conecte-se conosco


Carros e Motos

Kawasaki revela planos de lançar linha de motos híbridas e elétricas até 2025

Publicados

em


source


Kawasaki EV Project ainda está em fase de protótipo, mas vai servir de base para o modelo de produção em série
Divulgação

Kawasaki EV Project ainda está em fase de protótipo, mas vai servir de base para o modelo de produção em série

A Kawasaki anuncia planos de desenvolver uma futura gama de motocicletas híbridas e movidas a bateria. No curto prazo, a empresa prometeu ter mais de 10 modelos de motocicletas elétricas a bateria e híbridas elétricas em showrooms até 2025.

Além disso, a Kawasaki também disse que está desenvolvendo tecnologia de combustível de hidrogênio para motores de combustão interna – mostrando uma versão do H2 de quatro cilindros supercharged equipado com injeção direta de combustível , que é um trampolim para uma versão movida a hidrogênio.

Com isso, espera-se que até 2035 todos os principais modelos sejam totalmente elétricos ou híbridos. A queima de hidrogênio em vez de gasolina significa que o escapamento seria simplesmente vapor d’água, mantendo o desempenho e o apelo visceral de um motor de combustão interna.

Veja Também:  Veja 5 carros iguais que são vendidos por marcas diferentes

Embora a Kawasaki não tenha revelado oficialmente nenhum detalhe do protótipo híbrido, ela parece usar o motor duplo paralelo do Ninja 250 ou do Ninja 400 (eles são visualmente idênticos, mas o protótipo tem a lata de escape um pouco mais longa do Ninja 400 ).

Leia Também

Leia Também

Um grande motor elétrico é instalado acima da caixa de câmbio, conectado à transmissão por meio de uma embreagem. Ele pode fornecer impulso ou atuar como um gerador para recarregar a bateria. Falando em bateria, é uma unidade de 48 V montada sob o assento.

A Kawasaki também adicionou o câmbio semiautomático operado por botão de pressão à moto – provavelmente para ajudar a suavizar a transição entre a energia da bateria, a gasolina e a energia híbrida combinada.

Excepcionalmente, o protótipo totalmente elétrico da Kawasaki, visto pela primeira vez em 2019, mas mostrado novamente ao lado do novo híbrido , tem uma alavanca de câmbio operada manualmente, embora a maioria dos elétricos sejam de velocidade única.

Veja Também:  Nissan Leaf vira carro de polícia na cidade de São Paulo
Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Toyota pretende vender apenas híbridos e elétricos no Brasil em 6 anos

Publicados

em


source
Toyota Corolla Cross: lançado no início do ano, modelo já se destaca nas concessionárias
Divulgação

Toyota Corolla Cross: lançado no início do ano, modelo já se destaca nas concessionárias

A Toyota pretende vender apenas veículos híbridos e elétricos no Brasil em até seis anos. A informação foi confirmada por Masahiro Inoue, presidente da fabricante na América do Sul e Caribe, em entrevista ao site AutoIndústria.

Sendo assim, todos os modelos futuros da Toyota terão versões com algum nível de eletrificação no Brasil. Atualmente, os únicos modelos da fabricante japonesa que não contam com versões híbridas são os modelos Yaris , Yaris Sedan e Hilux .

O executivo diz que o Brasil sai na frente por contar com a tecnologia híbrida flex nos modelos Corolla e Corolla Cross. “Precisamos utilizar todo esse conhecimento e estrutura de distribuição, que foram acumulados ao longo de tantos anos”, diz Inoue. 

A declaração também dá a entender que a fabricante considera lançar uma versão híbrida da Hilux. Até o momento, não há nenhum modelo híbrido na categoria das picapes médias. 

Leia Também

Fim do Yaris

A eletrificação completa do catálogo da Toyota pode passar pelo encerramento da produção de alguns modelos. Conforme apurado pelo site Auto+, o Yaris sairá de linha em suas versões hatch e sedã, sem receber uma reestilização de meia-vida.

Veja Também:  Kia Motors pode deixar de produzir o compacto Rio

Isso porque a Toyota pretende focar em modelos mais lucrativos, como Corolla e Corolla Cross. Segundo as fontes consultadas pela Auto+, a fabricante japonesa não pretende ‘abrir a carteira’ para reestilizar o modelo considerado pouco lucrativo, enquanto os outros produtos estão performando bem. 

Sem o Yaris, o modelo mais barato do catálogo da Toyota voltará a ser o Corolla, que já custa R$ 128 mil em sua versão mais em conta.

Fontes:  AutoIndústriaAuto+

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Em crise, SsangYong pode ser vendida a startup de carros elétricos

Publicados

em


source
SsangYong está em 'stand-by' no Brasil, aguardando melhores condições cambiais para retomar importações
Divulgação

SsangYong está em ‘stand-by’ no Brasil, aguardando melhores condições cambiais para retomar importações

A SsangYong enfrenta graves problemas financeiros e pode ser vendida para uma startup e veículos elétricos para não falir. Segundo o site Nikkei Asia, a fabricante sul-coreana pode ser negociada com a Edison Motors em uma venda na faixa de US$ 260 milhões.

Fundada em 2015, a Edison Motors tem interesse na linha de produção da SsangYong, em Pyeongtaek (Coreia do Sul). O objetivo é produzir carros elétricos de passeio com foco na exportação para todo o continente.

A SsangYong foi fundada em 1954 como uma das maiores fabricantes de automóveis da Coreia do Sul. Durante sua trajetória, passou pelas mãos da Daewoo Motors, SAIC e o grupo indiano Mahindra. 

Veja Também:  Renault Duster 2.0 com tração dianteira e  Captur mais em conta saem de linha

SsangYong no Brasil

A SsangYong chegou ao Brasil em 2005, apostando em crossovers e picapes – mas teve uma passagem discreta. Em 2015, o Grupo Districar, representante oficial da fabricante coreana, anunciou falência e o fim das importações.

Leia Também

A marca coreana voltou em 2017, dessa vez pelas mãos da Venko Motors. A mesma empresa era encarregada das importações da Chery, antes do grupo chinês entrar oficialmente no Brasil sem um representante intermediário.

Neste momento, a marca se encontra em ‘stand-by’, aguardando melhores condições de câmbio para decidir se importará novos veículos ao Brasil. O site se encontra fora do ar e as redes sociais não são atualizadas desde junho de 2020.

Durante sua última passagem, a SsangYong vendeu os SUVs Tivoli, XLV e Korando, além da picape Actyon Sports. 

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana