conecte-se conosco


Policial

Operação conjunta apreende mais de 19 mil metros de fios e cabos irregulares na Baixada Cuiabana

Publicados

em


Viviane Moura | Sedec-MT

Em três dias, a Operação “Tolerância Zero”, do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT) apreendeu 106 rolos e nove bobinas de fios e cabos elétricos irregulares, em três lojas da capital mato-grossense. A ação desenvolvida em parceria com a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-MT) se estenderá até esta sexta-feira (10.09), na Baixada Cuiabana.

O intuito é fazer a fiscalização técnica da venda de cabos elétricos para garantir a eficiência dos materiais e a segurança de quem os instalar em casa.

Os registros dos cabos elétricos apreendidos haviam sido cancelados pelo Inmetro e foram reprovados por estarem fora dos padrões técnicos.

Aerfeiçoamento

Para agilizar a verificação dos produtos fiscalizados, o Ipem leva a campo dois microhmímetros, equipamento que avalia a resistência elétrica dos condutores, identificando assim a possibilidade de fraudes contra os consumidores após a certificação do produto. Eles auxiliam os fiscais nas medições das resistências nos fios ensaiados, seguindo a Norma 280. Os equipamentos foram cedidos pelo Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos (SINDICEL) de São Paulo.

Veja Também:  Mulher que teve mãos decepadas pelo marido ganha próteses com dinheiro de vaquinha em MT: 'Muito feliz'

Mato Grosso é o quarto Estado a realizar essa operação no Brasil, e o primeiro do Centro-Oeste. 

De acordo com o presidente do Ipem-MT, Bento Bezerra, os ensaios feitos nos produtos visam apurar a resistência do fio e se estão de acordo com a norma do Inmetro. Quanto mais grosso o fio, menor a resistência e maior capacidade de conduzir a energia elétrica.

“Algumas empresas, no intuito de levar vantagem no mercado, diminuem a quantidade de cobre. Então, o consumidor tem a informação que o produto é um fio 4 milímetros, mas o ensaio da resistência demonstra que ele equipara-se a fio de 2,5 milímetros, ou seja, ele concorre com um de 4 mm, mas a capacidade dele é de 2,5mm melhorado, paga-se por um produto e leva-se outro menos eficaz e inseguro”, explica o especialista.

Todos os materiais nos quais os ensaios detectem irregulares acima de 10% são apreendidos no momento da fiscalização. Bem como, as marcas e lotes considerados fora dos padrões legais.

Infração

Segundo o delegado, Rogério Ferreira, confirmada a infração pelo Ipem-MT, o representante legal do estabelecimento comercial é intimado para comparecer à Decon. “Ficando constatada a irregularidade, o proprietário do comércio pode responder pelo crime de vender ou expor à venda mercadoria cuja embalagem, tipo, especificação, peso ou composição esteja em desacordo com as prescrições legais, ou que não corresponda à respectiva classificação oficial; previsto no artigo 7ª, inciso II da Lei nº 8.137.90″, destaca o delegado. 

Veja Também:  Polícia Civil recupera veículo e prende criminoso envolvido em roubo em propriedade rural de Santo Antonio do Leverger

Esta é a terceira operação do Ipem-MT direcionada ao setor neste ano. Até agora foram recolhidos mais de 320 rolos reprovados, que totalizam mais de 19 mil metros de fios e cabos irregulares.

A previsão é de que sejam realizadas outras ações conjuntas a cada 60 dias, a partir deste mês.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Policiais impedem furto a concessionária de veículos e prende quadrilha em flagrante

Publicados

em


Policiais do 1º Batalhão impediram uma tentativa de furto a uma concessionária de veículos, na noite de domingo (26.09), no Jardim Guanabara, na capital. Quatro homens foram presos e um menor apreendido em flagrante.  

Por volta das 23h, os policiais foram acionados via 190, após cinco pessoas serem vistas tentando entrar em uma concessionária de veículos, localizada na Avenida Miguel Sutil, no bairro Jardim Guanabara.  De imediato, equipes do 1º BPM foram até a loja e cercaram o local. Um homem foi visto dentro do estabelecimento e acabou preso pela Polícia Militar, quando tentava fugir pelo telhado. Durante a ocorrência, os policiais localizaram uma mochila contendo ferramentas que estava próxima ao padrão geral de energia da loja.  

Com a região cercada pela PM, os policiais conseguiram deter mais dois suspeitos na Avenida Miguel Sutil, no bairro Areão.  Em seguida, a polícia deteve mais três homens, que foram vistos por outra equipe da PM, tentando fugir pelos fundos da loja. Os suspeitos pularam o muro e um deles tirou um objeto suspeito da cintura, os policiais reagiram e houve disparos de arma de fogo. Moradores da região informaram aos policiais que havia mais um homem escondido em um terreno baldio, o suspeito foi preso e disse que o restante da quadrilha havia fugido. O homem contou ainda que a intenção do grupo criminoso era furtar algumas caminhonetes.  

Veja Também:  Casal foragido da Justiça de Rondônia tem quatro mandados de prisão cumpridos em Campos de Júlio

Segundo outro homem preso, a quadrilha cortou a grade da loja para entrar no local. A PM localizou o molho de chaves, controle do portão eletrônico da concessionária. Na ação, os policiais apreenderam com os suspeitos três alicates, pacotes de papel alumínio, pé de cabra dentre outras ferramentas utilizadas no crime. Todos os suspeitos foram presos em flagrante e conduzidos para a Delegacia.

A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.   

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende suspeito por homicídio no Doutor Fábio

Publicados

em


A Polícia Militar prendeu um homem de 60 anos por homicídio, no bairro Doutor Fábio II, Capital, na tarde de domingo (26.09). O suspeito teria atirado na vítima, identificada como Marcos Aurélio Corrêa Cordeiro, 24 anos. Na ação, a PM apreendeu uma arma calibre 38 carregada com quatro munições intactas e uma deflagrada.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 17h30, os policiais foram acionados via 190 para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo, onde o suspeito estava detido por populares.

Uma testemunha contou que o suspeito começou uma discussão com Marcos Aurélio quando a mãe da vítima interviu, sendo empurrada pelo homem. Neste momento, Marcos Aurélio foi defender a mãe, quando o homem sacou um revólver e efetuou o disparo que o atingiu no peito.

O suspeito foi agredido e detido por populares até a chegada da PM, e precisou de atendimento médico. Os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que encaminhou o homem para o Hospital Municipal de Cuiabá.  No bolso esquerdo da calça do suspeito foram encontradas dezesseis munições calibre 38 intactas. A vítima, ainda com vida, foi conduzida por populares até a Policlínica do Planalto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Veja Também:  Suspeito de tráfico é preso após trocar tiros com a polícia no Santa Izabel

A testemunha, o armamento, as munições e alguns pertences do suspeito foram encaminhados à Delegacia. A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

QUEREMOS SABER SUA OPINIÃO

EM SEU PONTO DE VISTA ATÉ O MOMENTO A GESTÃO DR. DIVINO PREFEITO DE BARRA DO BUGRES ESTÁ?

Barra do Bugres e Região

Mato Grosso

Agronegócio

Mais Lidas da Semana