conecte-se conosco


Entretenimento

Hospital nega morte do influenciador Gui Pagnoncelli

Publicados

em

source
Gui Pagnoncelli enfrentava câncer
Reprodução/ Instagram

Gui Pagnoncelli enfrentava câncer

Internautas se depararam com a informação da morte de Gui Pagnoncelli, de 32 anos, compartilhada em seu perfil nas redes sociais. O influenciador, seguido por mais de 500 mil pessoas, sofre de câncer e compartilha a rotina através das redes sociais. Além disso, uma publicação do dia anterior na página dá conta de que Gui estaria internado no Hospital Teresa De Lisieux, na Bahia.

A assessoria da unidade médica, porém, negou a informação. Reiterou ainda que o influenciador fora atendido em um hospital em Alagoas, mas que já recebera alta.

“O hospital informa que não houve atendimento do paciente Gui Pagnoncelli no Hospital Teresa de Lisieux, em Salvador (BA). Na tarde deste sábado, 18, o paciente foi atendido no Hospital Maceió (AL), e já recebeu alta”, consta do comunicado emitido no fim da tarde deste sábado.

Veja Também:  "Um Lugar ao Sol": Lara descobre a verdade e rejeita Christian

+ Entre no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

No perfil de Gui na web, uma mensagem fala do falecimento do influenciador, às 10h18, com os dizeres. “É com profundo pesar que informamos que nosso guerreiro nos deixou hoje. Ele lutou com todas as forças, mas os planos de Deus foram outros”, consta da mensagem. Nas publicações nos stories da página há um link para um aplicativo.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Ex- participante do ‘Power Couple’ detona Record: ‘Edita tudo’

Publicados

em

Por

Anna Clara Maia, ex-participante do Power Couple 4
Foto: Reprodução/Record TV

Anna Clara Maia, ex-participante do Power Couple 4


A ex-participante do “Power Couple Brasil 4”, Anna Clara Maia, criticou a produção do reality show da Record TV. Segundo a jogadora, a equipe não é transparente com os confinados, além de reforçar que as dinâmicas do jogo podem ser burladas

Clara Maia, que participou com o marido André Coelho no “Power Couple” em 2019, fez as declarações em um vídeo publicado no YouTube.


Durante a fala, a influencer destacou que o reality da Record não é transparente. “É extremamente tendencioso e em todos os aspectos. Todas as provas podem ser burladas. Não são provas que acontecem simultaneamente, com todo mundo vendo. São coisas que podem ser burladas e são burladas. Não é nada transparente”.

Clara Maia ainda contou que as reclamações que fazia durante o confinamento foram reprovadas pela produção. “Eu recebi muitas chamadas de atenção. As provas são extremamente questionáveis. Falavam: ‘Você não pode questionar isso’. Como assim eu não posso questionar isso?”, alegou a influencer.

Veja Também:  Criador de 'Round 6' prepara filme mais violento que série

Anna Clara já reclamou anteriormente das atrações da Record TV, criticando, por exemplo, as atitudes da emissora sobre o caso do Nego do Borel em “A Fazenda 13”, acusando a produção de manipular as cenas da atração rural.

“Esse e muitos outros absurdos vão continuar acontecendo porque o que eles querem é audiência. E estão tendo! Não é de hoje que a Record edita tudo, manipula as imagens, falas, situações e só mostram o que querem”, finalizou a influencer.

Veja o vídeo completo logo abaixo:


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Justiça proíbe Zé Neto e Cristiano de usar marca ‘Esqueminha’

Publicados

em

Por

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de 'Esqueminha'
Reprodução/Instagram

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de ‘Esqueminha’

A dupla Zé Neto e Cristiano está impedida de usar a palavra Esqueminha, que dá nome a um evento criado pelos sertanejos e é patrocinado por uma famosa marca de cerveja.

Na última sexta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de Goiás deu parecer favorável a um processo movido pelo cantor baiano Gabriel Levy, da banda Isqueminha (das músicas “Vai tomar pitú” e “Terror da sentada”), que solicita indenização por danos morais pelo uso indevido da marca.

O documento assinado pelo juiz Gilmar Luiz Coelho, da 10ª Vara Cível de Goiânia, ressalta que o Instituto Nacional de Propriedade (INPI) não autorizou que as marcas “Esqueminha” e “Esqueminha com ZNC” fossem empregadas pelos sertanejos “em razão da similaridade com a marca de propriedade do autor, ‘Isqueminha’, ainda mais por serem utilizadas em contextos comuns de entretenimento”.

Veja Também:  Jesy Nelson, ex-Little Mix, está em estúdio com will.i.am

De acordo com os produtores responsáveis pela banda Isqueminha, representantes do evento criado por Zé Neto & Cristiano haviam tentado autorização pela utilização da marca “Esqueminha” em negociação direta com eles, mas não tiveram sucesso. O GLOBO entrou em contato com a empresa Work Show, responsável pelo gerenciamento artístico dos sertanejos, mas até o momento não obteve retorno.

No documento do processo, o juiz deferiu a liminar e determinou que a marca não seja mais usada em qualquer contexto comercial e/ou de divulgação, sob pena de aplicação de multa no valor de R$ 1 mil até o limite do valor dado à causa, R$ 50 mil.

Polêmica com Anitta

O sertanejo Zé Neto, da dupla com Cristiano, se tornou o centro de uma polêmica, em maio deste ano, após ofender a cantora Anitta e criticar a Lei Rouanet durante um show bancado com recursos públicos, na cidade de Sorriso, no Mato Grosso.

Em vídeo que circulou nas redes sociais, o sertanejo ironizou uma tatuagem íntima da funkeira e ressaltou que “não depende” da Lei Rouanet. “O nosso cachê quem paga é o povo”, afirmou. Na ocasião, porém, a dupla recebeu R$ 400 mil oriundos de recursos públicos para subir ao palco.

Veja Também:  BBB: Mulher de DG fala sobre ação de haters para cima de Arthur Aguiar

Após a polêmica, internautas reagiram à contradição pedindo, por meio das redes sociais, uma “CPI do Sertanejo”. Vieram à tona contratos milionários bancados por prefeituras de cidades pequenas para realizar shows de sertanejos como Gusttavo Lima, que chegou a cobrar R$ 1,2 milhão por uma apresentação neste ano.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana