conecte-se conosco


Mato Grosso

Idoso que tentou matar mulher e se matou em Campo Novo era procurado por homicídio registrado há 45 dias

Publicados

em

Idoso deu marretadas em garota de programa e se suicidou na cela; no detalhe, homem morto em janeiro (Imagem: Reprodução)

O ex-taxista Antônio Fernandes, 60 anos, que cometeu suicídio dentro da cela da delegacia de Campo Novo do Parecis após ser preso acusado de tentar matar uma garota de programa com golpes de marreta em um motel da cidade era procurado pela justiça, suspeito de participar da morte de Fábio José Macedo, morto aos 35 anos, no dia 21 de janeiro deste ano.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais militares conduziram Antônio, vulgo Braquiara, para a delegacia e ao realizar a checagem no sistema encontraram um mandado expedido pela Segunda Vara Cível da Comarca de Diamantino no dia 14 de fevereiro para que fosse cumprida a prisão preventiva do suspeito pelo crime de homicídio.

Fábio José, assassinado em janeiro (Imagem: Arquivo)

Fábio José foi encontrado às margens da MT-235, a cerca de 50 quilômetros de Campo Novo do Parecis e em seu corpo haviam 5 perfurações por arma de fogo.

Veja Também:  MT Hemocentro atualiza Cadastro de Doadores de Medula Óssea

Não se sabe que tipo de participação Braquiara teve nesse crime.

Sobre o suicídio do ex-taxista

O ex taxista Braquiária se enforcou dentro da cela da delegacia de Campo Novo do Parecis onde estava preso após tentar matar uma garota de programa com golpes de marreta em um motel.

Antônio Fernandes, de 60 anos, foi encontrado amarrado na grade de acesso à cela. Ele utilizou uma camiseta para se enforcar.

Em conversa com os policiais militares que o conduziram, Braquiária temia por sua vida, segundo ele, pessoas estariam ameaçando-o.

Braquiária foi taxista por muitos anos em Campo Novo do Parecis e era bastante conhecido na cidade.

Fonte: Plantão Policial CNP

 

Barra News – A sua fonte diária de informação – Barra do Bugres MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Três homens são presos em flagrante por latrocínio forjado ocorrido em chácara, em Alto Araguaia

Publicados

em


A Polícia Civil em Alto Araguaia esclareceu um latrocínio forjado que ocorreu nesta quinta-feira (22.07), na zona rural do município, e prendeu três pessoas em flagrante por homicídio qualificado.

O crime ocorreu na manhã de 22 de julho, em uma chácara a aproximadamente 20 quilômetros da cidade de Alto Araguaia. Dois homens, a mando de uma terceira pessoa, que é proprietária da chácara, simularam um roubo e mataram com dois disparos de arma de fogo João Marciano Moraes Irigaray, de 44 anos.

Foram presos os dois executores do crime, de 21 e 23 anos, e o proprietário da chácara, de 40 anos.

A equipe do hospital municipal de Alto Araguaia acionou a polícia informando que havia duas pessoas feridas por disparos de arma de fogo em uma chácara e a ambulância estava a caminho. A vítima, João Marciano, foi a óbito no local e a segunda pessoa foi socorrida, com um ferimento no ombro.

Investigações

Imediatamente após o crime, a equipe de investigação da Delegacia de Alto Araguaia, com apoio da Polícia Militar, realizou várias diligências e conseguiu chegar aos executores. Com eles foram apreendidos três revólveres, duas espingardas, várias munições, celulares, talões de cheques e outros objetos levados da chácara durante o roubo forjado.

Veja Também:  Policiais prendem três homens em veículo roubado na semana passada em Cuiabá

A apuração da Polícia Civil constatou que o crime foi forjado pelo dono da chácara, que inclusive, disse aos executores para que disparassem contra ele como forma de dar mais veracidade à trama.

A terceira pessoa, identificada como o mandante do crime, foi presa em flagrante em uma unidade hospitalar em Rondonópolis, para onde foi encaminhado para atendimento. Após receber alta médica, ele será encaminhado à Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa.

Os três foram autuados em flagrante pelo delegado Fábio Nahas Pereira por homicídio qualificado. O delegado fará representação à Justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva.

As investigações prosseguem para apurar a motivação do crime.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Operação cumpre 24 mandados em MT e MG contra envolvidos em esquema de desvio e receptação de cargas de soja

Publicados

em


A Polícia Civil em Sorriso deflagrou na manhã desta sexta-feira (23) a Operação Silo de Areia para cumprimento de 24 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão contra investigados por desvio e receptação de cargas de soja.

De acordo com o delegado que coordena a operação, Márcio Henrique Portela, também estão sendo realizados bloqueios de ativos financeiros, sequestro e indisponibilidade de bens móveis e imóveis de 11 envolvidos no esquema criminoso. As investigações tiveram inicio no ano passado, a partir do registro da ocorrência de desvios de cargas de soja na região de Sorriso.

A Operação Silo de Areia cumpre mandados nas cidades de Sorriso, Ipiranga do Norte, Jaciara, Rosário Oeste, Várzea Grande e também nas cidades mineiras de Uberlândia e Tupaciguara.

As ordens judiciais foram decretadas pelo juízo da 2ª Vara Criminal de Sorriso.

Participam da operação equipes das Delegacias da Regional de Sinop, Delegacia de Rosário Oeste, Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande e Delegacia de Jaciara, além do apoio da Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil, unidade do Ciopaer de Sorriso e a Polícia Civil de Minas Gerais.

Veja Também:  Estado deve criar plano de ação para recuperar Baías de Chacororé e Siá Mariana

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana