conecte-se conosco


Mato Grosso

“Nobres nunca havia recebido um recurso do Estado nesse montante”, destaca prefeito

Publicados

em


O prefeito de Nobres, Leocir Hanel, afirmou que o convênio firmado com o Governo de Mato Grosso para obras de drenagem e asfalto, no valor de R$ 5 milhões, é a realização de um sonho, pois o município “nunca havia recebido um recurso liberado pelo Governo do Estado nesse montante”.

O convênio foi assinado na manhã desta quinta-feira (09.09) pelo governador Mauro Mendes e pelo secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira. Também esteve presente o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e vereadores de Nobres.

Serão repassados R$ 5 milhões para que a Prefeitura possa realizar a drenagem e construir asfalto novo em 20 ruas, contemplando os conjuntos habitacionais “Daury Riva” e “André Maggi” e os bairros Vista Alegre, Pôr do Sol e Água Limpa, região conhecida como grande Petrópoles. O município fará contrapartida de R$ 300 mil.

“Esse convênio para Nobres é uma redenção, um sonho de um bairro inteiro, de um bairro carente, que vem sofrendo há 12, 13 anos, com alagamento de casas populares. Essa assinatura do convênio vai resolver um problema crônico de Nobres, que vai ganhar uma grande obra. É uma das maiores liberações de recurso para o município de Nobres, que nunca havia recebido um recurso liberado pelo Governo do Estado nesse montante”, relatou.

Veja Também:  Em Mato Grosso, 10 municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19

De acordo com o prefeito, os moradores da região há décadas sofrem com alagamentos e falta de estrutura adequada para se deslocarem.

“O convênio vai abranger cerca de 490 moradias. Contempla uma área muito grande. Agradecemos ao Governo por essa parceria tão importante, porque nessa região alagam casas, móveis, cama, e isso gera muito sofrimento”, pontuou.

O governador destacou que as parcerias com os municípios estão sendo realizadas em todas as regiões do estado, a exemplo de pavimentação asfáltica, recuperação de vias, construção de pontes e outras ações.

“É importante que o Governo possa auxiliar os municípios na melhoria da qualidade de vida dentro das cidades, das pessoas que moram nos 141 municípios do Estado de Mato Grosso. Estamos com alguns projetos em andamento e esperamos alcançar todos os municípios com ações específicas do Governo de Mato Grosso junto com as prefeituras”, completou.

A drenagem e pavimentação terá extensão total de 2.248,60 m² e vai abranger as seguintes vias:

Av. Arcizio Zeno
Av. João Vicente da Silva
Rua Prof. Helena da Silva Nonato
Rua Luzia de França Toledo
Rua Leonel de Almeida
Rua Isaias Leão de Moraes
Rua Domingos Claro de Moraes Neto
Rua Sebastiana Catarina de Almeida
Rua Paulino da Silva Nonato
Rua Mario Venancio de Almeida             
Rua Prof. Madalena da Silva Nonato
Rua Nicolino da Silva Nonato
Rua 1
Rua 2
Rua 3 
Rua 4
Rua 5
Rua Projetada C
Rua Projetada B
Rua Projetada A 

Veja Também:  Procuradoria Geral consulta TCE sobre definição de cargos técnicos e científicos
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

Mato Grosso

Governo de MT já pactuou cerca de 90% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (21.09), 4.374.456 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já pactuou a distribuição de 3.926.033 doses aos 141 municípios do Estado, ou seja, cerca de 90% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses ou doses únicas (3.896.285), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (29.748) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante destacar que o ranking de aplicação não considera as doses destinadas aos povos indígenas para evitar qualquer disparidade nos dados. Alguns municípios contabilizavam doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassavam o limite de 100% da aplicação.

Das 3.926.033 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 3.246.118 (81,69%), sendo 2.122.061 como primeira dose ou dose única e 1.010.547 como segunda dose. O percentual da semana passada era de 78,02%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Diamantino (94,63%), Planalto da Serra (94,47%), Primavera do Leste (94,00%), Torixoréu (93,85%), Santa Rita do Trivelato (93,49%), Jaciara (92,89%), Alto Taquari (92,24%), Cocalinho (92,07%), Glória D’Oeste (91,73%) e Campinápolis (91,46%).

Veja Também:  Número de contribuintes inscritos em protesto e Serasa aumenta 65% no primeiro trimestre de 2019

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo nº 562 ou no Painel de Distribuição de vacinas Covid-19.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Sobre a distribuição

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população.

Veja Também:  Saúde Estadual discute ações de controle de infecção e integração da Vigilância Sanitária com a Atenção Básica
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Em Mato Grosso, 11 municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19

Publicados

em


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta terça-feira (21.09), o Boletim Informativo nº 562 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 11, que 11 municípios registram classificação de risco moderado para o coronavírus. São eles: Colniza, Indiavaí, Itaúba, Jangada, Nova Santa Helena, Novo Horizonte do Norte, Novo São Joaquim, Reserva do Cabaçal, Rondolândia, Santa Rita do Trivelato e São José do Povo.

Outras 130 cidades estão classificadas na categoria de risco baixo para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco alto ou muito alto para a Covid-19.

Novo método para classificação

O método para definir a classificação de risco dos municípios foi aprimorado. A mudança foi publicada no Diário Oficial do dia 25 de março de 2021. Desde então, não é levado em consideração apenas o número absoluto dos casos dos últimos quatorzes dias, mas sim a média móvel dos últimos quatorzes dias.

Assim, o município não sofrerá uma mudança brusca de um boletim para o outro; a cidade ficará na mesma categoria por pelo menos duas semanas, conforme sua média móvel de casos.

Veja Também:  Número de contribuintes inscritos em protesto e Serasa aumenta 65% no primeiro trimestre de 2019

Também foi aperfeiçoado o cálculo dos casos acumulados. Antes eram considerados os casos acumulados a partir do dia 1º de dezembro de 2020. Com a nova metodologia, a análise será realizada sempre com base nos casos acumulados dos últimos 90 dias.

Confira as medidas de acordo com a classificação de risco

• Nível de Risco MODERADO

a) implementação e/ou manutenção de todas as medidas previstas para o Nível de Risco BAIXO;

b) quarentena domiciliar para pessoas acima de 60 anos e grupos de risco definidos pelas autoridades sanitárias.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana