conecte-se conosco


Policial

Mulher é presa em flagrante por receptação de TV furtada de residência na Capital

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Uma televisão de 60 polegadas furtada de uma residência na Capital foi recuperada por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos e uma mulher presa em flagrante por receptação dolosa, nesta quinta-feira (14), em Cuiabá.

O aparelho foi furtado de uma residência no dia 19 de setembro, no bairro Três Poderes, de onde foram levados também outros aparelhos domésticos.

Os policiais conseguiram identificar a mulher que estava com o equipamento, em um condomínio no bairro Jardim Ubirajara. Aos investigadores, a suspeita, de 28 anos, alegou que viu o anúncio da televisão em uma página de vendas em rede social e comprou o aparelho por R$ 2 mil reais, sendo que o preço, em média, de uma TV smart é o dobro do que ela alegou ter pago.

Ela não apresentou nenhuma nota fiscal da transação e disse que pagou pelo aparelho em notas de R$ 100 e 50,00, o que também não foi comprovado.

A mulher foi conduzida à DERF de Cuiabá, onde foi ouvida pelo delegado Guilherme Bertoli. Em depoimento ela disse que não sabia informar o nome completo da pessoa que lhe vendeu a televisão e não tinha mais o contato. Ainda alegou que o endereço eletrônico que constava na televisão era o seu, embora isso não se confirmou na apuração.

Veja Também:  PM fecha boca de fumo no bairro Jardim Panorama em Várzea Grande

Diante das evidências do crime, o delegado a autuou em flagrante por receptação dolosa e foi arbitrada fiança no valor de dois salários-mínimos, que foi quitada pela suspeita. Ela já responde por estelionato.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Morte de mulher em Pontes e Lacerda é esclarecida e dois suspeitos são presos por feminicídio

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil em Pontes e Lacerda (448 km a oeste) esclareceu um feminicídio ocorrido na semana passada no município e prendeu dois suspeitos pelo crime nesta segunda-feira (18.10).

Os mandados de prisão temporária foram deferidos pela Comarca local, após representação da delegada Bruna Caroline Laet, da Delegacia de Pontes e Lacerda.

Um dos investigados presos, de 34 anos, admitiu participação no crime desferindo os golpes na vítima. O outro negou envolvimento no homicídio e que apenas tentou separar a vítima durante um desentendimento.

Milene Natasha Soares de Freitas, 21 anos, foi morta com golpes de faca na madrugada do dia 14 de outubro. Ela foi encontrada caída em uma rua do bairro Vila Iguaçu, pedido por socorro. Ela apresentava perfurações no pescoço e braço, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu a caminho do hospital.

Apuração

A partir da investigação instaurada pela Delegacia Municipal, os investigadores coletaram diversas informações que chegaram à dinâmica de como ocorreu o crime e a motivação.

Veja Também:  Operação integrada fiscaliza mais de 70 veículos em uma hora em Várzea Grande

Os dois investigados pelo crime moram em um mesmo terreno, em casas distintas, cujos locais eram frequentados por Milene. Ela mantinha um relacionamento com um deles e participava de confraternizações e fazia uso de entorpecentes em companhia de ambos. 

Na noite anterior ao crime, ocorreu um churrasco no quintal onde os suspeitos tinham residência, que se estendeu pela madrugada, para comemorar o aniversário de uma pessoa conhecida. Por volta das 4h30 da manhã Milene foi vista correndo em direção à rua e na sequência, um dos suspeitos, com o rosto ensaguentado, entrou na casa, pegou uma faca e também saiu em direção à via pública. Em seguida, a vítima foi vista já caída na rua.

Indícios

Elementos informativos coletados durante a apuração apontam os dois investigados como as únicas pessoas vistas na cena do crime. Um deles foi visto por testemunhas correndo com uma faca, poucos minutos antes da saída da vítima da casa onde ocorria o churrasco. Já o outro foi visto ao pegar uma faca em sua casa e sair atrás de Milene.

Veja Também:  PM localiza pistola .380 próximo a escola em São José do Rio Claro-MT

No trajeto entre a casa onde Milene estava até o ponto onde ela caiu foram encontrados vestígios de sangue, assim como também nas duas casas do terreno, apontando que a vítima foi atingida por golpes de faca ainda dentro do imóvel e depois na rua.

Durante oitivas realizadas, a Polícia Civil obteve informações que a vítima mantinha um relacionamento com um dos suspeitos. Contudo, foram apontados indícios de que ela também teve um caso com o outro suspeito, mas não era do conhecimento de pessoas do convívio de ambos.

Os dois responderão por homicídio doloso, com qualificadora em feminicídio.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

PM prende suspeita por roubo a residência no bairro Chapéu do Sol

Publicados

em


Nesta terça-feira (19.10), policiais militares da 4º Batalhão prenderam uma mulher de 18 anos por roubo, tráfico de drogas, sequestro e posse ilegal de arma de fogo, em Várzea Grande. A suspeita foi presa por participação à um roubo a residência.

Por volta das 06h30, policiais foram acionados, via 190, para atender uma ocorrência de roubo a residência, na Rua 10, no bairro Chapéu do Sol. No local, a equipe da Polícia Militar foi informada pelas vítimas, que as mesmas saiam do imóvel quando foram abordadas por dois homens encapuzados em uma motocicleta.  

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas – um homem, uma mulher e uma criança de seis anos de idade -, foram rendidas pelos suspeitos armados, que  os mantiveram em  cárcere privado por mais uma hora dentro da residência. 

Os criminosos roubaram o carro Prisma da família, aparelhos eletrônicos, celulares, entre outros itens de valor. Os policiais rastrearam um dos celulares levado pelos suspeitos e chegaram até uma casa no bairro da Figueirinha. A mulher tentou fugir, mas foi presa no quintal do imóvel.  

Veja Também:  PM lamenta morte de cabo da RR Waltinho Rodrigues de Souza

A motocicleta utilizada no roubo foi encontrada na residência da suspeita, assim como, objetos roubados, envelopes contendo a droga Skank (Super maconha) e uma balança de precisão. A suspeita disse que o marido é o autor do roubo a residência. Por telefone, o marido da suspeita contou onde estava o carro da família e a arma de fogo.

O carro foi localizado em um matagal no bairro Jardim Petrópolis. A PM segue em diligências em busca do suspeito. A mulher, que possui antecedentes criminais, foi presa e conduzida para a Central de Flagrantes.   

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana