conecte-se conosco


Entretenimento

Monica Iozzi relata sufoco em blitz com CNH vencida

Publicados

em


source
Monica Iozzi
Instagram

Monica Iozzi

Após revelar que pretende ser mãe, Monica Iozzi, de 39 anos , relembrou recentemente um perrengue que passou na véspera de Natal envolvendo CNH vencida, trajes nada convencionais e até fuga de vacas. “Era 2011, eu estava cansada, pois na época trabalhava no ‘CQC’ e decidi que iria para casa da minha família, em Ribeirão Preto, apenas no dia 24 mesmo. Umas 17h00 eu saí de casa e quando cheguei em uma cidade chamada Nova Odessa, eu vi que estava rolando uma blitz. Assim que eu olhei para o guarda, ele já me reconheceu e pediu para parar”, iniciou ela.

“Nessa, ele disse que era meu fã, que admirava meu trabalho e tal. Em seguida ele falou: ‘Me dá seu documento’. Aí percebi que eu tinha esquecido a CNH. Então ele disse que não tinha problema, pois ele iria puxar pelo número do meu CPF. Porém, quando voltou, ele disse: ‘Monica… sua carteira está vencida há mais de um ano’. Nessa eu já disse: ‘Poxa… eu realmente não sabia’. Ele, tentando me ajudar, pediu o documento do carro. E cadê que eu achava? Ele foi novamente e checou pela placa do carro. Quando voltou, disse: ‘Você não pagou o licenciamento do carro'”, continuou a atriz, entre risos, em participação no “Que História é Essa Porchat”. 

Veja Também:  Jorge Kajuru é condenado a pagar indenização de R$ 100 mil a Luciana Gimenez

Em seguida, Monica contou que o guarda teve de apreender seu veículo. “Isso me deixou muito triste porque eu tinha três horas para chegar na ceia. Liguei para o meu namorado da época, ele se comprometeu em me buscar. Só que até ele chegar em Nova Odessa, eu fiquei horas ali no pedágio. Só que, além da espera, eu estava com uma vestimenta que não era muito apropriada. Eu estava com uma camiseta velha, com uma cueca samba canção do meu namorado e eu estava de chinelo, eu estava muito errado. Se eu estivesse bêbada minha carreira tinha acabado ali”, acrescentou ela.

“Nessa espera eu comecei a ficar aflita, tinha um barranco ali perto, então subi nele, sentei e comecei a olhar um pasto que tinha atrás. Nisso, eu enxerguei várias pedras brancas gigantes e comecei a ouvir barulhos, de repente essas pedras começaram a vir na minha direção e eu notei que eram vacas. Fiquei apavorada porque não tinha cerca, nem nada e corri. Nisso, o chinelo estourou e eu rolei o barranco. Com pena de mim, o rapaz da conveniência me chamou para uma ceia de funcionários que eles estavam organizando… e eu passei o Natal com eles”, encerrou ela. 


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Sikêra Jr processa âncora da Band após crítica a discurso homofóbico

Publicados

em


source
Sikêra Jr e Jacson Damasceno
RedeTV e Band

Sikêra Jr e Jacson Damasceno

Sikêra Jr, de 55 anos, abriu um processo contra Jacson Damasceno, apresentador do “Brasil Urgente Rio Grande do Norte”. Nos autos, o contratado da RedeTV! pede indenização de R$ 44 mil por danos morais, além de uma retratação pública transmitida na televisão. O embate na Justiça entre os comunicadores começou após Damasceno defender a comunidade LGTQIAP+ e criticar o discurso homofóbico de Sikêra, no qual o jornalista chamou homossexuais de “raça desgraçada” .

“Além de dinheiro, o que o senhor construiu nesse tempo todo, desde que você explodiu pra cá com as suas palhaçadas que você faz? O que você trouxe de construtivo para o Brasil? De útil para o Brasil? Quem é você comparado a Paulo Gustavo?” Quem é você comparado a Joãozinho Trinta? Quem é você comparado a Clodovil? Quem é você comparado a Cássia Eller? Comparado a Renato Russo? Comparado a Cazuza? E tantos outros gays e lésbicas que orgulham e honram esse país. A sexualidade da pessoa não diferencia em nada, não a diminui em nada. Quem é você pra dizer que uma pessoa é um desgraçado filho do cão? Quem é você, Sikêra Júnior? Se enxergue rapaz, você é um coroão velho, se enxergue, se coloque no seu lugar, respeite seus cabelos brancos, pregue, alguma coisa que preste nesse país”, disse Jacson, durante uma edição de “Brasil Urgente RN”, em crítica a Sikêra.

Veja Também:  Após polêmicas, Globo investe em elenco verossímil em “Órfãos da Terra”

Em documentos da ação, que foram obtidos com exclusividade pelo Natelinha , a defesa de Sikêra Jr justifica o dano moral em “decorrência das informações inverídicas e desrespeitosas” divulgadas por Jacson, além disso, acusa o mesmo de “ridicularizar e agredir moralmente [Sikêra] com tais afirmações”. “Sikêra recebeu acusações injustas e inverídicas através das afirmações divulgadas no Brasil Urgente. Logo, o autor encontra-se injustamente com a imagem abalada, pois o réu busca mostrar o autor como sendo um mau apresentador de televisão, alguém sem caráter”, disse um trecho da petição.

No processo, além da indenização avaliada em R$ 44 mil, Sikêra pede uma retratação de Jacson no “Brasil Urgente” e a publicação da mesma nas redes sociais da emissora. A da Band, que é gerida pela Família Saad, ainda não se pronunciou sobre o assunto. Por conta da abertura do processo, Damasceno foi intimado e deverá comparecer à audiência de conciliação em 20 de outubro, às 09h45.

Veja Também:  Gabi Martins estará em 'A Fazenda 13'
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Som Livre é condenada a indenizar radialista por uso indevido de voz

Publicados

em


source
Cristina Oliveira, radialista
Arquivo pessoal

Cristina Oliveira, radialista

Cristina Oliveira, dona da tradicional voz usada pelas operadoras de telefonia para anunciar que o ‘aparelho para o qual você ligou está desligado ou fora da área de cobertura’, entrou com uma ação judicial contra a Som Livre, após ter sua voz utilizada, sem autorização, no DVD do seriado ‘A Diarista’, que tem Cláudia Rodrigues como protagonista, e que também foi exibido na TV Globo. No episódio ‘Aquele da Calma’, Cláudia aparece em cena fazendo uma ligação e recebe o aviso com a voz de Cristina sobre a chamada cair na caixa de mensagem.

Segundo o advogado das estrelas Sylvio Guerra, responsável pela defesa de Cristina, em sentença divulgada nesta terça-feira (22), a gravadora foi condenada a indenizar a radialista no valor de R$ 15 mil pelo uso indevido da voz. Além disso, a Justiça ainda estipulou um perito para avaliar o dano patrimonial com base no valor médio de mercado para o serviço, ou seja, Cristina ainda receberá uma porcentagem em cima das tiragens do DVD. A Som Livre ainda foi condenada a pagar as custas do processo, no caso os R$ 7 mil referentes ao perito que analisou a voz da profissional e os honorários advocatícios.

Veja Também:  "The Movie", do BLACKPINK, conquista a maior bilheteria de 2021
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana