conecte-se conosco


Carros e Motos

Novamente adiado, novo Citroën C3 só deve chegar em agosto

Publicados

em


Citroën C3: Modelo passa a apostar no visual de SUV compacto, segmento de maior apelo
Divulgação

Citroën C3: Modelo passa a apostar no visual de SUV compacto, segmento de maior apelo

Apresentado mundialmente no final de 2021, o novo C3 é um dos modelos mais aguardados da Citroën . Entretanto, pelo andar da carruagem, isso só vai acontecer em agosto, conforme apurado peo site  Autos Segredos . O principal motivo é a crise dos semicondutores, que vem castigando as indústrias automobilísticas mundialmente.

“No começo de junho, a Citroën disse aos seus concessionários que o novo C3 2023 seria lançado em julho. No entanto, em novo aviso, marca diz que lançamento será em agosto”, diz o site.

O novo modelo de entrada da marca francesa e ficará abaixo do C4 Cactus e primeiro carro a usar a plataforma modular CMP feita em Porto Real (RJ), onde será fabricado.

Veja Também:  Diesel fecha com alta de 36,4% no primeiro semestre e passa gasolina

Enquanto o lançamento oficial não acontece, a montadora está apresentando através de três episódios as características do hatch compacto que agora elevou o posto de ‘SUV’ para agradar o público mais jovem e antenado nas novas tendências automotivas.

Além disso, segundo a fabricante, o novo C3 vai chegar ao mercado com o maior porta-malas entre os principais competidores do segmento, com 315 litros de volume. A carroceria com 3,98 metros de comprimento e 2,54 metros de entre-eixos.

Fora esse detalhe, o carro da Citroën vai contar com um amplo catálogo com diferentes combinações de cores, incluindo opções com teto bitom. Essa variedade continua com uma gama completa de diferentes versões, motores e câmbios.

Na parte interna,o modelo virá com painel 100% digita l, sistema multimídia de 10,25 polegadas com Android Auto e Apple Carplay sem fio, controle de estabilidade e tração, fixação Isofix para cadeirinhas entre outros acessórios.


O veículo deve concorrer em uma faixa acima de Renault Kwid e Fiat Mobi, porém num nível abaixo dos modelos Hyundai HB20 e Chevrolet Onix. De acordo com o site Autos Segredos, essas são as versões que serão oferecidas:  Live 1.0, Feel 1.0, First Edition 1.0, Feel 1.6 , Feel 1.6 Pack AT, First Edition 1.6 AT

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Propaganda

Carros e Motos

Saiba detalhes da história do lançamento do EcoSport na Amazônia

Publicados

em

Ford EcoSport 4WD: versão com tração 4x4 do SUV compacto que foi o primeiro do segmento no Brasil
Divulgação

Ford EcoSport 4WD: versão com tração 4×4 do SUV compacto que foi o primeiro do segmento no Brasil

Há cerca de 20 anos, a Ford, com o EcoSport, inaugurava o segmento dos SUVs compactos no Brasil. Nascido no chamado projeto Amazon da empresa, o seu lançamento ocorreu em 2003 e foi também um marco por ser realizado em Manaus e parte da selva amazônica, no Norte do País.

Tendo como base o novo Ford Fiesta , na época, a estratégia da montadora foi apostar num veículo no formato aventureiro e acessível. O seu preço inicial foi a partir dos R$ 30 mil.

Em 2003 havia três versões disponíveis do Ford EcoSport : uma de entrada com o motor 1.0 Supercharger, com 95 cv; outra intermediária com motor 1.6 de 98 cv; e outra luxuosa com motor. 2.0 com 143 cv. Em 2004, mais um avanço com a chegada de uma versão 4×4.

Veja Também:  Diesel fecha com alta de 36,4% no primeiro semestre e passa gasolina

Evento na floresta

Voltando a data do lançamento do EcoSport na Amazônia, realmente foi uma apresentação icônica. Foi alta a complexidade para realizar um grande evento envolvendo cerca de 300 convidados entre jornalistas e revendedores do Mercosul.

A começar pelo transporte de 50 veículos. Da cidade de Camaçari, na Bahia, os carros seguiram para o Pará, transportados por rodovias. De lá, foram levados por barcos pelo rio Amazonas até Manaus numa viagem de 15 dias.

Naquela cidade, no então fantástico Tropical Hotel, um dos mais pitorescos resorts em seus dias de glória, foi criada uma estrutura integrada à natureza . Uma tenda gigante com folhagem e árvores foi construída às margens do encontro dos rios Solimões e Negro onde as águas barrentas do primeiro e escuras do segundo jamais se misturam.

Um EcoSport amarelo foi içado por um barco-guindaste em meio a escuridão com um jogo de luzes e uma estrondosa sirene. Até uma forte chuva na noite do evento contribuiu para o clima de aventura.

Como parte da programação, houve a apresentação das “toadas dos bois” Garantido e Caprichoso, uma das danças folclóricas mais bonitas do País. No dia seguinte, o teste com os veículos foi realizado numa estrada vicinal em trechos da floresta, na margem oposta do resort.

Bem, com passar dos anos o EcoSport evoluiu deixando de lado as queixas iniciais do modelo. Tanto que passou a ser produzido e vendido em várias partes do mundo, incluindo a Europa e Estados Unidos.

Um “sonho” da engenharia brasileira da Ford que teve fim em 2021 quando o EcoSport deu adeus no Brasil e globalmente . Quem sabe, num futuro próximo, o modelo possa renascer, talvez elétrico, para a paixão de muitos entusiastas e o bolso dos consumidores de SUV .

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

DeLorean Alpha5 faz sua primeira aparição pública

Publicados

em

DeLorean Alpha5 em exibição no concurso de Pebble Beach, nos Estados Unidos
Reprodução/Intstagram

DeLorean Alpha5 em exibição no concurso de Pebble Beach, nos Estados Unidos

O tão aguardado DeLorean Alpha 5 foi finalmente mostrado para o público, cumprindo a promessa da fabricante de levar um modelo para o tradicional Concurso de Elegância de Pebble Beach, na Califórnia (EUA).

O carro mostrado no evento é um protótipo , mas revela todos os detalhes do Alpha5 , que será vendido a partir de 2024. Apesar de o lançamento estar longe, o protótipo é funcional, e segundo fontes, foi visto rodando pelo evento.

A pintura parece ser a mesma coloração vermelha de lançamento, porém, com o efeito do sol, parece mudar para um tom mais alaranjado.

O interior do novo DeLorean é no estilo 2+2 e conta com quatro bancos no estilo concha, com acabamento escurecido e detalhes  vermelhos, acompanhando a cor externa do carro, na mesma configuração das imagens reveladas em maio.

Veja Também:  VW fala sobre eletrificação no Brasil e do renovado sedã Jetta GLi

O Alpha5 tem o visual assinado pelo estúdio ItalDesign e trás elementos como as portas no estilo asa de gaivota, as lanternas em três elementos e um aplique no vidro traseiro, como forma de lembrança ao icônico DeLorean DMC-12 .

Apesar dos elementos de tributo, o Alpha5 é completamente diferente do DMC-12, começando pela motorização elétrica , passando pela carroceria maior e mais arredondada, e pela capacidade para quatro passageiros.

Apesar de protótipo, design deve ser bem próximo do modelo de produção, esperado para 2024
Reprodução/DeLorean

Apesar de protótipo, design deve ser bem próximo do modelo de produção, esperado para 2024

O novo DeLorean é maior que um Porsche Taycan , e mede 4,995 mm de comprimento, 2,044 mm de largura, e bem baixo, com altura de 1,370mm, inclusive, nos vídeos do evento, é possível ouvir o assoalho do carro raspando na estrutura montada pela DeLorean.

Segundo a fabricante, o Alpha5 terá tração integral, mas não foi revelado o tipo de arquitetura nem configuração para os motores. O que se sabe é que a aceleração de 0 a 100 km/h é em 3 segundos, e a autonomia é de 483 km.

Veja Também:  Quanto vai custar o novo Toyota Corolla no Brasil?

Além disso, o modelo que é classificado com um Gran Turismo , terá suspensão adaptativa “multi-modos”, apesar de na haver mais detalhes, deverá ser a possibilidade de escolher modos de suspensão, visando mais esportividade ou conforto, o que já é tradicional em carros dessa categoria.

O Alpha5 não será o único modelo da DeLorean no evento, a marca promete mostrar mais três conceitos, já pensando na expansão de sua linha no futuro, incluindo até um SUV.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA A GESTÃO AZENILDA PEREIRA SERÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana