conecte-se conosco


Policial

Homem é preso com arma de fogo, drogas e motocicleta sem documentação

Publicados

em

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil do município de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste) efetuou a prisão de um homem, na quinta-feira (28.03), em posse de uma motocicleta furtada, drogas e uma arma de fogo.

Webner Severino dos Santos, 28, conhecido como “Maguila, foi autuado pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo e munições, tráfico de drogas, receptação e por dirigir veículos sem possuir CNH ou permissão para dirigir.

Na casa do suspeito, no bairro Santa Cruz, em Pontes e Lacerda, foi localizado um revólver calibre 38 e nove munições, porções de pasta base cocaína, uma motocicleta Honda Biz de cor azul com registro de furto, dinheiro e balança de precisão

Os policiais civis receberam informações do suspeito, que era investigado por envolvido com o tráfico de drogas na região, que ele  estaria na posse de uma motoneta proveniente de crime.

Ao checar a denúncia foi avistada a moto Honda Biz, estacionada em frente a residência do suspeito. Na ocasião, Webner se apresentou com proprietário do veículo, bem como afirmou que não possuía documentação da moto pois havia adquirido pelo valor de R$ 600, de uma pessoa conhecida como “Negão”, usuário de drogas e preso por cometer o crime de homicídio que vitimou um taxista na região.

Veja Também:  Mais de 300 quilos de drogas e 28 veículos apreendidos com 80 traficantes

Diante dos fatos, Webner foi detido pelo crime de receptação. Durante buscas na casa dele, os policiais civis apreenderam uma arma de fogo (revólver calibre 38 municiada), porções de pasta base de cocaína, uma balança de precisão, R$ 200 em dinheiro, entre ouros objetos.

Em seguida o rapaz foi conduzido à Delegacia de Polícia de Pontes e Lacerda, interrogado e preso em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e munições, tráfico de drogas, receptação e por dirigir veículos sem possuir CNH ou permissão para dirigir.

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Companhia Raio encontra maconha com trio durante motopatrulhamento

Publicados

em


Policiais da Companhia Raio encaminharam à Delegacia na madrugada desta sexta-feira (23.07), dois homens 20 e 21 anos e um adolescente de 16 anos, por estarem com porções de maconha durante abordagem.

A equipe realizada motopatrulhamento pelo bairro Jardim Vitória, na Capital e solicitaram ordem de parada ao motorista de um Fiat Uno vinho, e os outros dois de passageiro.  Dentro do carro foram encontradas cinco porções de maconha.

O adolescente apontou um dos homens monitorado por tornozeleira eletrônica como dono da droga. Os policiais foram até o local de trabalho do denunciado, uma borracharia e encontraram mais porções da mesma droga.  

O trio, a droga e dinheiro foram entregues na Central de Flagrantes. (Texto sob supervisão)

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Veja Também:  Tio acusado de torturar sobrinho de 1 ano é preso em Lucas do Rio Verde
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Filha e genro de idoso que morreu em incêndio são presos pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A filha e o genro de um idoso, morador de Mirassol d’Oeste, foram presos nesta quinta-feira (22.07) pela equipe da Polícia Civil do município em cumprimento a decisões judiciais dentro do inquérito que apura a morte de Toshio Ono, 77 anos.

Toshio morreu durante um incêndio em sua casa, no centro da cidade, no dia 26 de junho. O fogo consumiu toda a residência e após o incêndio ser controlado, o corpo dele foi localizado em meio aos escombros.

A delegada Carla Nogueira representou pela prisão temporária do casal, depois que o inquérito instaurado para apurar as circunstâncias da morte do idoso apontou elementos de que o incêndio pode não ter sido acidental.

Foram realizadas diversas diligências e oitivas de familiares e testemunhas. A Policia Civil aguarda a conclusão dos laudos do local e do DNA do corpo de Toshio Ono, que ficou completamente carbonizado.

“Não podemos dizer que eles são culpados, porém, com base nos elementos de prova colhidos até agora, a Polícia Civil representou pela prisão temporária para esclarecer mais pontos na investigação e evitar que os investigados fujam do distrito da culpa”, esclareceu a delegada.

Veja Também:  Tio acusado de torturar sobrinho de 1 ano é preso em Lucas do Rio Verde

Incêndio

 Durante rondas no centro da Mirassol d’Oeste, na noite de 26 de junho, uma equipe da Polícia Miitar avistou uma grande nuvem de fumaça e ao checar a origem, se deparou com uma residência em chamas. No local estavam pessoas que moravam em uma residência próxima ao local do incêndio e não conseguiram sair do quintal, sendo socorridos pelos policiais que removeram o portão e retiraram as pessoas que pediam por socorro.

Os policiais solicitaram apoio da prefeitura do município e de uma usina com caminhões-pipa para conter as chamas. As testemunhas, em estado de choque, informaram que estavam dormindo em uma casa nos fundos no mesmo quintal da casa do idoso, e que quando perceberam o fogo já estava alastrado.

Inicialmente, as testemunhas disseram que não sabiam que a vítima que morreu carbonizada estava dentro da casa, pois o mesmo costumava dormir na casa de parentes.

Os policiais foram na casa de familiares onde a vítima costumava pernoitar e não o encontraram. Somente após o fogo ser controlado com uso de três caminhões pipa, foi possível encontrar a vítima carbonizada, em meio aos escombros.

Veja Também:  Mais de 300 quilos de drogas e 28 veículos apreendidos com 80 traficantes

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana