conecte-se conosco


Carros e Motos

Kia Sportage 2023 tem estilo arrojado e conforto, mas será suficiente?

Publicados

em

Kia Sportage da linha 2023 muda de geração e passa a ficar com estilo mais arrojado por dentro e por fora
Divulgação

Kia Sportage da linha 2023 muda de geração e passa a ficar com estilo mais arrojado por dentro e por fora

A Kia lança a quinta geração do SUV Sportage no Brasil, modelo que completa 30 anos de história no país, chegando a ser o importando mais vendido. Mas o mundo virou do avesso a partir do início da pandemia, há quase dois anos e meio.

E a vida do utilitário esportivo ficou bem mais dífícil por uma série de fatores, até mesmo ligados aos itens do próprio modelo, como constatamos nas primeiras impressões ao dirigir.

Não estamos falando do visual arrojado , que para alguns pode parecer polêmico, mas nos agradou ao vivo e em cores. Além disso, o novo Kia Sportage conta com itens funcionais, como o sistema da tampa do porta-malas que se abre automaticamente bastando ficar em frente dela por alguns segundos, sem precisar passar um dos pés sob o para-choque ou algo parecido. Os faróis e lanternas de LED mudaram bastante, mas continuam eficientes.

Por dentro, o novo Sportage ficou bem mais moderno, com uma bela e curva tela que faz as vezes de cluster e central multimídia na versão topo de linha EX Prestige (R$ 259.990). O acabamento nos pareceu caprichado e a ergonomia adequada e com alguns componentes interessantes, como as entradas USB-C embutidas nas laterais dos bancos dianteiros para carregar o celular, o botão giratório no lugar da alavanca de câmbio e os práticos controles do ar-condicionado.

Veja Também:  Novas vans chegam ao mercado em versões compactas e até elétricas

Mas o espaço interno é praticamente igual ao da geração anterior. A distância entre-eixos de 2,68 metros quase não mudou, deixando a área para os ocupantes com poucas mudanças. Apenas o porta-malas cresceu um pouco, de 503 litros para cavernosos 536 litros. Ponto positivo também para a visibilidade, com boa área envidradada (o que inclui o vidro traseiro com limpador escondido atrás do defletor de ar) e bom ângulo de visão dos retrovisores com luz de alerta para ponto cego.

Os problemas do novo Kia Sportage começam pela falta de três itens que já estão se tornando comuns nos SUVs que passam dos R$ 200 mil. Um deles é o carregador de celular por indução (o que está sendo providenciado em breve), outro é o pareamento sem fio (idem) e o terceiro o multimídia com acesso à internet nativo.

Kia Sportage vem com tela curva de boa resolução que funciona como cluster e central multimídia na versão topo
Divulgação

Kia Sportage vem com tela curva de boa resolução que funciona como cluster e central multimídia na versão topo

Ao acelerar, o motor 1.6 turbo, com injeção direta, movido apenas a gasolina, é auxiliado por um elétrico, mas apenas para vencer a inércia, o que caracteriza, basicamente, um híbrido leve . É uma boa ajuda, mas não o suficiente para tornar o SUV um exemplo de economia de combustível. Segundo dados do Inmetro, o novo Kia Sportage 2023 é capaz de fazer 11,5 km/l na cidade e 12,1 na estrada, o que são números apenas razoáveis.

Some-se a isso o tanque um pouco menor que o Sportage da quarta geração (54 litros ante 62 litros) e você terá uma autonomia na estrada até menor que a do modelo que foi substituído (653 km ante 707 km), ainda tomando como base os dados do Inmetro.

Veja Também:  As celebridades e suas motocicletas

Na cidade, o novo Kia tem uma ligeira vantagem (621 km ante 546 km). Mas, esperava-se mais eficiência energética do novo Sportage, que tem três modos de condução: Sport, Normal e Eco, que leva a uma redução de 8% no consumo, conforme a fabricante.

O câmbio de dupla embreagem, de 7 marchas, funciona melhor que o de automático de 6 do Sportage anterior, com conversor de torque. Tem trocas mais rápidas e ajuda a economizar combustível, assim com o menor arrasto aerodinâmico (Cx de 0,31 ante 0,35), mas os ganho não dos mais significativos na prática.

Porém, na parte de segurança, houve um avanço maior, com utilização de 51% de aço de ultra resistência e com o emprego de várias assistências eletrônicas, inclusive alertas de colisão frontal e de mudança de faixa.

Com a carroceria nova, houve ganho de 24% na rigidez torcional , o que com a nova suspensão multibraço, conseguiu-se um bom nível de conforto ao rodar, como podemos notar no breve teste drive em Araxá (MG), mesmo com as rodas de aro 19 com pneus 235/50R 19 da versão EX Prestige .

No Brasil, o Sportage é disponibilizado em sete cores – Verde Aventura (metálico), Vermelho Infra (metálico), Branco Casa (sólido), Branco Luxo (perolizado), Preto Perola (perolizado), Prata Lunar (metálico) e Cinza Penta (metálico). Aos acabamentos de pintura metálico e perolizado são acrescidos R$ 2.800,00. E a garantia do Sportage é de 5 anos, incluindo a bateria 48V e o sistema MHEV.

Além disso, o novo Kia Sportage passa a ser trazido da Eslováquia e já está com todas as cerca de 400 unidades previstas até o final de agosto vendidas. A marca também sofre com a falta de componentes na indústria , principalmente alumínio líquido para o câmbio. Em setembro, a fabricante coreana espera ter mais algumas unidades para vender, mas ainda não sabe quantas serão.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Nico Rosberg recebe seu carro elétrico de quase 2000 cv

Publicados

em

Rosberg ao lado do seu Rimac Nevera, capaz  de acelerar de 0 a 100 km/h em 2 s e atingir 412 km/h
Reprodução/Instagram

Rosberg ao lado do seu Rimac Nevera, capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 2 s e atingir 412 km/h

Após sair da Fórmula 1 com o título da temporada 2016, Nico Rosberg se tornou defensor da mobilidade elétrica e investidor no setor, principalmente em competições.

Agora, o ex-campeão de F1 foi até a Croácia onde pôde receber o primeiro Rimac Nevera já produzido, e aproveitou para fazer um test-drive ao lado do fundador da fabricante, Mate Rimac.

O Nevera terá a produção limitada a 150 unidades, e com o preço na casa dos US$ 2.5 milhões (US$ 12,8 milhões), o de Rosberg conta com a assinatura do ex-piloto.

O novo hipercarro de Rosberg é equipado com um pacote de baterias de 120 kWh que entrega energia para quatro motores elétricos, posicionados em cada roda.

Veja Também:  Honda NC 750X: DCT ou manual?

Somados, os motores entregam 1913 cv de potência e 240,65 kgfm de torque entregues de forma instantânea. O hipercarro croata é capaz atingir os 100 km/h em cerca de 2 segundos e a velocidade máxima é de 412 km/h.

O primeiro contato de Rosberg com sua nova aquisição foi com Mate Rimac no banco do passageiro, e não exploraram apenas a aceleração do modelo, e foram até estradas sinuosas da Croácia testar as capacidades de direção do carro.

Embora seja um carro pesado, de 2.150 kg, o Nevera impressiona Rosberg com o alto nível de aderência que o modelo apresenta ao fazer curvas.

O ex-campeão ainda aproveitou para brincar com o fundador da empresa, ao acionar o querer fazer drift em uma curva, e o executivo respondeu de forma assustada: “Claro, contanto que eu não esteja no carro. Você tem que se acostumar primeiro”.

Rosberg filmou seu contato com seu novo carro e o vídeo está disponível em inglês no canal do ex-piloto alemão no Youtube.

Veja Também:  DeLorean volta ao mercado com o elétrico futurista Alpha 5

Durante o vídeo, Rimac explica um artifício interessante do sistema de freio do Nevera. Quando o modelo é conduzido no “Modo Pista”, os sistemas do carro monitoram a temperatura dos freios regenerativos e dos freios mecânicos.

Dependendo da temperatura das baterias, o nível de regeneração é ajustado para priorizar o freio mecânico, ou caso os discos e pastilhas de freio esquentem, o freio regenerativo será usado com maior frequência.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Harley-Davidson lança pintura Apex inspirada em versões de corrida

Publicados

em


Modelos da marca norte-americana podem vir com pintura preta com detalhes laranjas
Divulgação

Modelos da marca norte-americana podem vir com pintura preta com detalhes laranjas

A Harley-Davidson anunciou recentemente uma nova opção de cor para modelos Harley-Davidson Grand American Touring, inspirada na história de corrida da marca, em especial a lendária motocicleta de corrida Harley-Davidson XR750.

Chamada de ‘pintura personalizada Apex’, a opção mescla preto e laranja com um gráfico de tanque de combustível que imita a forma do tanque do XR750.

“A pintura personalizada de fábrica da Apex oferece aos pilotos a oportunidade de expressar a emoção da velocidade e da competição na carroceria de seu bagger”, disse Brad Richards, vice-presidente de design e diretor criativo.

Ainda segundo Richards o esquema de pintura comunica velocidade e impulso com linhas e cores inspiradas nas motocicletas de competição Harley-Davidson .

O trabalho para a nova edição especial será realizado nas unidades Harley-Davidson York Vehicle Assembly e Tomahawk Operations e dispoinibilizado globalmente em tiragem limitada, e algumas serão vendidas no mercado brasileiro.

Veja Também:  Novas vans chegam ao mercado em versões compactas e até elétricas

No Brasil, a série Harley-Davidson Apex será oferecida para os modelos Road King Special , Street Glide Special, Road Glide Special, Road Glide Limited e Ultra Limited, com preços que variam entre R$ 145 mil e R$ 170 mil.

A pintura Apex está disponível nos seguintes modelos:

Modelo especial Road King

Modelo Street Glide Special (versões cromadas e pretas)

Modelo Ultra Limited (versões de acabamento cromado e preto)

Modelo Road Glide Limited (versões cromadas e pretas)

Modelo Road Glide Special (versões cromadas e pretas)

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana