conecte-se conosco


Carros e Motos

Hyundai terá carro elétrico compacto para a Europa

Publicados

em

Hyundai Ioniq 5 consolidou a marca entre os eletrificados no exterior. O compacto deverá dar continuidade
Divulgação

Hyundai Ioniq 5 consolidou a marca entre os eletrificados no exterior. O compacto deverá dar continuidade

Visando aumentar sua participação no mercado de carros elétricos na Europa, a Hyundai está desenvolvendo um modelo compacto, visando a preferência do público do velho continente por carros pequenos.

Segundo Andreas-Christoph Hofmann, Chefe do departamento de marketing da Hyundai na Europa, o modelo não ficará pronto tão cedo. “Nosso carro compacto vai competir com elétricos de entrada que a Volkswagen, Skoda e Cupra planejam produzir. Todos na indústria sabem que o objetivo para esse segmento é a faixa dos €20.000 (R$ 111.000)”, disse.

“Mas produzir um carro nessa faixa de preço é complexo, por conta do custo e peso das baterias, que tornam os carros muito pesados e com um preço elevado para o consumidor final”, complementa o executivo.

Veja Também:  Quetal uma Ford Ranger de 350 cavalos?

Com a meta de lançar 11 veículos elétricos até 2030 no velho continente, a Hyundai vem investindo pesado em veículos elétricos e anunciou recentemente o sedã Ioniq 6 e em breve irá revelar o SUV Ioniq 7 , com sete lugares e foco no mercado norte-americano.

Além disso, a fabricante sul-coreana está construindo duas fábricas dedicadas exclusivamente à produção de baterias e carros elétricos , uma no estado americano da Geórgia e outra na Coréia do Sul.

Tais investimentos só reforçam o sucesso que os modelos da Hyundai vem obtendo no mercado, especialmente com o Ioniq 5. No primeiro semestre do ano, as vendas de elétricos da Hyundai cresceram 8%, na Europa. Globalmente os carros elétricos representam 16% de todos os Hyundai vendidos no mundo.

Segundo a Bloomberg, quando uma fabricante consegue mais de 10% de vendas de elétricos na Europa, seu ritmo de produção nesse segmento cresce rapidamente e pode chegar a 30% no fim de 2024.

Veja Também:  Detran-SP dá passo a passo  para registrar blindagem do veículo

Para isso o segmento de compactos é importante, principalmente na Europa, que tradicionalmente tem um forte apreço por pequenos veículos citadinos, e onde o Fiat 500 ainda tem um número expressivo de vendas mesmo em 2022.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Financiamento de veículos leves e pesados tem leve alta em julho

Publicados

em

Financiamento de veículos leves e pesados registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior
Divulgação

Financiamento de veículos leves e pesados registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior

De acordo com a B3, empresa voltada para infraestrutura de mercado financeiro, no segmento de autos leves , julho registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior.

Já comparado com julho de 2021, o número de financiamentos de autos leves teve queda de 20,4%. Já o financiamento de veículos pesados registrou crescimento de 0,6% na comparação com junho, mas queda de 18,2%, considerando julho de 2021.

No entanto, as vendas financiadas de autos leves, motos e pesados em julho de 2022 somaram 436 mil unidades , entre novos e usados, ou seja, um saldo negativo de 2,8% em relação a junho, ( 449 mil unidades ). Em comparação com julho de 2021, foi registrado recuo de 18,8%.

Veja Também:  NGK investe R$ 2 milhões em usina solar

O segmento de motos registrou queda d e 16,2% no número de financiamentos em relação a junho, com 82 mil unidades . Na comparação com julho de 2021 também houve recuo, de 12,3%.

 No acumulado de janeiro a julho, as vendas financiadas de veículos somaram 3 milhões de unidades . O número representa queda de 10,7% em relação ao mesmo período de 2021, o que equivale a 368 mil unidades financiadas a menos.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Conhecemos o Ford Mustang Mach-E e andamos em um Bronco 100% autônomo

Publicados

em

Ford Mustang Mach-E foi apresentado para a imprensa no centro de testes da marca em Tatuí, no interior de SP
Guilherme Menezes/iG

Ford Mustang Mach-E foi apresentado para a imprensa no centro de testes da marca em Tatuí, no interior de SP

Depois de ter sido visto em testes, na pista de desenvolvimento da Ford em Tatuí (SP), o Ford Mustang Mach-E que virá ao Brasil é revelado. Pudemos conhecer pessoalmente o SUV elétrico que representará a marca americana na nova fase da mobilidade.

A versão que nós foi apresentada é a GT, que tem 487 cv e 87,6 kgfm de torque imediatos. Com isso, pode acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, o que é mais rápido do que o Mustang Mach 1 , a combustão. A autonomia é de 420 km no ciclo EPA (usado nos EUA).

Há uma enorme central multimídia com 15 polegadas e alta resolução. Nela, é possível ver todo o funcionamento do carro e determinar todas as funções de entretenimento e desempenho. Há também, apps de conectividade, como o Ford Pass.

Veja Também:  Hyundai mostra versão do Creta de 7 lugares, que deve vir ao Brasil

O acabamento é feito com tecido reciclado, mas há materiais diversos, muitos deles sensíveis ao toque e com texturização. Também notamos iluminação ambiente , que pode ser de várias cores (conforme a preferência dos passageiros) e espaço interno bem satisfatório.

Outro ponto alto da nossa visita à pista de testes do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Ford foi andarmos em um SUV Bronco . Mas não era qualquer um, e sim, um carro (que poderia ser qualquer outro) equipado com todo o aparelhamento necessário para que virasse um veículo 100% autônomo .

No caso, estava repleto de robôs , computadores, antenas e outros dispositivos. Quando somados, custam R$ 2,2 milhões, sem contar o valor do veículo que os recebeu.

Por meio de dados via satélite , essas partes que, juntas, compõem esse “robô”, têm capacidade de utilizar sensores para “enxergar” o que está no caminho. Assim, é capaz de tomar decisões para que a condução ocorra de forma possível.

O resultado é observado na capacidade do carro acelerar e desacelerar, contornar curvas mesmo em velocidades mais elevadas, além de realizar exercícios de contorno entre cones enfileirados.

Veja Também:  Mais do que dobra a procura por conversão para gás GNV em SP

Como se não bastasse, mesmo ao detectar um objeto (que poderia ser um ciclista, um carro ou até mesmo um pedestre ) que surge na via de repente, o sistema calcula a forma mais eficiente de mitigação, em uma fração de segundos.

Ou seja, se, para a inteligência , frear é o mais eficaz, ele o faz. Ou se a alternativa mais segura seria se esquivar, é essa a decisão que tomará.

Apesar desse Ford Bronco ter virado um carro totalmente autônomo, não pode ser chamado como tal, uma vez que não se trata de um veículo homologado para essa tecnologia.

Trata-se de um carro de testes que servirá para colocar o Brasil no mesmo nível de aptidão para o desenvolvimento dessa tecnologia, em relação a outros centros da Ford no mundo, segundo apuramos com a equipe de engenharia.

Ainda segundo eles, o próximo passo vai ser realizar testes mais definitivos, como aqueles nos EUA, onde o carro autônomo já estava circulando pelas ruas, por exemplo.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana