conecte-se conosco


Tecnologia

iPhone 13 pode ser atrasado por inundações na China; entenda

Publicados

em


source
iPhone 13 pode ser atrasado
Unsplash/Mihai Moisa

iPhone 13 pode ser atrasado



As inundações em massa registradas na província chinesa de Henan nesta terça-feira (20) podem atrasar o lançamento do iPhone 13 , previsto para setembro deste ano. As chuvas torrenciais na região resultaram em pelo menos 25 mortes até o momento e forçaram mais de 100 mil pessoas a deixarem suas casas na cidade de Zhengzhou — maior centro de produção dos smartphones da Apple no mundo.

Embora as notícias preliminares apontem que suas fábricas não foram danificadas, a cidade foi impactada com a queda de energia e desabamentos de estradas. As enchentes alagaram estações de metrô e puseram em risco uma barragem localizada em um município vizinho, a qual “pode ruir a qualquer momento”, segundo as autoridades do país.

Segundo o Channel News, a indústria de Zhengzhou acabara de aumentar a produção antes do lançamento do novo modelo da Apple. O local é responsável por fabricar cerca de metade dos iPhones . De acordo com as medições, foram 457,5 milímetros de chuva em um período de 24 horas, recorde histórico para a cidade que geralmente registra 640 milímetros em um ano inteiro.

As autoridades meteorológicas afirmaram que a precipitação foi a maior registrada desde que os registros começaram há 60 anos. A cidade notificou o equivalente à média anual de chuvas em apenas três dias.

Imagens publicadas em redes sociais mostram passageiros com a água até a cintura dentro de vagões na capital provincial de Henan. Em um dos vídeos, parte dos usuários do sistema de transporte chinês está em pé enquanto outros subiram em cima dos assentos para escapar da água.

Um outro vídeo gravado em Zhengzhou mostra o resgate de uma mulher que quase foi levada pela correnteza em uma escadaria. Imagens feitas por passageiros também mostram as estações tomadas pela água das chuvas. Em um dos vídeos, uma composição está parada na plataforma e funcionários tentam fechar as portas dos vagões em meio à enxurrada.

As fortes chuvas forçaram a interrupção de todos os serviços de metrô. A cidade fica às margens do Rio Amarelo, que transbordou. Cerca de 94 milhões de pessoas vivem na província de Henan.

Veja Também:  Jogos para PC têm descontos de até 90% no Steam; confira as ofertas

Rompimento de barragem

O Exército da China emitiu um alerta de que uma barragem localizada em Luoyang, cidade vizinha a Zhengzhou, corre risco de rompimento. O comunicado afirma que a estrutura “pode ruir a qualquer momento”, depois de ser severamente danificada pelas tempestades torrenciais.

De acordo com a agência de notícias AFP, as fortes chuvas provocaram uma ruptura de 20 metros na barragem de Yihetan. Luoyang tem cerca de sete milhões de habitantes e corre o risco de “entrar em colapso a qualquer momento”. As autoridades meteorológicas chinesas também emitiram o mais alto nível de alerta para a província.

Explosão

As chuvas em Henan também provocaram uma explosão em uma fábrica de alumínio. De acordo com a agência Reuters, o rio que passa próximo à unidade transbordou. A força da água derrubou um muro e a enxurrada invadiu a instalação industrial.

A empresa informou ter cortado a energia elétrica e esvaziado o local imediatamente, segundo a Reuters. No entanto, a água da chuva se misturou com uma solução de alta temperatura que estava em um tanque e causou a explosão. Não há registro de feridos ou desaparecidos no acidente até o momento.

Comentários Facebook
Propaganda

Tecnologia

Scarlett Johansson processa Disney por lançar Viúva Negra no streaming

Publicados

em


source
Viúva Negra
Reprodução

Viúva Negra

A atriz Scarlett Johansson, protagonista do último filme da Marvel, Viúva Negra , entrou com uma ação nesta quinta-feira no Tribunal Superior de Los Angeles contra a Disney, alegando que seu contrato foi violado quando a companhia lançou o filme em seu serviço de streaming, o Disney+, no mesmo dia da estreia do longa-metragem no cinema. A informação foi divulgada pelo Wall Street Journal.

No processo, Scarlett Johansson alega que seu contrato com a Marvel Entertainment da Disney garantia um lançamento exclusivo no cinema, e que seu salário se baseava em grande parte no desempenho de bilheteria do filme.

A ação judicial pode ser um termômetro para a indústria do entretenimento. As principais empresas de mídia estão priorizando seus serviços de streaming em busca de crescimento e estão cada vez mais inserindo conteúdos com algo custo de produção nessas plataformas. Essas mudanças têm implicações financeiras significativas para atores e produtores, que desejam garantir que o crescimento do streaming não aconteça às suas custas.

Veja Também:  Fadinha viralizou! Rayssa Leal ultrapassa 4 milhões de seguidores no Instagram

“Este não será certamente o último caso em que talentos de Hollywood enfrentam a Disney e deixam claro que, independentemente do que a empresa possa pretender, ela tem a obrigação legal de honrar seus contratos”, disse John Berlinski, advogado da Kasowitz Benson Torres LLP, que representa a atriz.

Você viu?

A Disney começou a lançar filmes simultaneamente no Disney + e nos cinemas em parte por causa da pandemia Covid-19, quando os cinemas estavam fechados ou com capacidade limitada, e em parte para impulsionar seu serviço novo serviço.

A WarnerMedia, que opera o serviço de streaming HBO Max, também tem adotado uma estratégia semelhante, e recentemente decidiu renegociar muitos de seus contratos de talentos que, como no acordo de Scarlett Johansson com a Marvel, estavam vinculados ao desempenho de bilheteria. Isso levou a Warner Bros a pagar mais de US$ 200 milhões aos seus talentos como parte dos acordos alterados.

Scarlett Johansson integra o universo da Marvel desde que apareceu como Viúva Negra em Homem de Ferro 2, de 2010. Sua presença cresceu significativamente desde então como membro dos Vingadores, ao lado do Capitão América e do Incrível Hulk. Sua personagem morreu no blockbuster de 2019 Avengers: Endgame, e o spinoff nos cinemas agora se passa antes dos eventos daquele filme.

De acordo com a denúncia, os representantes da atriz buscaram renegociar seu contrato depois de saber da estratégia de lançamento duplo de Viúva Negra, que ela disse ser seu nono e último filme da Marvel. Disney e Marvel não responderam, disse o processo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Facebook vai lançar óculos inteligentes em parceria com Ray-Ban

Publicados

em


source
Design dos óculos ainda não foi divulgado
Unsplash/Giorgio Trovato

Design dos óculos ainda não foi divulgado

O próximo dispositivo a ser lançado pelo Facebook serão os esperados óculos inteligentes desenvolvidos em parceria com a Ray-Ban. A confirmação foi feita pelo CEO da empresa, Mark Zuckerberg, em conferência sobre os lucros realizada nesta semana.

“Olhando para o futuro aqui, o próximo lançamento de produto será o lançamento de nossos primeiros óculos inteligentes da Ray-Ban em parceria com a EssilorLuxottica”, disse Zuckerberg, sem dar um prazo para a chegada da novidade. “Os óculos têm seu formato icônico e permitem que você faça coisas bem legais”, completou.

O Facebook ainda não detalhou quais “coisas bem legais” os óculos inteligentes serão capazes de fazer. Anteriormente, porém, a empresa já havia confirmado que eles não teriam tela integrada e nem seriam classificados como óculos de realidade aumentada. Pode ser possível que o dispositivo faça ligações e tenha acesso a uma assistente de voz, por exemplo.

De acordo com Zuckerberg, os óculos da Ray-Ban serão parte da “jornada rumo a óculos completos de realidade aumentada no futuro” do Facebook. Os dados coletados por dispositivos eletrônicos produzidos pela empresa devem sem usados em publicidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

"2021" QUAIS SÃO AS SUAS EXPECTATIVAS PARA ESTE ANO QUE SE INICIA

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana