conecte-se conosco


Entretenimento

Kim Kardashian é alvo de críticas por usar vestido de Marilyn Monroe

Publicados

em

source
Kim Kardashian é alvo de críticas por usar vestido de Marilyn Monroe
Reprodução/montagem – 13/06/2022

Kim Kardashian é alvo de críticas por usar vestido de Marilyn Monroe

Kim Kardashian voltou a ser o centro das atenções na mídia internacional. Nesta segunda-feira (13), o perfil do Instagram ‘Marilyn Monroe Collection’ compartilhou fotos do vestido de Marilyn usado por Kim Kardashian no MET Gala 2022. Nas imagens, o perfil aponta avarias na peça original e questiona se “valeu a pena” a empresária vestir o item histórico. 

No Instagram, o perfil da maior coleção privada de Marilyn Monroe questionou Kim Kardashian e a instituição que lhe emprestou a peça.

“O tanto para manter a integridade e a preservação do vestido. Valeu a pena?”, escreveu na legenda das fotos comparativas.

O icônico vestido de cristais foi originalmente usado por Marilyn Monroe para cantar ‘Happy Birthday Mr. President” ao John F. Kennedy, o então presidente dos Estados Unidos, em 1962.

Adquirido por mais de 4,5 milhões de dólares pela companhia americana ‘Ripley’s Believe it or not’, a peça foi emprestada para que Kim Kardashian pudesse vesti-la no tapete vermelho do MET Gala. 

Após o tapete vermelho, a empresária utilizou uma réplica do modelo para poder curtir o evento. Nas redes sociais, os fãs criticaram a postura da socialite em modificar um patrimonio histórico.




Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Veja Também:  Carnaval 2022: Rafaella Santos fala da expectativa para desfile
Propaganda

Entretenimento

Justiça proíbe Zé Neto e Cristiano de usar marca ‘Esqueminha’

Publicados

em

Por

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de 'Esqueminha'
Reprodução/Instagram

Zé Neto e Cristiano foram processados por uso de ‘Esqueminha’

A dupla Zé Neto e Cristiano está impedida de usar a palavra Esqueminha, que dá nome a um evento criado pelos sertanejos e é patrocinado por uma famosa marca de cerveja.

Na última sexta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de Goiás deu parecer favorável a um processo movido pelo cantor baiano Gabriel Levy, da banda Isqueminha (das músicas “Vai tomar pitú” e “Terror da sentada”), que solicita indenização por danos morais pelo uso indevido da marca.

O documento assinado pelo juiz Gilmar Luiz Coelho, da 10ª Vara Cível de Goiânia, ressalta que o Instituto Nacional de Propriedade (INPI) não autorizou que as marcas “Esqueminha” e “Esqueminha com ZNC” fossem empregadas pelos sertanejos “em razão da similaridade com a marca de propriedade do autor, ‘Isqueminha’, ainda mais por serem utilizadas em contextos comuns de entretenimento”.

Veja Também:  Carnaval 2022: Rafaella Santos fala da expectativa para desfile

De acordo com os produtores responsáveis pela banda Isqueminha, representantes do evento criado por Zé Neto & Cristiano haviam tentado autorização pela utilização da marca “Esqueminha” em negociação direta com eles, mas não tiveram sucesso. O GLOBO entrou em contato com a empresa Work Show, responsável pelo gerenciamento artístico dos sertanejos, mas até o momento não obteve retorno.

No documento do processo, o juiz deferiu a liminar e determinou que a marca não seja mais usada em qualquer contexto comercial e/ou de divulgação, sob pena de aplicação de multa no valor de R$ 1 mil até o limite do valor dado à causa, R$ 50 mil.

Polêmica com Anitta

O sertanejo Zé Neto, da dupla com Cristiano, se tornou o centro de uma polêmica, em maio deste ano, após ofender a cantora Anitta e criticar a Lei Rouanet durante um show bancado com recursos públicos, na cidade de Sorriso, no Mato Grosso.

Em vídeo que circulou nas redes sociais, o sertanejo ironizou uma tatuagem íntima da funkeira e ressaltou que “não depende” da Lei Rouanet. “O nosso cachê quem paga é o povo”, afirmou. Na ocasião, porém, a dupla recebeu R$ 400 mil oriundos de recursos públicos para subir ao palco.

Veja Também:  Álbum "Pirata" do cantor Jão é lançado em CD

Após a polêmica, internautas reagiram à contradição pedindo, por meio das redes sociais, uma “CPI do Sertanejo”. Vieram à tona contratos milionários bancados por prefeituras de cidades pequenas para realizar shows de sertanejos como Gusttavo Lima, que chegou a cobrar R$ 1,2 milhão por uma apresentação neste ano.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Filme sobre Paulo Gustavo trará imagens inéditas do ator em família

Publicados

em

Por

Paulo Gustavo e Déa Lúcia em 'Filho da mãe'
Divulgação

Paulo Gustavo e Déa Lúcia em ‘Filho da mãe’

Um filme com imagens inéditas de Paulo Gustavo, falecido em maio de 2021, será lançado no streaming em breve. “Filho da mãe” destacará a relação do ator e comediante com a mãe Déa Lúcia, sua inspiração para o sucesso nos palcos e nos cinemas “Minha mãe é uma peça”. 

O documentário será lançado no Amazon Prime Video e também abordará a relação de Paulo com o marido Thales Bretas, pai de seus dois filhos. Além de imagens de arquivo, o filme apresentará depoimentos de familiares e amigos, como as atrizes Mônica Martelli e Ingrid Guimarães. 

“É uma honra imensa poder contar a história do inigualável Paulo Gustavo. Será uma linda homenagem com muita emoção, mas também com muito humor, como a vida e a obra do Paulo Gustavo”, comentou Malu Miranda, head de Conteúdo Original Brasileiro do Amazon Studios, em post nos Stories do Instagram. A publicação foi compartilhada por Ju Amaral, irmã do comediante e codiretora do documentário ao lado de Susana Garcia.

Veja Também:  4 filmes que completam 20 anos em 2022

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais

“Filho da mãe” ainda não tem data de lançamento.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana