conecte-se conosco


Mato Grosso

Hospitais regionais e repartições essenciais receberão 200 mil litros de álcool clínico

Publicados

em

Produto foi doado por empresas ligadas ao Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras (Sindalcool-MT)

Lucas Rodrigues | Secom-MT

hospital regional – Foto por: Secom MT

hospital regional

O Governo do Estado irá distribuir 200 mil litros de álcool 70% (álcool hospitalar) para os hospitais regionais e repartições públicas que prestam serviços essenciais em Mato Grosso. O produto foi doado por empresas ligadas ao Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras (Sindalcool-MT).

A informação foi dada pelo governador Mauro Mendes, durante coletiva virtual na qual divulgou as novas medidas de prevenção e combate ao Coronavírus, na tarde de quarta-feira (18).

O álcool 70% tem as mesmas propriedades do álcool gel em termos de desinfecção e evita a proliferação do vírus.

“Recebemos das indústrias de álcool em Mato Grosso uma importante doação de álcool 70%, não é o álcool gel, mas tem o mesmo efeito clínico. Teremos essa doação das empresas ligadas ao Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras aqui em Mato Grosso. Eles estão doando 200 mil litros desse álcool e agradecemos muito por essa colaboração”, anunciou.

Mendes relatou que a logística para a distribuição do álcool recebido já está sendo definida pelo Governo, de modo a beneficiar as unidades médicas e setores que mais precisam do produto para desenvolver suas atividades. “Estamos fazendo uma verdadeira operação de guerra”.

Veja Também:  PM treina 280 policiais e agentes de segurança para Atendimento Pré-Hospitalar em Combate

Porém, o governador ponderou que a população precisa se conscientizar que a higienização das mãos também pode ser feita da forma tradicional, com água e sabão/sabonete, com os mesmos efeitos contra o vírus.

“A lavagem correta das mãos, com água e sabão, tem efeitos tão eficazes ou mais que o álcool gel, segundo os especialistas”, informou ele.

Confira as medidas anunciadas

Saúde

– Credenciamento para contratação emergencial de profissionais da saúde;

– Em hospitais públicos e privados, fica restrito a um acompanhante por paciente internado, por tempo indeterminado;

– Suspensão de agendamentos de cirurgias eletivas em hospitais estaduais;

– Definido o médico infectologista e intensivista Dr. Abdon Salam Khaled Karhawl, para atuar como colaborador do Gabinete de Situação

Transporte

– Ficam autorizadas às concessionárias e permissionárias a suspender o transporte coletivo intermunicipal no âmbito do Estado de Mato Grosso;

– As concessionárias e permissionárias de serviço público de transporte coletivo municipal e estadual deverão adotar todas as medidas de assepsia no interior dos veículos, de acordo com as normas sanitárias vigentes, cabendo aos órgãos regulatórios estaduais e municipais executar a fiscalização;

Veja Também:  Nove presos fogem da cadeia pública de Arenápolis

Serviço público

– Servidores públicos em grupos de risco poderão ter regime especial de trabalho, definido em portaria a ser editada pela Secretaria de Planejamento e Gestão, desde que previamente autorizado pelo Gabinete de Situação;

– Reuniões na administração pública estadual serão suspensas e substituídas por videoconferência;

– Servidores com casos suspeitos ou confirmados deverão permanecer afastados do trabalho;

– Ficam permitidos os sistemas de escala, revezamento e teletrabalho na administração pública, mediante prévia autorização do Gabinete de Situação.

– Fica autorizada a redução ou suspensão do atendimento ao público nos órgãos estaduais, desde que previamente autorizado pelo Gabinete de Situação.

Eventos e aglomerações

– Fica recomendada ao setor privado a suspensão de eventos que concentrem mais de 50 pessoas em ambientes fechados e mais de 100 em ambientes abertos, a exemplo de atividades em feiras, academias, cinemas, clubes, missas, bares, restaurantes e boates.

Sistema penitenciário

– Visitas em todas as cadeias, unidades e socioeducativos ao Estado de Mato Grosso ficam suspensas por 15 dias, podendo ser prorrogadas.

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Três homens são presos em flagrante por latrocínio forjado ocorrido em chácara, em Alto Araguaia

Publicados

em


A Polícia Civil em Alto Araguaia esclareceu um latrocínio forjado que ocorreu nesta quinta-feira (22.07), na zona rural do município, e prendeu três pessoas em flagrante por homicídio qualificado.

O crime ocorreu na manhã de 22 de julho, em uma chácara a aproximadamente 20 quilômetros da cidade de Alto Araguaia. Dois homens, a mando de uma terceira pessoa, que é proprietária da chácara, simularam um roubo e mataram com dois disparos de arma de fogo João Marciano Moraes Irigaray, de 44 anos.

Foram presos os dois executores do crime, de 21 e 23 anos, e o proprietário da chácara, de 40 anos.

A equipe do hospital municipal de Alto Araguaia acionou a polícia informando que havia duas pessoas feridas por disparos de arma de fogo em uma chácara e a ambulância estava a caminho. A vítima, João Marciano, foi a óbito no local e a segunda pessoa foi socorrida, com um ferimento no ombro.

Investigações

Imediatamente após o crime, a equipe de investigação da Delegacia de Alto Araguaia, com apoio da Polícia Militar, realizou várias diligências e conseguiu chegar aos executores. Com eles foram apreendidos três revólveres, duas espingardas, várias munições, celulares, talões de cheques e outros objetos levados da chácara durante o roubo forjado.

Veja Também:  Complexo Arena Pantanal: de parque natalino a palco dos esportes, cultura e lazer

A apuração da Polícia Civil constatou que o crime foi forjado pelo dono da chácara, que inclusive, disse aos executores para que disparassem contra ele como forma de dar mais veracidade à trama.

A terceira pessoa, identificada como o mandante do crime, foi presa em flagrante em uma unidade hospitalar em Rondonópolis, para onde foi encaminhado para atendimento. Após receber alta médica, ele será encaminhado à Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa.

Os três foram autuados em flagrante pelo delegado Fábio Nahas Pereira por homicídio qualificado. O delegado fará representação à Justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

As investigações prosseguem para apurar a motivação do crime.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Operação cumpre 24 mandados em MT e MG contra envolvidos em esquema de desvio e receptação de cargas de soja

Publicados

em


A Polícia Civil em Sorriso deflagrou na manhã desta sexta-feira (23) a Operação Silo de Areia para cumprimento de 24 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão contra investigados por desvio e receptação de cargas de soja.

De acordo com o delegado que coordena a operação, Márcio Henrique Portela, também estão sendo realizados bloqueios de ativos financeiros, sequestro e indisponibilidade de bens móveis e imóveis de 11 envolvidos no esquema criminoso. As investigações tiveram inicio no ano passado, a partir do registro da ocorrência de desvios de cargas de soja na região de Sorriso.

A Operação Silo de Areia cumpre mandados nas cidades de Sorriso, Ipiranga do Norte, Jaciara, Rosário Oeste, Várzea Grande e também nas cidades mineiras de Uberlândia e Tupaciguara.

As ordens judiciais foram decretadas pelo juízo da 2ª Vara Criminal de Sorriso.

Participam da operação equipes das Delegacias da Regional de Sinop, Delegacia de Rosário Oeste, Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande e Delegacia de Jaciara, além do apoio da Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil, unidade do Ciopaer de Sorriso e a Polícia Civil de Minas Gerais.

Veja Também:  Relatório trimestral traz aumento de ocorrências em relação ao primeiro de 2021

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana