conecte-se conosco


Policial

Homicídio é esclarecido e autor é preso em flagrante, seis horas após o crime

Publicados

em

Um homicídio ocorrido na madrugada de domingo (12.06) em Juína foi rapidamente esclarecido pela Polícia Civil, que prendeu o autor em flagrante horas depois do crime.

Thiago Pereira Cardoso, de 21 anos, foi morto em um bar localizado no bairro São José Operário. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo dentro do estabelecimento depois de se envolver em briga com várias pessoas que estavam no local.

Uma segunda pessoa também foi atingida e encaminhada para atendimento no hospital regional de Juína.

Conforme testemunhos coletados pela Delegacia de Juína, a vítima se envolveu em uma confusão durante a noite, sacou um revólver por diversas vezes e apontou para pessoas que estavam no bar e ameaçou também sua companheira. Thiago era amigo de algumas pessoas que estavam no local e foi atingido pelos disparos após mais uma rodada de confusão, quando ele apontou a arma de fogo para o irmão do autor do crime, proprietário do local.

Uma equipe policial coordenada pelo delegado Ronaldo Binotti Filho realizou diligências e apurou que o suspeito do homicídio, de 24 anos, fugiu do local em uma motocicleta e estaria escondido em uma propriedade na zona rural do município.

Veja Também:  Idoso investigado por homicídio qualificado tem prisão cumprida em Porto Alegre do Norte

Os policiais civis o localizaram em uma chácara, escondido em meio à vegetação, o conduziram para a delegacia. O suspeito apontou o local em que estava escondida a arma de fogo utilizada no crime.

Após a prisão do suspeito, os investigadores retornaram ao bar e encontraram na parte de trás do estabelecimento a arma de fogo que estava sendo usada por Thiago.

O autor dos disparos declarou em depoimento que fez os disparos contra a vítima porque achou que Thiago havia atirado contra seu irmão e pelas brigas ocorridas no estabelecimento.

Após o auto de prisão, o autor do homicídio foi encaminhado ao centro de detenção de Juína.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Ação integrada entre Polícia Militar de MT e GO prende casal foragido da Justiça

Publicados

em

Por

Um casal foragido da Justiça de Goiás foi preso nesta terça-feira (28.06), em uma propriedade rural, localizada no município de Cocalinho (873 km de Cuiabá). 

O mandado de prisão foi cumprido pela Polícia Militar de Mato Grosso, por meio do 16º Batalhão, com apoio do 7º Comando Regional da Polícia Militar de Goiás.

Segundo informações do boletim de ocorrência, os policiais de Goiás acionaram a Polícia Militar de Mato Grosso repassando informações de que os possíveis suspeitos estariam em uma zona rural do município. 

Diante das características do casal, sendo um homem de 31 anos e uma mulher, de 32, os policiais deram início às diligências na região e os suspeitos foram encontrados em uma fazenda a cerca de 30 quilômetros do perímetro urbano de Cocalinho. 

Os policiais então deram voz de prisão e os conduziram à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer. 

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Veja Também:  Dono de restaurante é preso por coação contra advogado no Interior de MT

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Investigado por tentativa de homicídio é preso em flagrante pela Polícia Civil com arma e munições

Publicados

em

Por

Policiais civis de Diamantino cumpriram nesta quarta-feira (29.06) um mandado de busca e apreensão contra um dos envolvidos em um crime de homicídio doloso tentado e apreenderam uma arma de fogo e 12 munições. Um dos autores, de 48 anos, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

O crime ocorreu no dia 23 de junho, quando uma das vítimas foi até o estabelecimento do suspeito, de 48 anos, cobrar por uma dívida da construção de uma casa e houve um desentendimento e discussão posterior. O dono do estabelecimento desferiu uma paulada na cabeça de uma vítima e seu filho golpeou a outra vítima com uma arma cortante, que causou graves ferimentos no pescoço, costas e no abdômen.

As vítimas foram socorridas ao pronto-atendimento de Diamantino.

O delegado Marcos Bruzzi instaurou inquérito para apurar o crime. Durante o cumprimento do mandado deferido pelo juízo da Vara Criminal foram feitas buscas no comércio e residência dos investigados onde foram apreendidos três aparelhos celulares e no forro do banheiro encontrados revólver calibre 38 municiado e mais sete munições intactas.

Veja Também:  Polícia Civil estrutura prédio que irá abrigar três delegacias no Centro Político e Administrativo

O delegado arbitrou fiança de 50 salários mínimos ao suspeito do crime de posse ilegal de arma de fogo. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana