgação

A Menina Quebrada

Lançado em 2013, “A Menina Quebrada” de Eliane Brum ganhou um Prêmio Açorianos na categoria Melhor Livro do Ano. Conhecida por publicar livros-reportagem, a autora é dona de obras e perfis que imergem o leitor em realidades angustiantes.

Seguindo a mesma linha, “A Menina Quebrada” reúne 64 textos escritos entre 2009 a 2013 pela escritora. No decorrer das páginas, ela discorre, dando tom pessoal, sobre as singularidades da vida – colocando o leitor em modo de reflexão sobre diferentes assuntos.

  • Clarice Lispector – “A Hora da Estrela”

A Hora da Estrela
Divulgação

A Hora da Estrela

Lançado em 1977, o livro é um romance que conta a história da datilógrafa Macabéa, que migra para o Rio de Janeiro, tendo sua rotina narrada pelo escritor fictício Rodrigo S. M. Durante as desventuras da personagem, a autora expõe o íntimo da mulher, trazendo questões filosóficas e existenciais à tona. Adaptado para o cinema, o livro é um dos maiores sucessos da escritora.

Originalmente nascida na Ucrânia, Clarice dizia não ter nenhuma ligação com o País: “Naquela terra eu literalmente nunca pisei: fui carregada de colo”. 

  • Elena Ferrante – “A Amiga Genial”
Veja Também:  Vitão lança clipe de "Mais Uma Vez"

A Amiga Genial
Divulgação

A Amiga Genial

Lançado em 2011, “A Amiga Genial” é uma das obras mais famosas da italiana Elena Ferrante.  Formada por quatro romances, o livro conta a história de duas amigas ao longo de suas vidas. Envolvendo temas como maternidade, casamento, relações entre homens e mulheres, a obra têm um rodízio de narradores e é aclamada pelo público e pelo crítica. O sucesso é tanto que o livro está sendo adaptado para a TV pela HBO
.

  • Maria José Dupré – “Éramos Seis”

Éramos Seis
Divulgação

Éramos Seis

Legitimamente brasileira, Maria José Dupré lançou “Éramos Seis”, sua obra mais célebre, em 1943. O livro conta a história de Dona  Lola, uma bondosa mulher que faz de tudo pela felicidade de sua família. A obra cobre cerca de duas décadas, iniciando na década de 1920, no período final da República Velha, e terminando em 1942, durante a II Guerra Mundial, no final do Estado Novo. À época, a escritora ganhou um Prêmio Jabuti e um Raul Pompéia da Academia Brasileira de Letras.

  • Harper Lee – “O Sol é Para Todos”

O Sol É Para Todos
Divulgação

O Sol É Para Todos

Lançado em 1960, “O Sol é Para Todos” é considerado uma das obras mais memoráveis da escritora Harper Lee, tendo ganhando um Prêmio Pulitzer no seu ano de publicação.  O livro vendeu mais de 30 milhões de exemplares e rendeu a Medalha Presidencial a Harper por todas as suas contribuições à literatura. Em 1963, a obra ganhou adaptação para o cinema, se tornando também um clássico da sétima arte.

  • Menção honrosa: Simone de Beauvoir – “O Segundo Sexo”

Segundo Sexo
Divulgação

Segundo Sexo

Leia também: “Refugiados: A Última Fronteira” recompõe crise dos refugiados sob olhar único

Lançado em 1949, “O Segundo Sexo” fecha a lista que começou com ” Harry Potter
“. O sucesso foi tanto que a obra tornou-se um dos livros mais importantes para o movimento feminista. No livro, Simone de Beauvoir
faz uma análise detalhada da opressão das mulheres na sociedade e as situações as quais são condicionadas, mesmo não querendo. A autora também discorre sobre as esferas sexuais, comportamentais, psicológicas e políticas.

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Falha técnica faz apresentador da CNN pagar mico ao vivo; assista

Publicados

em

Por

Evandro Cini ficou incomodado com a falha técnica no CNN Novo Dia
Reprodução/CNN Brasil

Evandro Cini ficou incomodado com a falha técnica no CNN Novo Dia


Uma falha técnica colocou o apresentador Evandro Cini numa baita saia-justa durante o comando do CNN Novo Dia da última sexta-feira (1º): ao selecionar um vídeo no telão interativo do matinal da CNN Brasil, a equipe técnica cometeu uma falha e colocou ao vivo o advogado Ricardo Baronovsky no ar. O problema é que a maneira como entrou no vídeo foi beeeeem curiosa. E por pouco não beirou o constrangimento.


Cini havia selecionado no telão do programa a imagem da comentarista Thais Arbex para mostrar sua análise sobre a votação da PEC dos Benefícios. Em vez da equipe colocar automaticamente o vídeo da jornalista, entrou no ar as imagens do estúdio vizinho, onde Baronovsky esperava para fazer sua entrada ao vivo.

Veja Também:  Sonia Abrão se defende de acusações de Bruno Gagliasso

O problema é que o advogado estava, digamos, descontraído. Ele apareceu de costas para a câmera, deu uma alongada na coluna, e ainda por cima mexia em seu celular. A sorte é que a tela do aparelho não apareceu nítida no telão, então os telespectadores não conseguiram ver exatamente o que ele estava fazendo.

Cini, bastante sem graça, também se curvou para trás e soltou um “opa”. Além disso, estendeu o braço direito em direção ao telão e olhou diretamente para a equipe técnica, com um semblante visivelmente irritado por conta da falha. Veja:


Após a exibição completa da análise de Thais Arbex, o apresentador retomou a fala e não ignorou o erro, mas tentou aliviar a tensão. “Baronovsky apareceu balançando um pouquinho ali no começo, vendo o assunto que ele vai trazer no próximo Liberdade de Opinião, mas depois a gente conseguiu engatar a fala de Thais Arbex”, comentou.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Brunch com drag queens? Ikaro Kadoshi comanda evento inédito em SP

Publicados

em

Por

Ikaro Kadoshi comandará a primeira edição do Drag Brunch Brasil, em São Paulo
Victor Ferreira Vivacqua

Ikaro Kadoshi comandará a primeira edição do Drag Brunch Brasil, em São Paulo


Além de  viajar o Brasil ao lado de Xuxa Meneghel para gravar o Caravana das Drags, reality show do Prime Video, Ikaro Kadoshi também está à frente de um projeto inédito no país: o Drag Brunch Brasil, evento que irá misturar a arte e cultura drag com serviço de brunch em um dos restaurantes mais badalados de São Paulo.


A primeira edição ocorrerá neste domingo (3), no Sky Hall Terrace Bar. Enquanto o público desfruta de um brunch a la carte, que inclui pratos, porções e drinks, Ikaro Kadoshi comanda as apresentações que irão rolar ao longo do dia.

Nomes consagrados da cena drag foram escalados para brunch, como Alexia Twister, do reality Nasce Uma Rainha, da Netflix, e Penelopy Jean, do Drag Me As a Queen, do canal E!, e também do Canta Comigo, da Record.

Veja Também:  Um Lugar ao Sol: Thaiane convoca Noca para revelar sua identidade

“O Drag Brunch já ocorre em vários países do mundo, sendo mais uma maneira das pessoas terem contato com a arte drag. A diferença é que ele acontece de dia, você pode comer, ir com toda família, ter um contato mais próximo com as drags.”, explica Ikaro Kadoshi. “Uma ótima opção para quem é mais diurno e ama a arte drag! A diversão é garantida!”

As apresentações das drags são interativas. Isso quer dizer que o público será parte integrante dos shows de humor enquanto aproveita o buffet de café da manhã e almoço, além de drinks e outras bebidinhas.

A primeira edição do Drag Brunch Brasil ocorrerá neste domingo (3), das 11h às 15h, no Sky Hall Terrace Bar (Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1327 – Vila Nova Conceição).

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana