conecte-se conosco


Tecnologia

Instagram adiciona tradução automática aos Stories; veja como usar

Publicados

em


source
Tradução nos Stories do Instagram
Divulgação/Instagram

Tradução nos Stories do Instagram

Nesta quarta-feira (21), o Instagram anunciou um novo recurso que traduz automaticamente textos publicados nos Stories . Agora, quando o serviço detectar um idioma estrangeiro em uma postagem, ele exibirá uma opção “Ver tradução” no canto superior esquerdo da tela, que os usuários podem tocar para ver uma tradução na parte inferior, como na imagem acima.

O Instagram afirmou que a nova ferramenta estará disponível globalmente. Atualmente, ela oferece suporte a mais de 90 idiomas para facilitar o compartilhamento de conteúdo com um público internacional.

Em 2016, este recurso já havia sido implantado para publicações no feed , com traduções automáticas a comentários, legendas e biografias de usuários.

Você viu?

Como vai funcionar?

  • Quando o usuário estiver visualizando um Stories, ele verá a opção ‘Ver tradução’ no canto superior esquerdo, abaixo do nome do usuário, se um idioma estrangeiro for detectado (atualmente, mais de 90 idiomas são suportados pelo recurso);
  • Para traduzir, basta tocar em ‘Ver tradução’ e uma tradução aparecerá;
  • As traduções estão disponíveis apenas para texto, e não para áudio no momento.
Veja Também:  Xiaomi anuncia fábrica só com robôs que produzirá um celular a cada 3 segundos

O recurso está disponível a partir desta quarta-feira para todos os usuários Android e iOS .

Além do Stories: Instagram permitirá que usuário decida se quer ver conteúdo impróprio

A aba explorar do Instagram mostra postagens baseadas no conteúdo que o usuário consome na plataforma. Mas uma nova ferramenta pode ajudar a ter um pouco mais de controle do que é exibido nessa página. O Controle de Conteúdo Sensível vai permitir que você decida se quer ver posts considerados impróprios para alguns.

A empresa diz que possui suas Diretrizes da comunidade, que foca em manter os usuários seguros. Incitação ao ódio, intimidação, nudez e outros tipos de publicações são proibidas. Ainda sim, algumas pessoas podem se sentir incomodadas com posts que, mesmo não violando as normas, podem ter caráter violento ou com conotação sexual.

Veja Também:  Pornhub agradece Bolsonaro: buscas ao termo “golden shower” cresceram 688%

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Scarlett Johansson processa Disney por lançar Viúva Negra no streaming

Publicados

em


source
Viúva Negra
Reprodução

Viúva Negra

A atriz Scarlett Johansson, protagonista do último filme da Marvel, Viúva Negra , entrou com uma ação nesta quinta-feira no Tribunal Superior de Los Angeles contra a Disney, alegando que seu contrato foi violado quando a companhia lançou o filme em seu serviço de streaming, o Disney+, no mesmo dia da estreia do longa-metragem no cinema. A informação foi divulgada pelo Wall Street Journal.

No processo, Scarlett Johansson alega que seu contrato com a Marvel Entertainment da Disney garantia um lançamento exclusivo no cinema, e que seu salário se baseava em grande parte no desempenho de bilheteria do filme.

A ação judicial pode ser um termômetro para a indústria do entretenimento. As principais empresas de mídia estão priorizando seus serviços de streaming em busca de crescimento e estão cada vez mais inserindo conteúdos com algo custo de produção nessas plataformas. Essas mudanças têm implicações financeiras significativas para atores e produtores, que desejam garantir que o crescimento do streaming não aconteça às suas custas.

Veja Também:  Cringe! Usuários do Twitter batem recorde no uso de emojis

“Este não será certamente o último caso em que talentos de Hollywood enfrentam a Disney e deixam claro que, independentemente do que a empresa possa pretender, ela tem a obrigação legal de honrar seus contratos”, disse John Berlinski, advogado da Kasowitz Benson Torres LLP, que representa a atriz.

Você viu?

A Disney começou a lançar filmes simultaneamente no Disney + e nos cinemas em parte por causa da pandemia Covid-19, quando os cinemas estavam fechados ou com capacidade limitada, e em parte para impulsionar seu serviço novo serviço.

A WarnerMedia, que opera o serviço de streaming HBO Max, também tem adotado uma estratégia semelhante, e recentemente decidiu renegociar muitos de seus contratos de talentos que, como no acordo de Scarlett Johansson com a Marvel, estavam vinculados ao desempenho de bilheteria. Isso levou a Warner Bros a pagar mais de US$ 200 milhões aos seus talentos como parte dos acordos alterados.

Scarlett Johansson integra o universo da Marvel desde que apareceu como Viúva Negra em Homem de Ferro 2, de 2010. Sua presença cresceu significativamente desde então como membro dos Vingadores, ao lado do Capitão América e do Incrível Hulk. Sua personagem morreu no blockbuster de 2019 Avengers: Endgame, e o spinoff nos cinemas agora se passa antes dos eventos daquele filme.

De acordo com a denúncia, os representantes da atriz buscaram renegociar seu contrato depois de saber da estratégia de lançamento duplo de Viúva Negra, que ela disse ser seu nono e último filme da Marvel. Disney e Marvel não responderam, disse o processo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Facebook vai lançar óculos inteligentes em parceria com Ray-Ban

Publicados

em


source
Design dos óculos ainda não foi divulgado
Unsplash/Giorgio Trovato

Design dos óculos ainda não foi divulgado

O próximo dispositivo a ser lançado pelo Facebook serão os esperados óculos inteligentes desenvolvidos em parceria com a Ray-Ban. A confirmação foi feita pelo CEO da empresa, Mark Zuckerberg, em conferência sobre os lucros realizada nesta semana.

“Olhando para o futuro aqui, o próximo lançamento de produto será o lançamento de nossos primeiros óculos inteligentes da Ray-Ban em parceria com a EssilorLuxottica”, disse Zuckerberg, sem dar um prazo para a chegada da novidade. “Os óculos têm seu formato icônico e permitem que você faça coisas bem legais”, completou.

O Facebook ainda não detalhou quais “coisas bem legais” os óculos inteligentes serão capazes de fazer. Anteriormente, porém, a empresa já havia confirmado que eles não teriam tela integrada e nem seriam classificados como óculos de realidade aumentada. Pode ser possível que o dispositivo faça ligações e tenha acesso a uma assistente de voz, por exemplo.

De acordo com Zuckerberg, os óculos da Ray-Ban serão parte da “jornada rumo a óculos completos de realidade aumentada no futuro” do Facebook. Os dados coletados por dispositivos eletrônicos produzidos pela empresa devem sem usados em publicidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana