conecte-se conosco


Tecnologia

HBO Max e Discovery+ vão se tornar uma única plataforma de streaming

Publicados

em

HBO Max será fundido ao Discovery+
Reprodução

HBO Max será fundido ao Discovery+

Nesta quinta-feira (4), a Warner Bros. Discovery bateu o martelo e confirmou que suas plataformas de streaming HBO Max e Discovery+ serão unificadas. Ainda sem nome e valor definido, o novo serviço será lançado nos países da América Latina, incluindo o Brasil, entre setembro e dezembro de 2023.

A notícia, revelada na teleconferência que apresentou os resultados financeiros do segundo trimestre da empresa, vinha sendo especulada já algum tempo, desde quando a Discovery comprou a WarnerMedia (antiga AT&T) em abril deste ano. Na época, a fusão movimentou US$ 43 bilhões e chamou atenção do mercado por originar uma verdadeira gigante do mercado de entretenimento.

Chefiada por David Zaslav (ex-NBC), a agora Warner Bros. Discovery anunciou que, entre junho e setembro de 2023, já terá a sua nova plataforma funcionando nos EUA. E que em 2024, após a vinda para a América Latina, será a vez dos mercados da Europa e da Ásia receberem a novidade.

O serviço, que fundirá a HBO Max e o Discovery+, pretende mesclar o que há de melhor em cada um dos streamings, somando seus pontos fortes de conteúdo e tecnologia. Além disso, a previsão é de que até 2025, a nova plataforma já conte com 130 milhões de assinantes globais. Número esse que, atualmente, em comparação à soma dos assinantes da HBO Max e Discovery+, é de 92,1 milhões.

Veja Também:  5G deve demorar dois anos para atingir cobertura total em capitais

Empresa enfrenta cancelamentos e mudanças

No último dia 02, a empresa surpreendeu o público ao anunciar que Batgirl, futuro filme da empresa estrelado por Leslie Grace e que já estava em fase de pós-produção, seria cancelado. O longa-metragem era uma produção bastante aguardada pelos fãs da DC, especialmente por trazer o ator Michael Keaton, reprisando o seu papel de homem-morcego.

Com um orçamento de US$ 90 milhões, o título foi cancelado sem grandes explicações, e sem chance de, mesmo não indo para as telonas, desembarcar diretamente na HBO Max.

Pouco depois, usuários do Reddit descobriram que seis longa-metragens, feitos especialmente para a HBO Max, foram retirados da plataforma discretamente pela empresa.

O fato ganhou ainda mais repercussão depois que a IndieWire revelou que os títulos seriam apenas os primeiros de uma longa lista de exclusões e que as medidas, além de estarem relacionadas a decisões econômicas da empresa, refletiam o novo posicionamento mais cauteloso de David Zaslav em relação aos lançamentos da plataforma.


Fonte: IG TECNOLOGIA

Veja Também:  Samsung deve lançar celular com tela que enrola ainda neste ano

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music

Publicados

em

Veja como transferir as playlists
Tecnoblog

Veja como transferir as playlists

Migrar para outro serviço de streaming não precisa ser tão trabalhoso quanto se pensa. Com ajuda de alguns sites e aplicativos, você pode fazer isso sem ter que criar todas as suas listas de novo. Veja a seguir como transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music sem muito esforço.

Antes de começar, é válido destacar que em qualquer um dos serviços usados para a migração, as músicas de uma plataforma podem não fazer parte do catálogo da outra. Neste caso, estas faixas serão ignoradas e não serão listadas no novo streaming.

Não é possível realizar a migração de playlists entre serviços de streaming de forma nativa, mas com a ajuda de alguns sites, como o TuneMyMusic, você conseguirá fazer de maneira fácil a mudança de plataforma, sem a necessidade de criar manualmente todas as suas listas de novo. Veja como usar:

  1. Acesse o site TuneMyMusic e crie uma conta: Faça seu registro ao clicar no botão de login, no canto superior direito;

  2. Na tela inicial, clique em “vamos começar”;

  3. Selecione a plataforma de origem de suas listas: Aqui, você escolhe a plataforma que usa atualmente, no nosso caso, o Spotify;

  4. Será necessário fazer o login;

  5. Selecione a forma de escolher a playlist: É possível abrir e selecionar diretamente ou copiar a URL da playlist;

  6. Escolha quais músicas serão migradas: Você pode escolher a playlist inteira ou apenas algumas faixas;

  7. Selecione a plataforma de destino: Escolha o serviço para o qual você irá migrar, neste caso, o Amazon Music;

  8. Também será necessário confirmar o login na nova plataforma;

  9. Clique em começar: As músicas serão transferidas e o tempo do processo depende da quantidade de músicas selecionadas.

Veja Também:  Disney supera Netflix em assinantes e oficializa plano com anúncios

O plano gratuito permite que você transfira 500 músicas por vez. No plano Premium, que custa US$ 2 por mês no pagamento anual, é possível fazer toda a transferência de uma vez. De qualquer forma, é uma bela ajuda não precisar criar e configurar todas as listas manualmente.

Soundiiz

O Soundiiz é um site com plano gratuito para transferir suas playlists do Spotify para o Amazon Music, assim como no Tune My Music. Neste caso, a modalidade free permite que seja migrada uma lista por vez. Após fazer o login no Spotify através do site, basta selecionar uma para começar e escolher a plataforma de destino. Repita o processo para todas as suas playlists. Este serviço ainda conta com aplicativo para Android.

SongShift

O SongShift é um aplicativo para iOS que permite a migração de playlists do Spotify para o Amazon Music entre outros serviços de streaming. Para usar, basta fazer o login no serviço de origem, escolher aquela que deseja converter (assim como nos casos anteriores, o plano gratuito permite uma lista por vez), fazer o login na plataforma de destino e iniciar a transferência.

Veja Também:  Samsung deve lançar celular com tela que enrola ainda neste ano

Como revogar as permissões de acesso na sua conta

Se você desistiu da ideia de transferir playlists do Spotify para o Amazon Music ou simplesmente não quer mais manter os serviços conectados, há como revogar o acesso.

Para o Tune My Music, ao entrar na sua conta, clique no canto superior direito, e então selecione “Configurações de conta”. Basta escolher os serviços conectados e clicar em “Desconectar”. Para os aplicativos, é necessário cancelar as permissões na área de permissão do aplicativo dentro do sistema operacional.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Como transferir suas playlists do Spotify para o YouTube Music

Publicados

em

Veja como transferir suas músicas
Tecnoblog

Veja como transferir suas músicas

Se você está migrando para outro serviço de streaming e não quer ter todo aquele trabalho de criar ou configurar suas músicas preferidas novamente, não se preocupe! É possível transferir suas playlists do Spotify para o Youtube Music com a ajuda de alguns sites e apps.

Infelizmente, não há um processo nativo que permita a migração de playlists entre serviços de streaming, mas com a ajuda de alguns sites, como o TuneMyMusic, você conseguirá fazer de maneira fácil a mudança de plataforma, pois não será preciso realizar toda a configuração e montagem das listas novamente. Veja como usar:

  1. Acesse o site TuneMyMusic e crie uma conta: Faça seu registro ao clicar no botão de login, no canto superior direito;

  2. Na tela inicial, clique em “vamos começar”;

  3. Selecione a plataforma de origem de suas listas: Aqui, você escolhe a plataforma que usa atualmente, no nosso caso, o Spotify;

  4. Será necessário fazer o login;

  5. Selecione a forma de escolher a playlist: É possível abrir e selecionar diretamente ou copiar a URL da playlist;

  6. Escolha quais músicas serão migradas: Você pode escolher a playlist inteira ou apenas algumas faixas;

  7. Selecione a plataforma de destino: Escolha o serviço para o qual você irá migrar, neste caso, o YouTube Music;

  8. Também será necessário confirmar o login na nova plataforma;

  9. Clique em começar: As músicas serão transferidas e o tempo do processo depende da quantidade de músicas selecionadas.

Importante ressaltar que no plano gratuito há o limite de 500 músicas por sincronização. No plano Premium, que custa US$ 2 por mês no pagamento anual, é possível fazer toda a transferência de uma vez. De qualquer forma, é mais fácil migrar algumas playlists de cada vez ao invés de precisar configurar manualmente cada lista sua, não é mesmo?

Veja Também:  5G deve demorar dois anos para atingir cobertura total em capitais

Soundiiz

O Soundiiz é um site com plano gratuito para transferir suas playlists do Spotify para o YouTube, assim como no Tune My Music. Neste caso, a modalidade free permite que seja migrada uma lista por vez. Após fazer o login no Spotify através do site, basta selecionar uma para começar e escolher a plataforma de destino. Repita o processo para todas as suas playlists. Este serviço ainda conta com aplicativo para Android.

SongShift

O SongShift é um aplicativo para iOS que permite a migração de playlists do Spotify para YouTube entre outros serviços de streaming. Para usar, basta fazer o login no serviço de origem, escolher a playlist (assim como nos casos anteriores, o plano gratuito permite uma lista por vez), fazer o login na plataforma de destino e iniciar a transferência.

É válido destacar que em qualquer um dos serviços usados para a migração, as músicas de uma plataforma podem não fazer parte do catálogo da outra. Neste caso, estas faixas serão ignoradas e não serão listadas no novo streaming.

Veja Também:  WhatsApp lança extensão que alerta usuário se versão web for hackeada

Como revogar as permissões de acesso na sua conta

Se você desistiu da ideia de transferir playlists do Spotify para o Youtube Music ou simplesmente não quer mais manter os serviços conectados, há como revogar o acesso.

Para o Tune My Music, ao entrar na sua conta, clique no canto superior direito, e então selecione “Configurações de conta”. Basta escolher os serviços conectados e clicar em “Desconectar”. Para os aplicativos, é necessário cancelar as permissões na área de permissão do aplicativo dentro do sistema operacional.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana