conecte-se conosco


Estadual

Nota de pesar

Publicados

em

É com pesar que recebo a notícia do falecimento do médico e ex-deputado federal, *_José Augusto da Silva Curvo_*, mais conhecido como *Tampinha*, aos 72 anos, na tarde desta sexta-feira, por complicações da covid-19, em São Paulo, onde estava internado.

Tampinha, foi deputado federal por Mato Grosso por duas vezes, sendo a primeira entre 1991 e 1995 e a outra entre 2015 e 2019. Como médico, atuou como secretário de Saúde do Estado no governo de Wilmar Peres de Faria, entre 1986 e 1987. Ainda foi diretor dos hospitais Geral de Cuiabá e Jardim Cuiabá. Também já foi vereador de Cuiabá entre 1989 e 1991 e, como suplente, assumiu de janeiro a dezembro de 2016, tendo se afastado do corpo entre maio e agosto.

Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que lhe ilumine e lhe dê paz, e que dê conforto à sua família e amigos para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade.

                                                          DILMAR DAL BOSCO

                                                           Deputado Estadual

Veja Também:  Serviço de emissão de RG foi retomado gradativamente no dia de ontem

Comentários Facebook
Propaganda

Estadual

Pesquisa mostra tendência de alta para o consumo em 2022 na capital

Publicados

em

A pesquisa que monitora a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) em Cuiabá, do mês de fevereiro, apresentou alta de 0,7% sobre o mês anterior e atingiu 73,5 pontos. O resultado no mês também foi superior no comparativo com fevereiro de 2021, de 0,9%, quando somou 72,8 pontos, segundo o levantamento realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e analisado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio no estado (IPF-MT).

 

O presidente da federação, José Wenceslau de Souza Júnior, disse ser um momento positivo para os consumidores com relação à renda. “É possível observar, na pesquisa, uma evolução do poder de compra no curto prazo. O crescimento do índice de Consumo Atual dá sinais de um ambiente para compra mais estabilizado”.

 

A melhora no indicador foi puxada pelas famílias da capital que recebem acima de 10 salários-mínimos, com alta de 4,8% no mês, atingindo 102,1 pontos, enquanto as famílias que recebem abaixo disso permaneceram praticamente estáveis, com elevação de apenas 0,1% no período, registrando 70,4 pontos.

Veja Também:  Segunda-feira (15): Mato Grosso registra 6.390 casos e 223 óbitos por Covid-19

 

Para o diretor de Pesquisas do IPF-MT, Maurício Munhoz, o ambiente econômico do estado vive um cenário positivo. “Apesar de os indicadores macroeconômicos serem preocupantes, com a inflação e os juros altos, a reação do consumidor cuiabano é animadora, pois continua em crescimento. Mato Grosso, puxado pelo agronegócio, está em um ambiente econômico otimista, e os números traduzem isso”, explicou Munhoz.

 

Os componentes que contribuíram para elevação mensal da pesquisa são referentes ao nível de consumo atual, que apresentou crescimento de 2,6%; à renda atual, com alta de 2,3 %; e à aquisição de bens duráveis, de 2,2%.

 

No entanto, o componente que avalia a situação do emprego atual apresentou retração mensal de 0,6% e atingiu 114,7 pontos, contra 115,4 pontos do mês anterior. Ainda assim, o resultado atual está 2,7% superior ao registrado em fevereiro de 2021. Dos 500 entrevistados na pesquisa, 13% deles disseram estar desempregados, contra 13,9% verificado em fevereiro de 2021.

 

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

Comentários Facebook
Continue lendo

Estadual

Fecomércio-MT lembra que comércio de Cuiabá e VG poderá funcionar no carnaval

Publicados

em

Para minimizar o impacto econômico que o excesso de feriados causa ao comércio de Cuiabá e Várzea Grande, as prefeituras das duas cidades decidiram tornar ponto facultativo o feriado de carnaval, celebrado nos dias 28 de fevereiro e 1º de março. A decisão foi publicada em decreto ainda no ano passado, tanto na capital (nº 8.888/2021) quanto no município vizinho (nº 113/2021).

A Fecomércio de Mato Grosso informa que caso fosse mantido o feriado, a remuneração das horas trabalhadas dos empregados envolvidos seria em dobro, incluída as comissões de vendas que serão calculadas pela média mensal, respeitando, assim, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que abrange os municípios. 

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, lembra do prejuízo causado ao setor pela pandemia. “Muitos estabelecimentos não conseguiram sobreviver a este período, prejudicando a vida de empresários e de trabalhadores do comércio. Com essa medida, todos ganham, inclusive, o próprio estado com o aumento da arrecadação de mais impostos”.

Com relação ao funcionalismo público, tanto municipal quanto estadual, também foi decretado ponto facultativo. Já no caso das agências bancárias, não haverá funcionamento na segunda e terça-feira de carnaval. As atividades voltarão à normalidade na Quarta-Feira de Cinzas.

Veja Também:  Serviço de emissão de RG foi retomado gradativamente no dia de ontem

A entidade máxima do comércio no estado lembra, ainda, que existem municípios do estado onde a data é considerada feriado, para isso, recomenda-se a observância das leis nos respectivos municípios ou dos decretos municipais já publicados sobre o assunto.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana