conecte-se conosco


Geral

Hepatite em alta e Mato Grosso

Publicado

Em MT foram registrados 499 casos de hepatite B e 199 do tipo C

Foto: Secom-MT

Em 2019, foram registrados em Mato Grosso,  15 casos de hepatite A, 499 casos de hepatite B e 199 casos de hepatite C.

A hepatite é uma inflamação do fígado, que pode ser causada por vírus ou  pelo uso de alguns medicamentos, álcool e outras drogas.

Também pode ser provocada por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

Os sintomas mais comuns da hepatite A e B são dor ou desconforto abdominal, dor muscular, fadiga, náusea e vômitos, perda de apetite, febre, urina escura e amarelamento da pele e dos olhos.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) orienta que a forma de prevenção contra a doença é a vacinação, que está disponível de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: O Livre

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT.

Comentários Facebook
Veja Também:  Nome de solteiro
publicidade

Geral

Médicos alertam para a importância da exposição ao sol durante o isolamento

Publicado

sol
Pixabay/Creative Commons

Exposição ao sol ajuda na produção de Vitamina D

Diante do isolamento social devido ao novo coronavírus (Sars-CoV-2), a exposição solar fica prejudicada, mas não deve ser esquecida. A exposição moderada ao sol é importante para sintetização da vitamina D. Entre os benefícios da vitamina D (VD) estão a melhora do sistema imune.

Leia também: Covid-19 – Relatório do Ministério da Saúde aponta Brasil despreparado

A vitamina D é um nutriente com função de hormônio que age em diversas áreas do organismo. “Sem dúvida, manter níveis normais de vitamina D está associado a menor taxa de infecções. Ela está envolvida no processo de defesa do organismo contra agentes infecciosos e células cancerígenas. Isso se concluiu quando se compararam pessoas com baixo nível de VD vs altos níveis de VD”, explicou o coordenador científico da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Helio Miot.

Segundo o médico, no mundo tem sido observados níveis baixos de vitamina D em toda a população. “Sabemos que 60% ou até 80%, dependendo do grupo populacional, tem níveis baixos de vitamina D, o que pode comprometer o funcionamento do organismo como um todo, especialmente as pessoas de risco como gestantes, idosos, imunossuprimidos, indivíduos em pós-operatório de cirurgia bariátrica, quem tem osteoporose e doenças intestinais. Esses indivíduos devem ter seu nível de vitamina D testado e, se forem baixos, receber a suplementação”.

O médico explica que grande parte da vitamina D é produzida pela pele, sendo mais de 90% pela exposição solar habitual. “Então não é aquele indivíduo que vai se bronzear na piscina, mas é durante aquela caminhada, ao estender uma roupa no varal, tudo isso promove uma grande síntese de vitamina D. Outra grande parte ocorre pela alimentação, com alimentos como peixes, ovos, derivados de leite e algumas frutas. Esses alimentos têm uma quantidade de vitamina D. Essas são as duas principais fontes de vitamina D para o organismo: exposição solar leve e alimentação”.

Exposição moderada

Com a situação atípica do isolamento social , a população vai diminuir a exposição ao sol. Mas, segundo o especialista, a exposição deve continuar sendo leve.

Veja Também:  Rebeldia infantil pode estar relacionada a ausência dos pais, afirma especialista

“A síntese acontece muito rapidamente, e se houver um excesso de exposição, o consumo de vitamina D acaba sendo comprometido. Então não se recomenda, nem mesmo com filtro solar, ficar se expondo intencionalmente. As pessoas de risco, como idosos, obesos, quem está em pós-operatório de cirurgia bariátrica, mulheres na menopausa, são indivíduos de alto risco para hipovitaminose D. Esses indivíduos devem conhecer o seu nível e se forem baixos, precisam repor de forma oral [com medicamentos]”, orienta Miot.

O médico recomendou que também é importante a manutenção da atividade física nesse período.

“O isolamento tende a aumentar o sedentarismo, isso faz hipotrofia dos músculos, faz uma redução do depósito de cálcio nos ossos, maximizando os riscos de pessoas com osteoporose. É importante ter uma atividade física mínima nessa quarentena, manter as atividades habituais de exposição ao sol com proteção, evitando-se os horários de risco. Os indivíduos que são deficitários de vitamina D devem fazer a suplementação segundo orientação médica, e aqueles que querem se prevenir quanto a essa pior síntese de vitamina D mediante o confinamento, devem ter uma alimentação rica nessa vitamina”.

A dermatologista e especialista em estética Hellisse Bastos dá uma dica para tomar sol de forma leve. “O ideal é ficar com a palma da mão virada para o sol em torno de 5 a 10 minutos no máximo. Sentiu que a palma da mão está quente, a gente já está sintetizando vitamina D. Outra dica é abrir todas as janelas, aproveitar onde bate sol na sua casa e deixar as janelas bem abertas para iluminar o local”.

Imunidade

Na opinião de Miot, todos devem manter níveis normais de vitamina D, não somente para a imunidade. “O grande problema que envolve a vitamina D e a imunidade é que, na maior parte das vezes, a vitamina D está baixa por um problema crônico, medicamentos, idade avançada, inflamações no intestino, sedentarismo, diabetes, cirurgia bariátrica, desnutrição, menopausa. Essas causas subjacentes reduzem a imunidade, assim como reduzem a vitamina D”.

Ele explica que, nesse caso, não adianta dar vitamina D, é preciso corrigir a causa da queda. “Caso contrário, a imunidade não vai se restabelecer. Por essa razão, a posição da SBD é que se conheça seus níveis de vitamina D. Se estiverem normais, indicamos vida normal e boa alimentação , com exposição solar habitual, com filtro solar. Se estiver baixa, recomendamos reposição de vitamina D e uma investigação do por quê está baixa”.

Veja Também: 

O médico alerta que o excesso de vitamina D também pode causar distúrbios. “É certo que queremos fazer de tudo para nos protegermos de infecção. É certo que níveis baixos de vitamina D estejam associados a maior risco de infecção. Mas, não é certo que todos suplementem vitamina D, indiscriminadamente. Pois o excesso também tem efeito tóxico aos rins”, conclui Miot.

Crianças

Para as crianças, que necessitam da vitamina D para o crescimento e formação óssea, mas que estão também em isolamento, a recomendação do pediatra Antônio Carlos da Silveira é aproveitar o sol da janela ou das varandas, apenas com braços ou pernas descobertos.

“A vitamina D é importante ao longo da vida, mas principalmente para as crianças em crescimento, a presença do sol é fundamental. Mesmo durante o isolamento pela pandemia , se expor ao sol é muito importante. Pode ser até um sol na janela, no quarto, mas nunca por meio de vidros; se tiver uma sacada melhor ainda. Tomar até 10 minutos é necessário para a sintetização da vitamina.”

Para o pediatra, as crianças devem aproveitar o outono, já que no inverno fica mais reduzido o período de sol. “É importante aproveitar esse período, pois com o inverno chegando fica reduzida a incidência solar”, lembra o médico.

Leia também: Cientistas apontam que coronavírus pode ser transmitido ao respirar

Para todos os grupos populacionais, o ideal é que a exposição ao sol ocorra até as 10h e após as 15h. Fora desse período, a incidência solar pode ser crítica para a ocorrência do câncer de pele e outras doenças.

Fonte: IG SAÚDE

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Cresce oferta de cursos gratuitos online durante quarentena

Publicado

Quem está em isolamento social por conta do coronavírus pode aproveitar o tempo para se aprender novas habilidades, se atualizar e até conhecer um novo hobbie. Diversas instituições passaram a oferecer cursos gratuitos para serem feitos à distância. O Senac São Paulo, por exemplo, liberou 24 cursos online gratuitos, entre extensão universitária e cursos livres, para aprender em casa.

Disponíveis no portal http://www.sp.senac.br, entre os cursos de extensão universitária, com carga horária que varia de 40 a 60 horas, estão: Docência e Mediação Pedagógica Online, Elaboração de Materiais Didáticos com Recursos Tecnológicos, Gestão das Potencialidades Humanas e Avaliação de Desempenho, Primeiros Passos para Empreender, entre outros. Os cursos livres atendem a necessidades variadas, tais como liderança, finanças, imagem pessoal, nutrição, neurociência. As vagas são limitadas.

FGV abre nova turma

A Fundação Getulio Vargas (FGV) lançou uma nova edição do curso Gestão de Projetos Aplicada aos Setores Público e Privado da América Latina. Gratuito, o curso tem como objetivo a capacitação de profissionais para difusão de boas práticas de gerenciamento de projetos nas esferas pública e privada.

Voltado para líderes, planejadores, controladores e executores de projetos, o conteúdo também está disponível para pessoas interessadas em aprofundar, durante o período de isolamento social, seus conhecimentos sobre o tema.

Veja Também:  Nome de solteiro

Ao longo de 30 horas divididas em cinco módulos, os alunos terão acesso a ferramentas conceituais e técnicas de planejamento, programação, execução e controle de projetos. Ao final do curso, os usuários que concluírem 75% dos módulos poderão obter o certificado de participação, que é gratuito.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no endereço: miriadax.net/es/web/gestao-de-projetos-aplicada-ao-setor-publico-e-privado-da-america-latina-2-edica

Sebrae oferece cursos às pequenas empresas

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) disponibilizou 100% dos cursos e capacitações online e gratuitos, entre eles estão marketing digital, redes sociais, gestão financeira e fluxo de caixa. Os interessados podem acessar ou ligar para o número 0800-570-0800.

Preparatório para o Enem

Como parte do plano de colaborar com os estudantes brasileiros neste período de suspensão das aulas, o negócio de impacto social Geekie anunciou a gratuidade do Geekie Games para 20 mil alunos de escolas públicas. Plataforma intuitiva, que conta com plano de estudos personalizado, a ferramenta traz um diagnóstico e gera um plano de estudos com base nas disciplinas e temas que o aluno tem mais dificuldade.

Veja Também:  Queda capilar: 11 mitos e verdades sobre o assunto

A análise resulta na recomendação de conteúdos essenciais para aprimorar o desempenho do estudante, principalmente em disciplinas sequenciais como matemática, química e física, nas quais o conhecimento é construído a partir de outro prévio.

Em 2016, Geekie Games foi selecionado como a ferramenta de estudos oficial para o Enem e contou com o reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura. Os jovens de escola pública podem se inscrever para receber o benefício pelo site.

Cursos da Universidade de Harvard

A Universidade de Harvard tem diversos cursos online gratuitos. Os interessados devem acessar o edX, plataforma que oferece cursos como programação, empreendedorismo, criação de jogos digitais, desenvolvimento de websites, produção de textos entre outros. Há conteúdos em vários idiomas, inclusive em português.

Programação digital do Sesc

Quem quer aprender e ao mesmo se divertir, o Sesc SP oferece programação digital gratuita com música, gastronomia, esporte, cinema e programação infantil, com documentários, espetáculos de música e de dança, entrevistas e debates. Confira neste endereço.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DA GESTÃO DO GOVERNADOR MAURO MENDES ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Esportes

Mais Lidas da Semana