conecte-se conosco


Carros e Motos

Mercedes-Benz Actros é mais equipado que carros de luxo

Publicados

em


source
Você não está vendo errado. O Actros 2021 traz câmeras no lugar dos retrovisores
Divulgação

Você não está vendo errado. O Actros 2021 traz câmeras no lugar dos retrovisores

Bancos com função de resfriamento, painel de instrumentos totalmente digital, assistente de frenagem de emergência, alerta de saída de faixa, carregador de celular por indução e retrovisores virtuais. Estes itens estão presentes em carros do segmento premium, como Audi e-tron GT e Volvo XC40 – mas que você também pode encontrá-los no Mercedes-Benz Actros 2548 .

Este é um dos caminhões mais sofisticados produzidos no Brasil, mais precisamente em São Bernardo do Campo (SP). Por conta da falta de microchips semicondutores na indústria, empresários que encomendarem o novo Actros neste mês receberão o modelo apenas em abril de 2022.

E foi justamente na fábrica de São Bernardo do Campo, a única da Mercedes-Benz do Brasil desde o fechamento do complexo de Iracemápolis (SP), que conhecemos o Actros 2548 Style Line , de R$ 855.847.

Um levantamento da Confederação Nacional de Transporte (CNT) aponta que a idade média da frota de caminhões do Brasil é de 15 anos. Isso revela uma grande quantidade de veículos entre 20 e 30 anos de uso em circulação no Brasil. Estes são os mais poluentes e que consomem mais combustível.

Leia Também

No caso do Actros , o motor é um seis cilindros em linha nos parâmetros do Proconve P7. Ele desenvolve 476 cv de potência a 1.800 rpm e 234 kgfm de torque a 1.100 rpm. A transmissão é automatizada do tipo PowerShift, com seis marchas. A velocidade máxima é limitada eletronicamente em 120 km/h.

Equipamentos de carros de luxo

A central multimídia traz a mesma interface dos automóveis da Mercedes-Benz, assim como o cluster digital. A única diferença é que as telas foram separadas no Actros, e não seguem uma continuidade como em veículos urbanos.

Veja Também:  Great Wall confirma lançamento de picape média no Brasil

Atrás dos bancos com ajustes a gás e refrigeração, foi instalado um conjunto de camas beliche. Rebatendo a cama inferior, há dois espaços bem generosos para guardar mochilas. Na parte de baixo, a Mercedes-Benz ainda colocou uma geladeira

O pacote de equipamentos traz função de farol alto inteligente (que reduz a iluminação com veículos vindo na direção oposta), assistente de fadiga, assistente de ponto-cego, assistente de faixa de rolagem, controle de proximidade, assistente de partida em rampa, freio de estacionamento eletrônico e sensor de chuva.

É difícil mensurar a distância diária que um caminhoneir o percorre. Isso depende da autonomia, do tipo de estrada e das condições do trânsito, mas é estimado algo em torno de 700 quilômetros. Neste mundo do vai-e-vem, o Actros se destaca pelo alto valor e por equipamentos de carros de luxo. Imagine daqui a 15 anos, como serão os caminhões?

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Citroën C4 Cactus tem desconto de R$ 8,6 mil e condições especiais

Publicados

em


source
Citroën C4 Cactus está disponível a pronta-entrega nas concessionárias
Divulgação

Citroën C4 Cactus está disponível a pronta-entrega nas concessionárias

A Citroën pretende alavancar as vendas do C4 Cactus no fim do ano. O SUV compacto está sendo oferecido com desconto generoso de R$ 8,6 mil na versão Live Auto. Sendo assim, o modelo que parte originalmente de R$ 103.590 passa a custar R$ 94.990.

As condições especiais para o Citroën C4 Cactus incluem o pagamento da primeira parcela apenas em janeiro de 2022 e o veículo a pronta-entrega. Essa é a estratégia da Stellantis para aumentar o volume do SUV compacto no mercado. Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), a Citroën emplacou 12.818 unidades do C4 Cactus desde o começo de 2021.

O pacote Live inclui central multimídia com conectividade Apple CarPlay e Android Auto, câmera de ré e ar-condicionado digital. Não há surpresas no pacote mecânico, onde integra o motor 1.6 de 118 cv de potência e 16,1 kgfm de torque da versão Live, com câmbio automático de seis marchas.

Vale lembrar que o C4 Cactus é o único automóvel da Citroën em linha no Brasil. Todos os outros (C3, Aircross e C4 Lounge) foram descontinuados em abril. Além do SUV, a marca também disponibiliza os utilitários Jumper e Jumpy, enquanto aguarda a chegada da nova geração do C3.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Jeep Compass Sport: como é a versão básica do SUV campeão de vendas

Publicados

em


source
Jeep Compass Sport tem rodas de 19
Carlos Guimarães/iG Carros

Jeep Compass Sport tem rodas de 19″, mas sem acabamento diamantado entre as diferenças para as versões mais equipadas

Tal como o Atlético Mineiro no Brasileirão, o Jeep Compass se isolou na liderança do segmento de SUVs médios. Entre janeiro e setembro de 2021, em plena falta de microchips semicondutores, o modelo emplacou 52 mil unidades, superando o segundo colocado, o Toyota Corolla Cross, por uma margem de 29 mil emplacamentos.

O que explica o sucesso? Bom, podemos resumir em três tópicos: A visão além do alcance do mercado, a criação de um objeto de desejo para a ‘nova classe média’ e a mudança de visual e mecânica na hora certa.

Os três pilares

Enquanto todas as outras fabricantes ainda focavam no desenvolvimento de SUVs compactos, como Nissan Kicks , Peugeot 2008 e Honda HR-V , a Jeep observou a possibilidade de lançar um modelo mais caro que o Renegade. Ele ainda deveria ser um modelo de volume, para ocupar as primeiras colocações da categoria.

Dito e feito! Logo que foi lançado, o Jeep Compass se destacou no mercado. Se você mora em um dos grandes centros urbanos, será praticamente impossível virar uma ou duas esquinas sem dar de frente com o SUV médio da Jeep. Ele imediatamente se tornou objeto de desejo para o público que considerava os SUVs compactos ‘pequenos demais’.

Veja Também:  GM América do Sul nomeia Santiago Chamorro como novo presidente

Em seguida, a Jeep acertou no ‘timing’ na hora de revitalizar o Compass . Sabendo que a Volkswagen teria o Taos e que a Toyota apostaria pesado no sobrenome forte do Corolla Cross , a Stellantis deixou para reestilizá-lo no mesmo período. A grande sacada é que o Compass recebeu interior totalmente remodelado e uma nova opção de mecânica para os exigentes compradores de SUVs médios. 

Um novo Compass

Por fora, a mudança mais expressiva do Compass Sport é dos faróis dianteiros, que estão mais estreitos para dar um ‘rosto’ mais agressivo ao Compass. O parachoque também foi remodelado, ganhando apliques cromados que valorizam sua robustez. 

No habitáculo, as mudanças no Compass são mais evidentes do que por fora e incluem nova central multimídia com tela de até 10,1 polegadas, cluster parcialmente digital e configurável, novos porta-objetos (juntos chegam a 30 litros de capacidade),, novo volante multifuncional, entre outros itens, como os novos tipos de entradas USB (A e C).

O Compass tem 4,42 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,64 m de altura e 2,64 m de entre-eixos. Há espaço suficiente para quatro adultos e uma criança viajarem com conforto, ainda que o centro do banco traseiro seja uma posição ingrata. O porta-malas tem 410 litros, capacidade inferior na comparação com o Corolla Cross , que tem 440 litros.

Novo motor turbo

O motor 1.3 turboflex da Stellantis desenvolve 185 cv e 27,5 kgfm de torque a 1.750 rpm, com câmbio automático de seis marchas (conversor de torque). Na cidade, pisando de leve no acelerador, o câmbio do Jeep Compass é recatado e suave. As trocas de marcha ocorrem no tempo certo, sempre privilegiando rotações mais baixas para melhorar o consumo de combustível.

Não à toa, segundo o Inmetro, o Compass pode marcar até 10,5 km/l na cidade e 12,1 km/l na estrada quando abastecido com gasolina. No etanol, os números poderiam ser melhores: 7,3 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada.

Veja Também:  Peugeot confirma retorno aos Estados Unidos

Na estrada, a história é um pouco diferente. A caixa de seis marchas parece indecisa sobre quando aumentar ou reduzir a marcha. Para mitigar este comportamento, basta dirigir com mais suavidade. Ou adotar o modo sequencial, com trocas com toques para frente ou para trás na alavanca.

Pacote de equipamentos

Interior do Jeep Compass Sport traz cluster parcialmente digital e central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay
Divulgação

Interior do Jeep Compass Sport traz cluster parcialmente digital e central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay

A versão de entrada do Compass  vem bem equipada. O pacote Sport traz seis airbags (frontais, laterais e cortina), faróis com DRL, câmera traseira para manobras, assistente de partida em rampa e monitoramento de pressão dos pneus.

Ar-condicionado digital de duas zonas é item de série, assim como a chave presencial com sistema start-stop. A central multimídia tem boa resolução e a conectividade sem fio com o Apple CarPlay funciona sem grandes problemas.

Segue o líder

O Jeep Compass Sport parte de R$ 157.047 com o novo motor 1.3 turbo. Ainda que as mudanças do visual sejam discretas, acentuaram seu visual agressivo e a robustez. Já a nova mecânica caiu como uma luva no SUV – como se ele tivesse sido lançado assim em 2017, sem precisar de grandes adaptações.

Leia Também

Leia Também

Por este valor, você também vai querer dar uma olhada no Toyota Corolla Cross na versão XR (R$ 155.590) e no Volkswagen Taos , em sua versão Comfortline (R$ 162.090). Se você quer saber como o Jeep Compass se comporta contra o Ford Bronco Sport, confira o nosso comparativo .

Jeep Compass Sport T270 turboflex

Ficha Técnica

Preço: a partir de R$ 157.047

Motor: 1.3.0, quatro cilindros, turboflex

Potência: 185 cv (E) e 180 cv (G) a 5.750 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.750 rpm

Transmissão: Automático, 6 marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) e (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 235/45 R19

Dimensões:  4,42 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,64 m de altura e 2,64 m (entre-eixos

Tanque: 60 litros

Consumo: 10,2 km/l (cidade) /11,7 km/l (estrada) com gasolina e 7,2 km/l e 8,3 km/l com etanol, respectivamente

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana