conecte-se conosco


Geral

Natasha diz que a política precisa ser uma ferramenta para servir a população e não os políticos

Publicados

em

Foto: Mellissa Rocha 

Disputando pela primeira vez um cargo eletivo, a médica e pré-candidata ao Senado, Natasha Slhessarenko (PSB) afirmou que o que a motiva a ingressar na disputa é o desejo de mudar o cenário político hoje existente no país. Para a médica, houve uma inversão de valores por parte da classe política, que esqueceu a verdadeira razão pela qual foi eleita.  

“Nosso Brasil está como um doente na UTI, machucado, ferido, sangrando. Os políticos são pessoas eleitas para representar o povo, mas fazem sangrar ainda mais esse país. Isso me deixa profundamente doída e comovida. Por isso decidi entrar para tentar construir a minha pré-candidatura ao Senado”.

A médica tem como principais bandeiras as causas sociais. Também defende que a polarização no país precisa arrefecer, uma vez que a maior prejudicada neste cabo de guerra é a população. “Na política é preciso inverter um pouco a ordem hoje estabelecida. Só 0,5% da população confia nos políticos. Eles estão lá para se servir da política e tem que ser o inverso. A política é uma ferramenta para servir a população e as pessoas vão lá para se servir. Isso é errado, uma inversão”, disse.

Veja Também:  Médico, deputado Dr. Leonardo comemora aprovação do piso nacional da enfermagem 

Natasha lembrou que nenhum outro brasileiro tem a possibilidade, por exemplo, de se aposentar depois de 8 anos de serviços prestados. No entanto, no Senado há essa facilidade, assim como na Câmara Federal. A médica pondera que apesar de ser legal, a prática é imoral.

“Vejo o político como um funcionário público que recebeu aval, ganhou a confiança do eleitor para estar lá representando o povo. Mais que qualquer outro funcionário público, ele deve honrar cada voto dado defendendo as causas pelas quais foi eleito. Muitos vão para lá se servir da política. Eu tenho minha profissão, sou feliz, realizada.  Infelizmente, muitos fazem da política uma carreira. A política não é carreira, negócio ou projeto. É uma ferramenta de transformação social e o político precisa estar lá para representar quem o elegeu”.

A médica disse saber que a disputa será acirrada, em função dos nomes colocados e também pelo fato das eleições deste ano disponibilizarem apenas uma vaga para ser preenchida no Senado. No entanto, sente que este é o momento para se colocar à disposição da população que almeja mudanças.

Veja Também:  Polícia Civil deflagra operação contra empresas suspeitas de cometerem fraudes em licitações que lesaram o Estado

“Com essa vontade que quero me apresentar para ser o diferente, o novo. Estou saindo da arquibancada e indo para o campo. Coloco-me à disposição. Quero contribuir para que o país seja mais justo socialmente, mais responsável ambientalmente e mais forte economicamente. Gosto de cuidar de gente e quero levar essas pautas sociais para dentro do Senado e representar cada cidadão e cidadã mato-grossense”.

Comentários Facebook
Propaganda

Barra do Bugres

Grupo Barralcool desenvolve programa primeira oportunidade

Publicados

em

Percebendo a dificuldade de muitos candidatos para ingressar no mercado de trabalho, pois as vagas de emprego exigem experiência e conhecimento, o Grupo Barralcool desenvolveu o programa: Primeira Oportunidade, onde oferece 06 meses de treinamento e capacitação para determinada atividade.

O programa foi desenvolvido pela área de DHO (Desenvolvimento Humano Organizacional), para levar oportunidade para candidatos acima de 18 anos, cursando o ensino médio ou já completo, que por falta de experiência ainda não conseguiu o seu lugar no mercado de trabalho. O objetivo é oferecer 06 meses de treinamento em determinada área/setor.

Foram disponibilizadas 06 vagas para Treinando em Operador de Envase e Empacotamento, onde os candidatos passariam por 04 fases até a contratação, tendo salário e benefícios condizentes com a vaga. Tivemos 217 candidatos inscritos, sendo 161 aptos para a prova de conhecimentos gerais, onde somente 28 passaram para a etapa de entrevista individual e posteriormente 11 candidatos chegaram até a fase de entrevista técnica, “tivemos uma procura muito superior ao esperado e pudemos constatar que esse programa será muito importante principalmente para os moradores da nossa região, que estão em busca de uma oportunidade para entrar no mercado de trabalho”, apontou Larissa Petroni, coordenadora de DHO.

Veja Também:  “Devo ter fé ou encarar o prognóstico clínico?”, questiona enfermeira de UTI covid-19

Essa primeira turma iniciará no dia 11 de Julho e a empresa tem a pretensão de proporcionar para a comunidade, diversas outras oportunidades.

Fonte: assessoria. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Barra do Bugres e Região

UISA oferece Programa de Treinee     

Publicados

em

                        

 Programa de Trainee uisa 2022

A uisa, maior usina sucroalcooleira da Região Centro-Oeste do Brasil, está com inscrições abertas para a nova edição de seu Programa de Trainee, que busca por profissionais com formação em diversas áreas. As vagas são para atuar em Nova Olímpia (MT).

O Programa de Trainee da uisa tem o objetivo de atrair e desenvolver novos talentos para a empresa. Há vagas disponíveis para 10 diferentes áreas, são elas: Manutenção Automotiva; Comercial; Centro Biotecnológico da Cana; Agrícola; Tecnologia e Inovação; Suprimentos; Parceria Agrícola; Logística; Processo Produção Industrial; Manutenção Industrial, Engenharia e Processos.  

Com fundação em 1980, a uisa atua na geração de bioenergia, produção de etanol hidratado e anidro, açúcares cristal, demerara, refinado, triturado e rubia, produtos saneantes e para higiene pessoal. A empresa está presente nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil.

SAIBA MAIS E INSCREVA-SE: Programa de Trainee uisa

Comentários Facebook
Veja Também:  Dicas para os comerciantes ele elevarem seus negócios ainda neste ano
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana